The Sims Wiki

Temos uma nova enquete disponível: "Que tipo de jogador de The Sims é você?". Entre e vote agora!

LEIA MAIS

The Sims Wiki
Advertisement
Lembrança - Universidade Reprovação.png
Sem versão para Português!
Esse jogo não possui versão em português brasileiro ou português europeu. Nomes de Sims, funções ou mecanismos do jogo não foram traduzidos e são apresentados na sua língua original (inglês). Quando necessário, uma tradução livre feita pela própria The Sims Wiki estará presente em parênteses ao lado do termo original.

Ícone Lupa Interrogação.png Veja também: The Urbz: Sims in the City para Nintendo DS e Game Boy Advance.

The Urbz: Sims in the City é um jogo eletrônico da série The Sims lançado em 12 de novembro de 2004 para todas as plataformas, exceto Nintendo DS, que foi lançado em 11 de março de 2005. É o terceiro jogo na série The Sims para videogames e o último da era The Sims.

Ao contrário dos outros jogos na série, os Sims vivem na cidade grande de Urbzville, que conta com nove distritos, cada um com seu estilo e Sims específicos. O foco do jogo é construir sua "rep" (reputação), para entrar em salas VIP e avançar para novos distritos.


Jogabilidade

O objetivo do jogo é ir a cada um dos nove distritos e construir sua reputação (chamada de "Rep"). "Rep" é uma medida de quão popular é um Urb (nome pelo qual os Sims deste jogo são chamados). À medida que um Urb ganha mais notoriedade, ele tem acesso a apartamentos maiores de diferentes bairros. No final, o Urb terá o maior apartamento e poderá visitar qualquer um dos distritos.

Além de ganhar Rep, o jogador também deve se certificar de que seu personagem mantenha suas necessidades satisfeitas e para aumentar as habilidades do personagem é necessário jogar minigames. A quantidade de dinheiro que os Urbz podem ganhar com os vários trabalhos em cada um dos distritos é determinada por quais habilidades eles têm.

À medida que o jogo avança, os jogadores irão receber mensagens de Darius - o Sim com o mais alto Rep na cidade - e começar a programar a sua XAM. Ao jogador serão dadas tarefas diferentes, dependendo do distrito.

O jogo conta com a participação dos integrantes da banda Black Eyed Peas (Will.i.am, Fergie, Taboo estão presentes), que no jogo, são donos de um bar na Cozmo Street. Inclusive, Will.i.am, integrante da banda, é amigo do Sim do jogador desde o começo do jogo, assim como Darius.

Conforme o Sim ganha reputação, são desbloqueados novos lugares, novos objetos para construir habilidades e novos apartamentos, assim como a entrada é liberada em festas na área VIP destes lugares.

Distritos

Lembrança - Universidade Melhores.png Confira o artigo principal: Distritos.

São 9 distritos, cada um com o seu próprio estilo, loja de roupas e um trabalho para o Urb fazer (também diferente dos outros jogos, neste quando o Urb trabalha, o jogador precisa que apertar diferentes sequências de botões que vão aparecer na tela e parar para completar outras necessidades).

Recepção

Lembrança - Sucesso.png
Recepção
Site Nota
GameRankings SatisfeitoAlto.png 70,84% de 100%[1]
GameSpot SatisfeitoAlto.png 7,3 de 10 [2]
IGN SatisfeitoAlto.png 7,5 de 10 [3]
Metacritic SatisfeitoAlto.png 73 de 100 [4]

O jogo recebeu críticas favoráveis.

O site GameRankings deu uma nota 70,84% ao jogo de Nintendo GameCube, baseado em 16 análises[1], já o site Metacritic deu uma nota 73 de 100 para o jogo de GameCube[4].

Andrew Park escreveu uma análise do jogo para o site Gamespot em todas suas versões para consoles de mesa, mudando pouquíssimo de uma análise a outra. Park destacou a trilha sonora do jogo (com a banda Black Eyed Peas), interações sociais que chamou de "mais limpas e fáceis de usar" do que em outros jogos e os ambientes e Sims coloridos e variados. Entretanto, criticou a interface do usuário, os longos tempos de carregamento e gráficos um pouco lentos. Park deu uma nota 7,5 de 10 para o jogo.

Juan Castro escreveu uma análise de todas as versões para console de mesa de The Urbz para o site IGN[5]. Ele afirma que o jogo não traz "a atração que os jogadores de console esperam de um jogo" e nem "motiva o jogador para mantê-lo engajado", sem dar espaço para que o jogador faça suas próprias escolhas. Castro afirma que o jogo "é bom para quem já jogou outros [jogos da série] The Sims", mas a premissa se esvai rapidamente. A nota da IGN para o jogo é 7,5.

Lembrança - Sucesso.png
Recepção
Site Nota
GameRankings SatisfeitoAlto.png 70,2% de 100%[6]
GameSpot SatisfeitoAlto.png 7,3 de 10 [7]
IGN SatisfeitoAlto.png 7,5 de 10 [5]
Metacritic SatisfeitoAlto.png 70 de 100 [8]

O site GameRankings deu uma nota 70,2% ao jogo de PlayStation 2, baseado em 27 análises[6], e o site Metacritic deu uma nota 70 de 100 para o jogo de PlayStation 2 e Xbox[8][9].

Andrew Park escreveu uma análise do jogo para o site Gamespot em todas suas versões para consoles de mesa, mudando pouquíssimo de uma análise a outra. Park destacou a trilha sonora do jogo (com a banda Black Eyed Peas), interações sociais que chamou de "mais limpas e fáceis de usar" do que em outros jogos e os ambientes e Sims coloridos e variados. Entretanto, criticou a interface do usuário, os longos tempos de carregamento e gráficos um pouco lentos. Park deu uma nota 7,5 de 10 para o jogo.

Juan Castro escreveu uma análise de todas as versões para console de mesa de The Urbz para o site IGN[5]. Ele afirma que o jogo não traz "a atração que os jogadores de console esperam de um jogo" e nem "motiva o jogador para mantê-lo engajado", sem dar espaço para que o jogador faça suas próprias escolhas. Castro afirma que o jogo "é bom para quem já jogou outros [jogos da série] The Sims", mas a premissa se esvai rapidamente. A nota da IGN para o jogo é 7,5.

Lembrança - Sucesso.png
Recepção
Site Nota
GameRankings NeutroSatisfeito.png 68,02% de 100%[10]
GameSpot SatisfeitoAlto.png 7,3 de 10 [11]
IGN SatisfeitoAlto.png 7,5 de 10 [12]
Metacritic SatisfeitoAlto.png 70 de 100 [9]

O site GameRankings deu uma nota 68,02% ao jogo de Xbox, baseado em 30 análises[10], e o site Metacritic deu uma nota 70 de 100 para o jogo de PlayStation 2 e Xbox[8][9].

Andrew Park escreveu uma análise do jogo para o site Gamespot em todas suas versões para consoles de mesa, mudando pouquíssimo de uma análise a outra. Park destacou a trilha sonora do jogo (com a banda Black Eyed Peas), interações sociais que chamou de "mais limpas e fáceis de usar" do que em outros jogos e os ambientes e Sims coloridos e variados. Entretanto, criticou a interface do usuário, os longos tempos de carregamento e gráficos um pouco lentos. Park deu uma nota 7,5 de 10 para o jogo.

Juan Castro escreveu uma análise de todas as versões para console de mesa de The Urbz para o site IGN[5]. Ele afirma que o jogo não traz "a atração que os jogadores de console esperam de um jogo" e nem "motiva o jogador para mantê-lo engajado", sem dar espaço para que o jogador faça suas próprias escolhas. Castro afirma que o jogo "é bom para quem já jogou outros [jogos da série] The Sims", mas a premissa se esvai rapidamente. A nota da IGN para o jogo é 7,5.

Curosidades

Referências

  1. 1,0 1,1 Análise de The Urbz para GameCube pelo GameRankings. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  2. Análise de The Urbz para GameCube pelo Gamespot. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  3. Redireciona para a análise da IGN para a versão em PlayStation 2. A nota dada é a mesma.
  4. 4,0 4,1 Análise de The Urbz para GameCube pelo Metacritic. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  5. 5,0 5,1 5,2 5,3 Análise de The Urbz para PlayStation 2 pelo IGN. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  6. 6,0 6,1 Análise de The Urbz para PlayStation 2 pelo GameRankings. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  7. Análise de The Urbz para PlayStation 2 pelo Gamespot. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  8. 8,0 8,1 8,2 Análise de The Urbz para PlayStation 2 pelo Metacritic. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  9. 9,0 9,1 9,2 Análise de The Urbz para Xbox pelo Metacritic. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  10. 10,0 10,1 Análise de The Urbz para Xbox pelo GameRankings. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  11. Análise de The Urbz para Xbox pelo Gamespot. Acessado em 5 de agosto de 2016.
  12. Análise de The Urbz para Xbox pelo IGN. Acessado em 5 de agosto de 2016.
Advertisement