FANDOM


Um adendo à página Carreira Culinária, esta página apresenta todos os cartões de oportunidade recebidos na carreira Culinária em The Sims 2. Estão separados por português brasileiro (PT-BR) e português europeu (PT-PT) e em suas aparições para Sims do sexo masculino e feminino.

Existe um cartão de oportunidade a cada nível de carreira. A chance de ele ser ativado varia em sua probabilidade de acontecer (incluída abaixo de cada nível) e o jogo, então, sorteará se o evento irá ou não ocorrer. Bons resultados podem gerar uma recompensa em dinheiro, ganho de pontos de habilidade ou uma promoção. Resultados ruins podem gerar uma perda de dinheiro, pontos de habilidade, rebaixamentos e até demissões.

A carreira em meio período possui, como sempre, três níveis. Eles são os três primeiros níveis da carreira em tempo integral (Lavador de Pratos, Caixa de Drive-Thru e Gerente de Fast Food).

Carreira a tempo integral

Nível 1

Cartão de oportunidade — Nível 1: Lavador de Pratos
85% de chance de acontecer
Mais uma dura noite de trabalho e [Sim] está com louça suja até os cotovelos e as mãos doendo de tanto esfregar e enxaguar. Duas horas depois, ele ainda tem mais um pouco para limpar antes do merecido descanso quando o chefe de cozinha, Lefromage, entra histérico, agitando os braços como uma lagosta em agonia. "Mon Dieu! Um crítico culinário acaba de chegar e todos os meus ajudantes já foram para casa! Pode me ajudar a cozinhar?"

Será que [Sim] pode confiar em si mesmo para não botar fogo na cozinha ou ele deve ficar quietinho perto da pia com a louça suja?

Continuar com a louça. Pode acender o fogão!

[Sim] agradece o convite, mas decide que é melhor deixar a preparação de refeições com quem entenda do assunto, ou seja, qualquer um menos ele. Além do mais, aquela última pilha de louça já está cheirando muito mal!

Após alguns minutos, quando ele está terminando de limpar o último prato, Lefromage volta, ainda mais histérico. Aparentemente o 'crítico' na verdade é um inspetor sanitário! [Sim] rapidamente se livra das baratas no chão e limpa o resto da bagunça na pia antes de levar o inspetor para conhecer a cozinha. Se ele tivesse deixado aquela bagunça para ajudar na cozinha, provavelmente o restaurante seria fechado! O agradecido gerente de [Sim] decide dar a ele um bônus de §150 em seu próximo pagamento como prêmio por seu desempenho 'brilhante'.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §150.

Lefromage fica ainda mais histérico diante da recusa de [Sim]. "Que insolência, non!" ele berra. Visivelmente perturbado, Lefromage faz o seu melhor para terminar a refeição satisfatoriamente, mas parece haver alguma coisa errada com a lagosta ao molho de picles.

No final das contas o crítico não fica muito satisfeito com a comida 'satisfatória' e promete escrever uma crítica desfavorável em sua coluna semanal. E ele mantém sua palavra. Alguns dias depois da publicação de uma crítica mordaz, a clientela desaparece e o restaurante é fechado, levando o emprego de [Sim] junto. Zut alors![1]

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

[Sim] concorda em ajudar na cozinha e Lefromage dá algumas instruções de preparo ao seu novo ajudante temporário antes de ir anotar o pedido do crítico.

Felizmente, o crítico parece estar de bom humor e escolhe um prato deliciosamente simples. Na verdade, [Sim] já jogou fora as sobras desse prato tantas vezes que poderia prepará-lo dormindo! Afinal, algumas cebolinhas aqui e uma casca de laranja ali não são exatamente um mistério culinário. O crítico fica satisfeitíssimo! Depois da promessa de uma bela crítica, Lefromage oferece a [Sim] aulas particulares de culinária como agradecimento pelo trabalho bem-feito. [Sim] ganha 2 pontos de Culinária com o ensino especializado.

Recompensas:
Habilidade Culinária+2 pontos de habilidade em Culinária.

[Sim] decide ajudar e vai para a cozinha. Quando o pedido finalmente chega, o caos toma conta de tudo e a praticamente inexistente habilidade culinária de [Sim] não o ajuda muito.

[Sim], distraidamente, leva seu avental ao forno junto com a forma, causando um princípio de incêndio que acaba com o prato que estava preparando! Alguns escargots queimados depois, o crítico vai embora, bem mais vermelho do que os tomates que escaparam do fogo. Lefromage, furioso por ter sido enganado sobre os conhecimentos culinários de [Sim], desconta dele um dia de salário pelo vergonhoso incidente.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §126 dos fundos familiares.

Cartão de oportunidade — Nível 1: Lavadora de Pratos
85% de chance de acontecer
Mais uma dura noite de trabalho e [Sim] está com louça suja até os cotovelos e as mãos doendo de tanto esfregar e enxaguar. Duas horas depois, ela ainda tem mais um pouco para limpar antes do merecido descanso quando o chefe de cozinha, Lefromage, entra histérico, agitando os braços como uma lagosta em agonia. "Mon Dieu! Um crítico culinário acaba de chegar e todos os meus ajudantes já foram para casa! Pode me ajudar a cozinhar?"

Será que [Sim] pode confiar em si mesma para não botar fogo na cozinha ou ela deve ficar quietinha perto da pia com a louça suja?

Continuar com a louça. Pode acender o fogão!

[Sim] agradece o convite, mas decide que é melhor deixar a preparação de refeições com quem entenda do assunto, ou seja, qualquer um menos ela. Além do mais, aquela última pilha de louça já está cheirando muito mal!

Após alguns minutos, quando ela está terminando de limpar o último prato, Lefromage volta, ainda mais histérico. Aparentemente o 'crítico' na verdade é um inspetor sanitário! [Sim] rapidamente se livra das baratas no chão e limpa o resto da bagunça na pia antes de levar o inspetor para conhecer a cozinha. Se ela tivesse deixado aquela bagunça para ajudar na cozinha, provavelmente o restaurante seria fechado! O agradecido gerente de [Sim] decide dar a ela um bônus de §150 em seu próximo pagamento como prêmio por seu desempenho 'brilhante'.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §150.

Lefromage fica ainda mais histérico diante da recusa de [Sim]. "Que insolência, non!" ele berra. Visivelmente perturbado, Lefromage faz o seu melhor para terminar a refeição satisfatoriamente, mas parece haver alguma coisa errada com a lagosta ao molho de picles.

No final das contas o crítico não fica muito satisfeito com a comida 'satisfatória' e promete escrever uma crítica desfavorável em sua coluna semanal. E ele mantém sua palavra. Alguns dias depois da publicação de uma crítica mordaz, a clientela desaparece e o restaurante é fechado, levando o emprego de [Sim] junto. Zut alors![1]

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

[Sim] concorda em ajudar na cozinha e Lefromage dá algumas instruções de preparo a sua nova ajudante temporária antes de ir anotar o pedido do crítico.

Felizmente, o crítico parece estar de bom humor e escolhe um prato deliciosamente simples. Na verdade, [Sim] já jogou fora as sobras desse prato tantas vezes que poderia prepará-lo dormindo! Afinal, algumas cebolinhas aqui e uma casca de laranja ali não são exatamente um mistério culinário. O crítico fica satisfeitíssimo! Depois da promessa de uma bela crítica, Lefromage oferece a [Sim] aulas particulares de culinária como agradecimento pelo trabalho bem-feito. [Sim] ganha 2 pontos de Culinária com o ensino especializado.

Recompensas:
Habilidade Culinária+2 pontos de habilidade em Culinária.

[Sim] decide ajudar e vai para a cozinha. Quando o pedido finalmente chega, o caos toma conta de tudo e a praticamente inexistente habilidade culinária de [Sim] não a ajuda muito.

[Sim], distraidamente, leva seu avental ao forno junto com a forma, causando um princípio de incêndio que acaba com o prato que estava preparando! Alguns escargots queimados depois, o crítico vai embora, bem mais vermelho do que os tomates que escaparam do fogo. Lefromage, furioso por ter sido enganado sobre os conhecimentos culinários de [Sim], desconta dela um dia de salário pelo vergonhoso incidente.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §126 dos fundos familiares.

Cartão de oportunidade — Nível 1: Lavador de Pratos
85% de chance de acontecer
É mais uma noite entediante e [Sim] está com água suja até aos cotovelos e um ataque embaraçoso de mãos engelhadas.

Ainda lhe falta lavar algumas coisas para acabar a noite quando o chefe de cozinha, Lefromage, entra a correr em pânico na cozinha, de braços no ar como uma lagosta moribunda. "Mon Dieu! Entrou um crítico e o pessoal já foi todo para casa! Podes ajudar-me a cozinhar?" Será que [Sim] acha que consegue não pegar fogo à cozinha ou deve ficar-se pelas mãos engelhadas?

Continuar a Limpar Acender o Fogão!

[Sim] não se sente suficientemente confiante para ajudar a preparar a refeição e, além disso, a pilha de pratos sujos cheira mesmo muito mal!

Enquanto ele acaba de lavar os pratos, Lefromage aparece novamente em pânico: o "crítico" é, afinal, um inspector[sic] de saúde! [Sim] faz desaparecer rapidamente as baratas que vagueiam pela cozinha e lava o resto da louça suja antes de lhe oferecer uma visita guiada pela cozinha. Se ele tivesse deixado a louça por lavar, o inspector[sic] poderia ter fechado o restaurante! O gerente do [Sim] fica tão grato que lhe dá um bónus de § 150 no próximo ordenado e agradece-lhe pelo seu desempenho fantástico.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §150.

Lefromage está muito aborrecido com a recusa do [Sim]. "Que insolente!", grita.

Visivelmente corado, Lefromage faz o seu melhor para preparar uma boa refeição, mas algo no molho de lagosta e pickles não está como deve ser. No fim, o crítico gastronómico não fica satisfeito com a comida desenxabida e promete escrever uma crítica negativa. E cumpre a sua palavra: uns dias depois é publicada uma crítica terrível e o restaurante fecha as suas portas, acabando com o emprego do [Sim]. Zut alors![1]

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

[Sim] promete ajudar na cozinha e Lefromage dá-lhe algumas instruções antes de ir tomar nota do pedido do crítico.

Por sorte, ele escolhe um prato deliciosamente simples e [Sim] já deitou fora os restos deste prato tantas vezes que o poderia confeccionar de olhos fechados! (Umas cebolas aqui, umas cascas de laranja ali. . .) O crítico fica deliciado! Depois de garantir uma crítica fabulosa, Lefromage oferece ao [Sim] lições privadas de cozinha e agradece-lhe por um trabalho bem feito, dando ao [Sim] 2 pontos de Cozinha pelas aulas de um profissional.

Recompensas:
Habilidade Culinária+2 pontos de habilidade em Culinária.

Quando chega o pedido, segue-se o caos e a sanduíche de couratos do [Sim] não ajuda nada.

[Sim], distraído, passa o pano de secar a loiça pelo bico do fogão e começa um fogo que consome a maior parte do prato destinado ao crítico! Alguns escargots demasiado bem-passados depois, o crítico vai-se embora bastante mais vermelho do que os tomates que sobreviveram às chamas. Lefromage, furioso por ter sido enganado quanto às capacidades culinárias do [Sim], não lhe paga o dia inteiro de trabalho pelo incidente tão embaraçoso.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §126 dos fundos familiares.

Cartão de oportunidade — Nível 1: Lavadora de Pratos
85% de chance de acontecer
É mais uma noite entediante e [Sim] está com água suja até aos cotovelos e um ataque embaraçoso de mãos engelhadas.

Ainda lhe falta lavar algumas coisas para acabar a noite quando o chefe de cozinha, Lefromage, entra a correr em pânico na cozinha, de braços no ar como uma lagosta moribunda. "Mon Dieu! Entrou um crítico e o pessoal já foi todo para casa! Podes ajudar-me a cozinhar?" Será que [Sim] acha que consegue não pegar fogo à cozinha ou deve ficar-se pelas mãos engelhadas?

Continuar a Limpar Acender o Fogão!

[Sim] não se sente suficientemente confiante para ajudar a preparar a refeição e, além disso, a pilha de pratos sujos cheira mesmo muito mal!

Enquanto ela acaba de lavar os pratos, Lefromage aparece novamente em pânico: o "crítico" é, afinal, um inspector[sic] de saúde! [Sim] faz desaparecer rapidamente as baratas que vagueiam pela cozinha e lava o resto da louça suja antes de lhe oferecer uma visita guiada pela cozinha. Se ela tivesse deixado a louça por lavar, o inspector[sic] poderia ter fechado o restaurante! O gerente da [Sim] fica tão grato que lhe dá um bónus de § 150 no próximo ordenado e agradece-lhe pelo seu desempenho fantástico.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §150.

Lefromage está muito aborrecido com a recusa da [Sim]. "Que insolente!", grita.

Visivelmente corado, Lefromage faz o seu melhor para preparar uma boa refeição, mas algo no molho de lagosta e pickles não está como deve ser. No fim, o crítico gastronómico não fica satisfeito com a comida desenxabida e promete escrever uma crítica negativa. E cumpre a sua palavra: uns dias depois é publicada uma crítica terrível e o restaurante fecha as suas portas, acabando com o emprego da [Sim]. Zut alors![1]

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

[Sim] promete ajudar na cozinha e Lefromage dá-lhe algumas instruções antes de ir tomar nota do pedido do crítico.

Por sorte, ele escolhe um prato deliciosamente simples e [Sim] já deitou fora os restos deste prato tantas vezes que o poderia confeccionar de olhos fechados! (Umas cebolas aqui, umas cascas de laranja ali. . .) O crítico fica deliciado! Depois de garantir uma crítica fabulosa, Lefromage oferece à [Sim] lições privadas de cozinha e agradece-lhe por um trabalho bem feito, dando ao [Sim] 2 pontos de Cozinha pelas aulas de um profissional.

Recompensas:
Habilidade Culinária+2 pontos de habilidade em Culinária.

Quando chega o pedido, segue-se o caos e a sanduíche de queijo fresco da [Sim] não ajuda nada.

[Sim], distraída, passa o pano de secar a loiça pelo bico do fogão e começa um fogo que consome a maior parte do prato destinado ao crítico! Alguns escargots demasiado bem-passados depois, o crítico vai-se embora bastante mais vermelho do que os tomates que sobreviveram às chamas. Lefromage, furioso por ter sido enganado quanto às capacidades culinárias da [Sim], não lhe paga o dia inteiro de trabalho pelo incidente tão embaraçoso.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §126 dos fundos familiares.

Nível 2

Cartão de oportunidade — Nível 2: Caixa de Drive-Thru
15% de chance de acontecer
São 3 horas da manhã e [Sim] está sozinho no drive-thru, trabalhando com muita responsabilidade e recebendo um salário miserável. De repente, a noite tranqüila[sic] é perturbada pela chegada da patricinha local Mimi Muitagrana[2] e sua turminha. [Sim] os reconhece pela linguagem indecente vinda do alto-falante.

De acordo com outros funcionários que trabalham no mesmo horário, Mimi e seus amigos têm o péssimo hábito de pedir seus lanches e então irem embora sem pagar. A voz começa a ficar irritante. O que [Sim] deve fazer? Anotar o pedido e ou dar a eles um pouco de seu próprio remédio?

Acompanha fritas? Dê uma lição neles!

Embora fique extremamente tentado a aprontar alguma coisa com o bando de riquinhos mimados, [Sim] nunca foi de pregar peças, especialmente quando isso pode custar seu emprego.

Mesmo que o prejuízo seja provavelmente descontado de seu salário depois, ele anota tudo direitinho, prepara os lanches e vai até a janela com o pedido o mais rápido possível. E para a surpresa de [Sim], Mimi pisca e entrega a ele 200 Simoleons. "Fique com o troco, gracinha" ela diz sorrindo enquanto o carro vai embora. [Sim] não pode deixar de sorrir pela forma com que a situação acabou. Ele embolsa §150 e volta para o marasmo do trabalho. E... espere um momento. Ela realmente disse "gracinha"?

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §150.

[Sim] anota o pedido muito a contra-gosto, resmungando baixinho o tempo todo. Relutantemente ele prepara os lanches e vai até a janela entregar as sacolinhas engorduradas à Mimi e sua turma.

Assim que as sacolas desaparecem dentro do carro, Mimi joga algumas notas para dentro da cabine e saem em disparada. Aliviado, [Sim] começa a juntar o dinheiro. Ter de pegar o pagamento do chão não é tão ruim assim, já que ele pensava que eles iam sair sem pagar e... ei! Só quando o carro já desapareceu na noite é que [Sim] percebe que o dinheiro que eles usaram para pagar era FALSO. Parece que o pedido de 100 Simoleons terá de sair do bolso de [Sim]!

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §100 dos fundos da família/núcleo.

Cansado de sofrer com os abusos de fregueses ingratos, [Sim] decide fazer justiça com as próprias mãos. Com um sorriso travesso, ele discretamente enche algumas sacolas com embalagens vazias. E para cobri-las, [Sim] pega alguns lanches que estavam largados pela cozinha há algumas horas.

Como esperado, Mimi e sua turma pegam as sacolas e desaparecem sem pagar. Mas, por incrível que pareça, eles nunca mais aparecem depois daquele dia, para alegria de [Sim] e dos outros funcionários. A tática de [Sim] resolveu o problema de uma vez por todas. [Sim] ganha 1 ponto de Criatividade.

Recompensas:
Habilidade Criatividade+1 ponto de habilidade em Criatividade.

Cansado de sofrer com os abusos de fregueses ingratos, [Sim] decide fazer justiça com as próprias mãos. Com um sorriso travesso, ele discretamente enche algumas sacolas com embalagens vazias. E para cobri-las, [Sim] pega alguns lanches que estavam largados pela cozinha há algumas horas.

O que [Sim] não esperava era que uma Mimi faminta entregasse a ele um maço de dinheiro, muito mais do que o preço real dos lanches, e imediatamente fosse procurar pelo seu pedido na sacola. "Ei! Você tentou nos roubar!" ela grita depois de perceber o que está acontecendo. "Vou contar tudo pro meu PAI!" A rica família Muitagrana registra uma reclamação formal contra [Sim], que é prontamente despedido.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 2: Caixa de Drive-Thru
15% de chance de acontecer
São 3 horas da manhã e [Sim] está sozinha no drive-thru, trabalhando com muita responsabilidade e recebendo um salário miserável. De repente, a noite tranqüila[sic] é perturbada pela chegada do mauricinho local Duda Muitagrana[3] e sua turminha. [Sim] os reconhece pela linguagem indecente vinda do alto-falante.

De acordo com outros funcionários que trabalham no mesmo horário, Duda e seus amigos têm o péssimo hábito de pedir seus lanches e então irem embora sem pagar. A voz começa a ficar irritante. O que [Sim] deve fazer? Anotar o pedido e ou dar a eles um pouco de seu próprio remédio?

Acompanha fritas? Dê uma lição neles!

Embora fique extremamente tentada a aprontar alguma coisa com o bando de riquinhos mimados, [Sim] nunca foi de pregar peças, especialmente quando isso pode custar seu emprego.

Mesmo que o prejuízo seja provavelmente descontado de seu salário depois, ela anota tudo direitinho, prepara os lanches e vai até a janela com o pedido o mais rápido possível. E para a surpresa de [Sim], Duda pisca e entrega a ela 200 Simoleons. "Fique com o troco, gatinha" ele diz sorrindo enquanto o carro vai embora. [Sim] não pode deixar de sorrir pela forma com que a situação acabou. Ela embolsa §150 e volta para o marasmo do trabalho. E... espere um momento. Ele realmente disse "gatinha"?

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §150.

[Sim] anota o pedido muito a contra-gosto, resmungando baixinho o tempo todo. Relutantemente ela prepara os lanches e vai até a janela entregar as sacolinhas engorduradas à Duda e sua turma.

Assim que as sacolas desaparecem dentro do carro, Duda joga algumas notas para dentro da cabine e saem em disparada. Aliviada, [Sim] começa a juntar o dinheiro. Ter de pegar o pagamento do chão não é tão ruim assim, já que ela pensava que eles iam sair sem pagar e... ei! Só quando o carro já desapareceu na noite é que [Sim] percebe que o dinheiro que eles usaram para pagar era FALSO. Parece que o pedido de 100 Simoleons terá de sair do bolso de [Sim]!

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §100 dos fundos da família/núcleo.

Cansada de sofrer com os abusos de fregueses ingratos, [Sim] decide fazer justiça com as próprias mãos. Com um sorriso travesso, ela discretamente enche algumas sacolas com embalagens vazias. E para cobri-las, [Sim] pega alguns lanches que estavam largados pela cozinha há algumas horas.

Como esperado, Duda e sua turma pegam as sacolas e desaparecem sem pagar. Mas, por incrível que pareça, eles nunca mais aparecem depois daquele dia, para alegria de [Sim] e dos outros funcionários. A tática de [Sim] resolveu o problema de uma vez por todas. [Sim] ganha 1 ponto de Criatividade.

Recompensas:
Habilidade Criatividade+1 ponto de habilidade em Criatividade.

Cansada de sofrer com os abusos de fregueses ingratos, [Sim] decide fazer justiça com as próprias mãos. Com um sorriso travesso, ela discretamente enche algumas sacolas com embalagens vazias. E para cobri-las, [Sim] pega alguns lanches que estavam largados pela cozinha há algumas horas.

O que [Sim] não esperava era que um Duda faminto entregasse a ela um maço de dinheiro, muito mais do que o preço real dos lanches, e imediatamente fosse procurar pelo seu pedido na sacola. "Ei! Você tentou nos roubar!" ele grita depois de perceber o que está acontecendo. "Vou contar tudo pro meu PAI!" A rica família Muitagrana registra uma reclamação formal contra [Sim], que é prontamente despedida.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 2: Empregado de Balcão Automóvel
15% de chance de acontecer
É tarde e o [Sim] está a trabalhar sozinho no atendimento automóvel, muita responsabilidade e pouco salário.

De repente, uma noite que, de outro modo, seria bastante agradável, é estragada quando chega a miúda ricaça Mimi Terranossa com alguns amigos arruaceiros. ([Sim] reconhece-os pelo linguajar indecente que se ouve no pequeno altifalante.) Pelo que ouviu dos outros empregados, [Sim] tem quase toda a certeza de eles se vão embora sem pagar. Deve dar-lhes a comida, ou dar-lhe a provar o seu próprio remédio?

E querem batatas fritas? Ensinar-lhes uma lição!

Embora se sinta muito tentado, [Sim] nunca foi de pregar partidas, especialmente quando elas lhe podem custar o emprego.

Mesmo que acabe por ser descontado no seu ordenado, ele prepara o pedido e entrega-o à Mimi. Para grande surpresa do [Sim], a Mimi pisca-lhe o olho e dá-lhe para a mão 200 Simoleões. "Guarda o troco, bonitão." O carro afasta-se a grande velocidade e [Sim] não deixa de sorrir graças a esta surpresa tão agradável. (Ela chamou-lhe mesmo bonitão?) [Sim] ganha § 150.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §150.

[Sim] prepara exactamente[sic] o que lhe foi pedido, mas sempre a resmungar.

É com relutância que entrega os sacos gordurosos ao grupo da Mimi, e eles dão-lhe um montinho de notas antes de se irem embora. Aliviado, [Sim] guarda o dinheiro e respira fundo. Não imaginava que eles pagariam! Só quando já vão longe é que o [Sim] repara que eles lhe deram dinheiro FALSO. Parece que a conta de § 100 vai sair do bolso do [Sim]!

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §100 dos fundos da família/núcleo.

Farto de aturar clientes ingratos, [Sim] decide fazer justiça pelas próprias mãos.

Com um sorriso maléfico, ele enche discretamente vários sacos de comida rápida com caixas vazias. Para o topo dos sacos, [Sim] pega na comida mais velha que há na cozinha. Como já esperava, o grupo da Mimi agarra nos sacos e afasta-se a grande velocidade sem pagar a conta. . . e sem ver o que está nos sacos. Estranhamente, e para grande satisfação dos funcionários, eles não voltam a aparecer. A solução criativa do [Sim] dá-lhe 1 ponto de Criatividade.

Recompensas:
Habilidade Criatividade+1 ponto de habilidade em Criatividade.

Farto de aturar clientes ingratos, [Sim] decide fazer justiça pelas próprias mãos.

Ele enche os sacos com bolas de papel, juntando uns pacotes de batatas fritas para tornar a coisa mais realista. O que não esperava é que a esfomeada Mimi lhe desse um molho de Simoleões e, em seguida, procurasse o seu hambúrguer no saco. "Ei! Tentaste enganar-nos!" grita ela, quando percebe o que aconteceu. "Vou dizer ao meu PAI!" Os abastados Terranossa apresentam queixa do [Sim], que é imediatamente despedido.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 2: Empregada de Balcão Automóvel
15% de chance de acontecer
É tarde e a [Sim] está a trabalhar sozinha no atendimento automóvel, muita responsabilidade e pouco salário.

De repente, uma noite que, de outro modo, seria bastante agradável, é estragada quando chega o miúdo ricaço Tiago Terranossa[3] com alguns amigos arruaceiros. ([Sim] reconhece-os pelo linguajar indecente que se ouve no pequeno altifalante.) Pelo que ouviu dos outros empregados, [Sim] tem quase toda a certeza de eles se vão embora sem pagar. Deve dar-lhes a comida, ou dar-lhe a provar o seu próprio remédio?

E querem batatas fritas? Ensinar-lhes uma lição!

Embora se sinta muito tentada, [Sim] nunca foi de pregar partidas, especialmente quando elas lhe podem custar o emprego.

Mesmo que acabe por ser descontado no seu ordenado, ela prepara o pedido e entrega-o ao Tiago. Para grande surpresa da [Sim], o Tiago pisca-lhe o olho e dá-lhe para a mão 200 Simoleões. "Guarda o troco, boazona." O carro afasta-se a grande velocidade e [Sim] não deixa de sorrir graças a esta surpresa tão agradável. (Ele chamou-lhe mesmo boazona?) [Sim] ganha § 150.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §150.

[Sim] prepara exactamente[sic] o que lhe foi pedido, mas sempre a resmungar.

É com relutância que entrega os sacos gordurosos ao grupo do Tiago, e eles dão-lhe um montinho de notas antes de se irem embora. Aliviada, [Sim] guarda o dinheiro e respira fundo. Não imaginava que eles pagariam! Só quando já vão longe é que a [Sim] repara que eles lhe deram dinheiro FALSO. Parece que a conta de § 100 vai sair do bolso da [Sim]!

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §100 dos fundos da família/núcleo.

Farta de aturar clientes ingratos, [Sim] decide fazer justiça pelas próprias mãos.

Com um sorriso maléfico, ela enche discretamente vários sacos de comida rápida com caixas vazias. Para o topo dos sacos, [Sim] pega na comida mais velha que há na cozinha. Como já esperava, o grupo do Tiago agarra nos sacos e afasta-se a grande velocidade sem pagar a conta. . . e sem ver o que está nos sacos. Estranhamente, e para grande satisfação dos funcionários, eles não voltam a aparecer. A solução criativa da [Sim] dá-lhe 1 ponto de Criatividade.

Recompensas:
Habilidade Criatividade+1 ponto de habilidade em Criatividade.

Farta de aturar clientes ingratos, [Sim] decide fazer justiça pelas próprias mãos.

Ela enche os sacos com bolas de papel, juntando uns pacotes de batatas fritas para tornar a coisa mais realista. O que não esperava é que o esfomeado Tiago lhe desse um molho de Simoleões e, em seguida, procurasse o seu hambúrguer no saco. "Ei! Tentaste enganar-nos!" grita ele, quando percebe o que aconteceu. "Vou dizer ao meu PAI!" Os abastados Terranossa apresentam queixa da [Sim], que é imediatamente despedida.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Nível 3

Cartão de oportunidade — Nível 3: Gerente de Fast-Food
85% de chance de acontecer
O cinema do outro lado da rua terminou sua sessão e a loja de [Sim] está LOTADA. Depois de meio quilo de pipocas e um litro de refrigerante, qualquer um estaria cheio... mas parece que não havia um mísero "qualquer um" na platéia[sic] aquele dia.

[Sim] está gritando ordens para todos os lados na cozinha, tentando manter a situação sob controle, quando o impensável acontece. A grelha Uruburguer 3000 quebra, soltando fumaça e um longo chiado. Agora a loja, e todos lá dentro, estão cheirando a carvão e não há nenhum hambúrguer à vista. O que [Sim] deve fazer? Tentar continuar sem a grelha ou fazer o conserto ele mesmo?

Quem precisa de hambúrguer? Ao conserto!

"E quem precisa de hambúrgueres?" pergunta [Sim], sabendo que as centenas de clientes do outro lado do balcão certamente saberiam a resposta desta pergunta. Ele volta para a cozinha enquanto o seu pessoal se desculpa e tenta explicar a situação. Sabendo que os clientes famintos estariam dispostos a experimentar qualquer coisa, [Sim] resolve arriscar e começa a preparar seus sanduíches vegetarianos ultra-secretos. E é exatamente isto que acontece. Diante de uma escolha fácil, sanduíches ou nada, os clientes resolvem tentar a sorte com os sanduíches. Mas depois da primeira leva, todos os que experimentaram pedem mais, e os sanduíches começam a vender desenfreadamente! Quando a gerente de [Sim] chega e vê todos aqueles fregueses satisfeitos, mesmo sem os tradicionais hambúrgueres, fica claro para ela que a verdadeira vocação de [Sim] está na cozinha. Ela puxa [Sim] de lado e o ajuda a conseguir emprego como anfitrião em um restaurante de verdade.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Anfitrião.

[Sim] vê a multidão de fregueses e sabe que há muito dinheiro ali, apenas esperando para ser ganho. Ele instrui seu pessoal a fritar os hambúrgueres em vez de prepará-los na grelha.

Infelizmente, a situação piora logo depois quando a máquina de fritar batatas não resiste ao esforço e também quebra. Agora o restaurante e todos dentro dele estão cheirando a carvão E a óleo queimado. Um desastre. Os fregueses fogem do restaurante horrorizados, e a incompetência dos funcionários chega às manchetes locais. A gerente da loja, furiosa, desconta §500 do já modesto salário de [Sim] para pagar pelo conserto de AMBAS as máquinas.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §500 nos fundos familiares.

[Sim] para em frente da Uruburguer e a analisa friamente por alguns instantes. Então começa a apertar todos os botões da grelha, como uma criança de 3 anos tentando pilotar uma espaçonave. Infelizmente, isto não parece funcionar.

Em meio a sua frustração, [Sim] se lembra de ter ouvido o técnico de manutenção falando algo sobre a poderosa unidade de ventilação da Uruburguer. Aparentemente, ela tem a tendência de sugar utensílios de cozinha como um gigantesco aspirador de pó! Inspirado, e se lembrando de desligar a grelha antes, [Sim] desparafusa a placa traseira e descobre um copo de milk-shake tamanho 'enorme' preso ao condutor principal. Ele retira o copo cuidadosamente e então liga a Uruburguer novamente, que volta a funcionar como se estivesse nova em folha. [Sim] ganha 1 ponto de Lógica e um modesto bônus por sua proeza.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.
Lembrança - DinheiroBônus de §200.

Ansioso para salvar o dia, [Sim] encontra uma chave de fenda engordurada e arregaça as mangas. "Nada de pânico pessoal. Está tudo sob controle. Deve ser só um pedaço de carne preso em algum lugar..." diz para funcionários e fregueses.

Imprudente, [Sim] desparafusa um painel lateral, mesmo com o enorme aviso amarelo dizendo "Cuidado" na sua frente. Assim que o painel é retirado, uma pequena peça é atirada pela pressão de uma mola e sai voando pela cozinha, eventualmente ferindo o funcionário que cuidava das batatas fritas antes de finalmente parar dentro do óleo fervente. O ato irresponsável de [Sim] e seu total desprezo pelas regras de segurança fazem com que ele volte a ser um Caixa de Drive-Thru e ainda perca 1 ponto de Lógica.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Caixa de Drive-Thru.
Habilidade Lógica-1 ponto de habilidade em Lógica.

Cartão de oportunidade — Nível 3: Gerente de Fast-Food
85% de chance de acontecer
O cinema do outro lado da rua terminou sua sessão e a loja de [Sim] está LOTADA. Depois de meio quilo de pipocas e um litro de refrigerante, qualquer um estaria cheio... mas parece que não havia um mísero "qualquer um" na platéia[sic] aquele dia.

[Sim] está gritando ordens para todos os lados na cozinha, tentando manter a situação sob controle, quando o impensável acontece. A grelha Uruburguer 3000 quebra, soltando fumaça e um longo chiado. Agora a loja, e todos lá dentro, estão cheirando a carvão e não há nenhum hambúrguer à vista. O que [Sim] deve fazer? Tentar continuar sem a grelha ou fazer o conserto ela mesma?

Quem precisa de hambúrguer? Ao conserto!

"E quem precisa de hambúrgueres?" pergunta [Sim], sabendo que as centenas de clientes do outro lado do balcão certamente saberiam a resposta desta pergunta. Ela volta para a cozinha enquanto o seu pessoal se desculpa e tenta explicar a situação.

Sabendo que os clientes famintos estariam dispostos a experimentar qualquer coisa, [Sim] resolve arriscar e começa a preparar seus sanduíches vegetarianos ultra-secretos. E é exatamente isto que acontece. Diante de uma escolha fácil, sanduíches ou nada, os clientes resolvem tentar a sorte com os sanduíches. Mas depois da primeira leva, todos os que experimentaram pedem mais, e os sanduíches começam a vender desenfreadamente! Quando a gerente de [Sim] chega e vê todos aqueles fregueses satisfeitos, mesmo sem os tradicionais hambúrgueres, fica claro para ela que a verdadeira vocação de [Sim] está na cozinha. Ela puxa [Sim] de lado e o ajuda a conseguir emprego como anfitriã em um restaurante de verdade.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Anfitriã.

[Sim] vê a multidão de fregueses e sabe que há muito dinheiro ali, apenas esperando para ser ganho. Ela instrui seu pessoal a fritar os hambúrgueres em vez de prepará-los na grelha.

Infelizmente, a situação piora logo depois quando a máquina de fritar batatas não resiste ao esforço e também quebra. Agora o restaurante e todos dentro dele estão cheirando a carvão E a óleo queimado. Um desastre. Os fregueses fogem do restaurante horrorizados, e a incompetência dos funcionários chega às manchetes locais. A gerente da loja, furiosa, desconta §500 do já modesto salário de [Sim] para pagar pelo conserto de AMBAS as máquinas.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §500 nos fundos familiares.

[Sim] para em frente da Uruburguer e a analisa friamente por alguns instantes. Então começa a apertar todos os botões da grelha, como uma criança de 3 anos tentando pilotar uma espaçonave. Infelizmente, isto não parece funcionar.

Em meio a sua frustração, [Sim] se lembra de ter ouvido o técnico de manutenção falando algo sobre a poderosa unidade de ventilação da Uruburguer. Aparentemente, ela tem a tendência de sugar utensílios de cozinha como um gigantesco aspirador de pó! Inspirada, e se lembrando de desligar a grelha antes, [Sim] desparafusa a placa traseira e descobre um copo de milk-shake tamanho 'enorme' preso ao condutor principal. Ela retira o copo cuidadosamente e então liga a Uruburguer novamente, que volta a funcionar como se estivesse nova em folha. [Sim] ganha 1 ponto de Lógica e um modesto bônus por sua proeza.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.
Lembrança - DinheiroBônus de §200.

Ansiosa para salvar o dia, [Sim] encontra uma chave de fenda engordurada e arregaça as mangas. "Nada de pânico pessoal. Está tudo sob controle. Deve ser só um pedaço de carne preso em algum lugar..." diz para funcionários e fregueses.

Imprudente, [Sim] desparafusa um painel lateral, mesmo com o enorme aviso amarelo dizendo "Cuidado" na sua frente. Assim que o painel é retirado, uma pequena peça é atirada pela pressão de uma mola e sai voando pela cozinha, eventualmente ferindo o funcionário que cuidava das batatas fritas antes de finalmente parar dentro do óleo fervente. O ato irresponsável de [Sim] e seu total desprezo pelas regras de segurança fazem com que ela volte a ser uma Caixa de Drive-Thru e ainda perca 1 ponto de Lógica.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Caixa de Drive-Thru.
Habilidade Lógica-1 ponto de habilidade em Lógica.

Cartão de oportunidade — Nível 3: Supervisor de Turno de Comida Rápida
85% de chance de acontecer
Acabou o filme no cinema ao fundo da rua e o restaurante do [Sim] está ATULHADO. (Seria de esperar que estivessem todos cheios, depois daquelas bebidas enormes, mas nada disso.)

Ele está a dar ordens para todo o lado quando acontece o impensável: a Überburger 3000 vai-se abaixo, numa nada graciosa nuvem de fumo. Agora o restaurante cheira a carvão e não há um único hambúrguer à vista. Ele deve continuar a trabalhar sem a Überburger, ou tentar repará-la ele mesmo?

Quem precisa da Überburger? Mãos à obra!

De qualquer maneira, quem precisa da Überburger? Enquanto o pessoal está na sala a explicar a situação, [Sim] declara situação de emergência e começa a preparar a sua receita ultra-secreta de hambúrgueres SuperVega.

A horda voraz de clientes tem tanta fome que come qualquer coisa, mas depois de provarem os "Vega", não querem outra coisa! Quando a gerente do [Sim], a Joana, chega e vê centenas de clientes satisfeitos, torna-se claro que a verdadeira vocação do [Sim] é na cozinha. Joana chama o [Sim] à parte e ajuda-o a conseguir um emprego como Anfitrião num restaurante a sério, com mesas e cadeiras e tudo.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Anfitriã(o).

[Sim] vê as filas de clientes e sabe que é nestas alturas que se ganha dinheiro. Ele dá instruções ao pessoal para fritar os hambúrgueres, em vez de os passar pela Überburger.

Infelizmente, as coisas não correm como planeado e a fritadeira também se avaria. Agora toda a cozinha está cheia de fumo e de um cheiro nauseabundo. Os clientes, horrorizados, fogem do restaurante e a incompetência do pessoal acaba nas notícias da noite. Furiosa, a chefe do [Sim] desconta § 500, para a reparação das DUAS máquinas, do modesto ordenado do [Sim].

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §500 nos fundos familiares.

[Sim] tenta premir todos os botões da Überburger, como um miúdo de três anos numa nave espacial, mas isso não ajuda.

Frustrado, o [Sim] lembra-se de ouvir o técnico falar da potente entrada de ar da Überburger. Ao que parece, ela tem tendência para aspirar os utensílios de cozinha! Inspirado, certificando-se de que primeiro desliga todos os aparelhos, [Sim] desaperta a placa na traseira e descobre um copo Ultra Mega Super de batido preso no tubo de aspiração. Com muito cuidado, retira o copo e a Überburger volta a ganhar vida. Graças ao seu económico heroísmo, o [Sim] ganha 1 ponto de Lógica e um pequeno bónus.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.
Lembrança - DinheiroBônus de §200.

Ansioso por ser o herói, [Sim] pega numa chave de fendas gordurosa e põe mãos à obra.

"Provavelmente, é só um hambúrguer entalado em qualquer lado", pensa ele. Irresponsável, [Sim] desaperta o painel, apesar do grande aviso de "Cuidado" à sua frente. Assim que o painel é retirado, uma pequena peça sai disparada e voa pela cozinha, acabando por atingir um dos cozinheiros na cabeça antes de cair dentro da fritadeira. A irresponsabilidade do [Sim] custa-lhe uma despromoção para Empregado de Balcão Automóvel e um ponto de Lógica.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Caixa de Drive-Thru.
Habilidade Lógica-1 ponto de habilidade em Lógica.

Cartão de oportunidade — Nível 3: Supervisora de Turno de Comida Rápida
85% de chance de acontecer
Acabou o filme no cinema ao fundo da rua e o restaurante da [Sim] está ATULHADO. (Seria de esperar que estivessem todos cheios, depois daquelas bebidas enormes, mas nada disso.)

Ela está a dar ordens para todo o lado quando acontece o impensável: a Überburger 3000 vai-se abaixo, numa nada graciosa nuvem de fumo. Agora o restaurante cheira a carvão e não há um único hambúrguer à vista. Ela deve continuar a trabalhar sem a Überburger, ou tentar repará-la ela mesmo?

Quem precisa da Überburger? Mãos à obra!

De qualquer maneira, quem precisa da Überburger? Enquanto o pessoal está na sala a explicar a situação, [Sim] declara situação de emergência e começa a preparar a sua receita ultra-secreta de hambúrgueres SuperVega.

A horda voraz de clientes tem tanta fome que come qualquer coisa, mas depois de provarem os "Vega", não querem outra coisa! Quando o gerente da [Sim], o Nuno, chega e vê centenas de clientes satisfeitos, torna-se claro que a verdadeira vocação da [Sim] é na cozinha. Nuno chama a [Sim] à parte e ajuda-a a conseguir um emprego como Anfitriã num restaurante a sério, com mesas e cadeiras e tudo.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Anfitriã(o).

[Sim] vê as filas de clientes e sabe que é nestas alturas que se ganha dinheiro. Ela dá instruções ao pessoal para fritar os hambúrgueres, em vez de os passar pela Überburger.

Infelizmente, as coisas não correm como planeado e a fritadeira também se avaria. Agora toda a cozinha está cheia de fumo e de um cheiro nauseabundo. Os clientes, horrorizados, fogem do restaurante e a incompetência do pessoal acaba nas notícias da noite. Furioso, o chefe da [Sim] desconta § 500, para a reparação das DUAS máquinas, do modesto ordenado da [Sim].

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §500 nos fundos familiares.

[Sim] tenta premir todos os botões da Überburger, como uma miúda de três anos numa nave espacial, mas isso não ajuda.

Frustrada, a [Sim] lembra-se de ouvir o técnico falar da potente entrada de ar da Überburger. Ao que parece, ela tem tendência para aspirar os utensílios de cozinha! Inspirada, certificando-se de que primeiro desliga todos os aparelhos, [Sim] desaperta a placa na traseira e descobre um copo Ultra Mega Super de batido preso no tubo de aspiração. Com muito cuidado, retira o copo e a Überburger volta a ganhar vida. Graças ao seu económico heroísmo, a [Sim] ganha 1 ponto de Lógica e um pequeno bónus.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.
Lembrança - DinheiroBônus de §200.

Ansiosa por ser uma heroína, [Sim] pega numa chave de fendas gordurosa e põe mãos à obra.

"Provavelmente, é só um hambúrguer entalado em qualquer lado", pensa ela. Irresponsável, [Sim] desaperta o painel, apesar do grande aviso de "Cuidado" à sua frente. Assim que o painel é retirado, uma pequena peça sai disparada e voa pela cozinha, acabando por atingir um dos cozinheiros na cabeça antes de cair dentro da fritadeira. A irresponsabilidade da [Sim] custa-lhe uma despromoção para Empregada de Balcão Automóvel e um ponto de Lógica.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Caixa de Drive-Thru.
Habilidade Lógica-1 ponto de habilidade em Lógica.

Nível 4

Cartão de oportunidade — Nível 4: Anfitrião
15% de chance de acontecer
Um grupo de 25 adolescentes, sem reservas. O pior pesadelo para os funcionários de qualquer restaurante. Surgindo do nada, eles tumultuam a recepção e pedem por uma mesa.

Depois de alguns minutos, eles começam a ficar inquietos enquanto esperam pela mesa. A bagunça e o barulho começam a irritar os outros clientes, e o gerente lança um olhar de desaprovação para [Sim], esperando que ele resolva logo a situação. [Sim] pode dizer a eles que o restaurante está lotado e torcer que não façam drama. Ou pode conseguir logo uma mesa para eles pedindo para que um grupo de idosos que está sentado há 40 minutos sem pedir nada se retire. E então, quem vai para casa mais cedo?

Adeusinho, senhores! Adeusinho, crianças!

Desgostoso, [Sim] se aproxima da mesa dos idosos, aparentemente amigáveis, e espera não ofendê-los ao pedir que se retirem. Mas para sua surpresa, [Sim] descobre que eles são novos na cidade e estão demorando apenas porque ainda não sabem onde encontrar um bom hotel.

Coincidentemente, um grande amigo de [Sim] trabalha em um hotel próximo, então ele dá a eles um número de telefone e uma indicação para um belo desconto. Satisfeito, o grupo vai saindo, deixando para [Sim] uma gorjeta MUITO generosa. Então [Sim] prontamente acomoda o grupo de adolescentes, surpreendentemente grato, e volta ao trabalho. [Sim] acaba a noite com §400 em gorjetas e alguns fregueses muito satisfeitos.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §400.

[Sim] vai até o grupo de idosos e tenta explicar a situação a eles. Mas o dia foi longo, [Sim] está cansado e durante a conversa acaba usando um tom de voz que não agrada aos clientes.

Ofendidos, eles começam a discutir com [Sim], frisando que gastaram bastante dinheiro e agora estão aproveitando todo o café que podem tomar. Eles chamam o gerente e fazem uma reclamação sobre a conduta de [Sim], que é prontamente repreendido pela falta de consideração com "alguns de nossos melhores fregueses!" No fim da noite, o gerente vem conversar com [Sim] e diz que ele não está pronto para trabalhar em um restaurante de verdade. Sem muitas opções, [Sim] acaba voltando a ser apenas um Gerente de Fast-Food.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Gerente de Fast-Food.

[Sim] decide que não é possível acomodar aquele grupo enorme em uma mesa só e, de forma relutante, vai falar com eles. Ele explica a situação e oferece como alternativa duas mesas menores e alguns aperitivos de graça, cortesia do estoque de 'brindes de emergência' do gerente.

No fim das contas, o grupo, surpreendentemente, está disposto a aceitar as mesas menores. Aparentemente, todos os outros restaurantes na área os mandaram embora só porque pareciam que iam causar problemas! Os jovens se divertem muito, deixam uma boa gorjeta e ainda elogiam [Sim] e o atendimento ao gerente. A sua calma na hora de tomar uma decisão difícil rende a [Sim] uma promoção a Garçom, onde seu desempenho sob pressão, com certeza, será muito útil.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Garçom.

[Sim] vai até os jovens e explica que o restaurante está muito movimentado naquela noite e que, provavelmente, não haverá espaço para o grupo todo.

"Bem, e todo aquele espaço ali?" um deles pergunta, apontando para a área próxima ao grupo de idosos. [Sim] olha, gagueja, olha de novo e perde a paciência, dizendo mais uma vez que não há lugar e pedindo para que eles saiam. O grupo fica furioso e um deles pede para falar com o gerente. [Sim] relutantemente vai buscar seu chefe, que rapidamente resolve a situação dividindo o grupo entre duas mesas menores e aplacando sua ira juvenil com alguns aperitivos de graça. Por não conseguir encontrar uma solução para o problema, [Sim] perde 2 pontos de Criatividade.

Penalidade:
Habilidade Criatividade-2 pontos de habilidade em Criatividade.

Cartão de oportunidade — Nível 4: Anfitriã(o)
15% de chance de acontecer
Um grupo de 25 adolescentes, sem reservas. O pior pesadelo para os funcionários de qualquer restaurante. Surgindo do nada, eles tumultuam a recepção e pedem por uma mesa.

Depois de alguns minutos, eles começam a ficar inquietos enquanto esperam pela mesa. A bagunça e o barulho começam a irritar os outros clientes, e o gerente lança um olhar de desaprovação para [Sim], esperando que ela resolva logo a situação. [Sim] pode dizer a eles que o restaurante está lotado e torcer que não façam drama. Ou pode conseguir logo uma mesa para eles pedindo para que um grupo de idosos que está sentado há 40 minutos sem pedir nada se retire. E então, quem vai para casa mais cedo?

Adeusinho, senhores! Adeusinho, crianças!

Desgostosa, [Sim] se aproxima da mesa dos idosos, aparentemente amigáveis, e espera não ofendê-los ao pedir que se retirem. Mas para sua surpresa, [Sim] descobre que eles são novos na cidade e estão demorando apenas porque ainda não sabem onde encontrar um bom hotel.

Coincidentemente, uma grande amiga de [Sim] trabalha em um hotel próximo, então ela dá a eles um número de telefone e uma indicação para um belo desconto. Satisfeito, o grupo vai saindo, deixando para [Sim] uma gorjeta MUITO generosa. Então [Sim] prontamente acomoda o grupo de adolescentes, surpreendentemente grato, e volta ao trabalho. [Sim] acaba a noite com §400 em gorjetas e alguns fregueses muito satisfeitos.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §400.

[Sim] vai até o grupo de idosos e tenta explicar a situação a eles. Mas o dia foi longo, [Sim] está cansada e durante a conversa acaba usando um tom de voz que não agrada aos clientes.

Ofendidos, eles começam a discutir com [Sim], frisando que gastaram bastante dinheiro e agora estão aproveitando todo o café que podem tomar. Eles chamam o gerente e fazem uma reclamação sobre a conduta de [Sim], que é prontamente repreendida pela falta de consideração com "alguns de nossos melhores fregueses!" No fim da noite, o gerente vem conversar com [Sim] e diz que ela não está pronta para trabalhar em um restaurante de verdade. Sem muitas opções, [Sim] acaba voltando a ser apenas uma Gerente de Fast-Food.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Gerente de Fast-Food.

[Sim] decide que não é possível acomodar aquele grupo enorme em uma mesa só e, de forma relutante, vai falar com eles. Ela explica a situação e oferece como alternativa duas mesas menores e alguns aperitivos de graça, cortesia do estoque de 'brindes de emergência' do gerente.

No fim das contas, o grupo, surpreendentemente, está disposto a aceitar as mesas menores. Aparentemente, todos os outros restaurantes na área os mandaram embora só porque pareciam que iam causar problemas! Os jovens se divertem muito, deixam uma boa gorjeta e ainda elogiam [Sim] e o atendimento ao gerente. A sua calma na hora de tomar uma decisão difícil rende a [Sim] uma promoção a Garçonete, onde seu desempenho sob pressão, com certeza, será muito útil.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Garçonete.

[Sim] vai até os jovens e explica que o restaurante está muito movimentado naquela noite e que, provavelmente, não haverá espaço para o grupo todo.

"Bem, e todo aquele espaço ali?" um deles pergunta, apontando para a área próxima ao grupo de idosos. [Sim] olha, gagueja, olha de novo e perde a paciência, dizendo mais uma vez que não há lugar e pedindo para que eles saiam. O grupo fica furioso e um deles pede para falar com o gerente. [Sim] relutantemente vai buscar seu chefe, que rapidamente resolve a situação dividindo o grupo entre duas mesas menores e aplacando sua ira juvenil com alguns aperitivos de graça. Por não conseguir encontrar uma solução para o problema, [Sim] perde 2 pontos de Criatividade.

Penalidade:
Habilidade Criatividade-2 pontos de habilidade em Criatividade.

Cartão de oportunidade — Nível 4: Anfitrião
15% de chance de acontecer
É o pior pesadelo de qualquer restaurante: um grupo de 25 adolescentes sem reservas. Eles apareceram à porta sem aviso e estão a ficar irrequietos enquanto esperam pela mesa.

Nesta altura, já começam a importunar os outros clientes. [Sim] podia dizer-lhes que não há mesa e rezar para que eles não façam uma cena, ou pode arranjar espaço pedindo àquele grupo de idosos que tem estado a servir para se irem embora. (Não pedem nada há 40 minutos!) Quem se vai embora?

Os Avós Aqueles Miúdos Terríveis

Com um sorriso amarelo, [Sim] aproxima-se da mesa cheia de gente simpática e espera não os ofender. Ao que parece são novos na vizinhança e não sabem onde encontrar um bom hotel.

Por coincidência, o primo do [Sim] trabalha num hotel próximo, por isso pode dar-lhes um número de telefone e um excelente preço por irem recomendados. Feliz da vida o grupo prepara-se para sair e dá ao [Sim] uma gratificação MUITO BOA. O [Sim] senta imediatamente o grupo de adolescentes muito gratos e no final da noite tem nas mãos um recorde absoluto de § 400 em gratificações e alguns clientes muito satisfeitos.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §400.

[Sim] aproxima-se do grupo de idosos e tenta explicar-lhes a situação. Mas tem sido um dia difícil e o [Sim] não tem tanta atenção ao tom de voz como deveria.

Os clientes ofendem-se, chamando-lhe a atenção para o facto de terem gasto bastante dinheiro e que agora estão a tirar partido dos cafés à discrição. Chamam a chefe do [Sim] e ele é censurado por não ter consideração por "alguns dos nossos melhores clientes"! No fim da noite, a chefe do [Sim] chama-o e diz-lhe que ele não está realmente preparado para a restauração. [Sim] é despromovido a Supervisor de Turno de Comida Rápida.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Supervisor de Turno de Comida Rápida.

[Sim] decide que não é possível conseguir uma mesa para sentar o grupo inteiro e, a contragosto, dirige-se para eles. Como alternativa, [Sim] oferece-lhes duas mesas mais pequenas e entradas gratuitas (cortesia do stock de entradas de "emergência" da gerente).

Surpreendentemente, o grupo aceita mesas mais pequenas. Ao que parece todos os outros restaurantes da zona recusaram-lhes a entrada por parecerem arruaceiros! Os adolescentes divertem-se imenso, dão uma boa gratificação e um deles dá os parabéns à gerente do [Sim]. A sua decisão ponderada traz-lhe uma promoção a empregado de mesa, onde a sua calma debaixo de fogo será muito útil.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Garçom/Garçonete.

[Sim] aproxima-se dos adolescentes e explica que tem sido uma noite muito movimentada e que provavelmente não terão mesa para o grupo inteiro.

"Bem, o que é aquela mesa ali?" pergunta um, apontando para uma mesa perto do grupo de idosos. Sem resposta, [Sim] pede-lhes novamente para sair e o grupo fica furioso. Alguém pede para falar com a gerente. Com relutância, [Sim] vai buscar a gerente, que rapidamente acalma a situação dividindo o grupo em dois grupos menores e oferecendo-lhes entradas gratuitas. [Sim] perde 2 pontos de Criatividade por não conseguir encontrar uma solução melhor para o problema.

Penalidade:
Habilidade Criatividade-2 pontos de habilidade em Criatividade.

Cartão de oportunidade — Nível 4: Anfitriã
15% de chance de acontecer
É o pior pesadelo de qualquer restaurante: um grupo de 25 adolescentes sem reservas. Eles apareceram à porta sem aviso e estão a ficar irrequietos enquanto esperam pela mesa.

Nesta altura, já começam a importunar os outros clientes. [Sim] podia dizer-lhes que não há mesa e rezar para que eles não façam uma cena, ou pode arranjar espaço pedindo àquele grupo de idosos que tem estado a servir para se irem embora. (Não pedem nada há 40 minutos!) Quem se vai embora?

Os Avós Aqueles Miúdos Terríveis

Com um sorriso amarelo, [Sim] aproxima-se da mesa cheia de gente simpática e espera não os ofender. Ao que parece são novos na vizinhança e não sabem onde encontrar um bom hotel.

Por coincidência, o primo da [Sim] trabalha num hotel próximo, por isso pode dar-lhes um número de telefone e um excelente preço por irem recomendados. Feliz da vida o grupo prepara-se para sair e dá à [Sim] uma gratificação MUITO BOA. A [Sim] senta imediatamente o grupo de adolescentes muito gratos e no final da noite tem nas mãos um recorde absoluto de § 400 em gratificações e alguns clientes muito satisfeitos.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §400.

[Sim] aproxima-se do grupo de idosos e tenta explicar-lhes a situação. Mas tem sido um dia difícil e a [Sim] não tem tanta atenção ao tom de voz como deveria.

Os clientes ofendem-se, chamando-lhe a atenção para o facto de terem gasto bastante dinheiro e que agora estão a tirar partido dos cafés à discrição. Chamam o chefe da [Sim] e ela é censurada por não ter consideração por "alguns dos nossos melhores clientes"! No fim da noite, o chefe da [Sim] chama-a e diz-lhe que ela não está realmente preparada para a restauração. [Sim] é despromovida a Supervisora de Turno de Comida Rápida.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Supervisora de Turno de Comida Rápida.

[Sim] decide que não é possível conseguir uma mesa para sentar o grupo inteiro e, a contragosto, dirige-se para eles. Como alternativa, [Sim] oferece-lhes duas mesas mais pequenas e entradas gratuitas (cortesia do stock de entradas de "emergência" do gerente).

Surpreendentemente, o grupo aceita mesas mais pequenas. Ao que parece todos os outros restaurantes da zona recusaram-lhes a entrada por parecerem arruaceiros! Os adolescentes divertem-se imenso, dão uma boa gratificação e um deles dá os parabéns ao gerente da [Sim]. A sua decisão ponderada traz-lhe uma promoção a empregada de mesa, onde a sua calma debaixo de fogo será muito útil.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Garçom/Garçonete.

[Sim] aproxima-se dos adolescentes e explica que tem sido uma noite muito movimentada e que provavelmente não terão mesa para o grupo inteiro.

"Bem, o que é aquela mesa ali?" pergunta um, apontando para uma mesa perto do grupo de idosos. Sem resposta, [Sim] pede-lhes novamente para sair e o grupo fica furioso. Alguém pede para falar com o gerente. Com relutância, [Sim] vai buscar o gerente, que rapidamente acalma a situação dividindo o grupo em dois grupos menores e oferecendo-lhes entradas gratuitas. [Sim] perde 2 pontos de Criatividade por não conseguir encontrar uma solução melhor para o problema.

Penalidade:
Habilidade Criatividade-2 pontos de habilidade em Criatividade.

Nível 5

Cartão de oportunidade — Nível 5: Garçom
85% de chance de acontecer
Aquele bando de homens babando lá fora só pode significar uma coisa... A belíssima estrela Lucciana Curvilini resolveu jantar no restaurante de [Sim]!
[Sim] acaba tendo a honra, ainda que ingrata, de servir Lucciana e ela, com certeza, está fazendo um bom trabalho em mantê-lo ocupado. Mas os problemas de [Sim] realmente começam quando ela pede por um copo d'água. Obviamente, não poderia ser qualquer água. Ela exige uma marca caríssima, 'Vaporis Della'acqua', que só é vendida em uma única e mísera loja em toda SimCity.
Como os outros funcionários parecem estar muito ocupados com todos os clientes e jornalistas que apareceram para jantar perto da estrela, parece que é [Sim] quem vai ter de resolver a situação.
Ele deve cumprir os caprichos de Lucciana e perder as gorjetas das outras mesas que estava atendendo ou enganar a estrela com um copo de água de torneira?
Hora de ir às compras. Vai de torneira mesmo

[Sim] tem uma quedinha por Lucciana, embora nunca tenha dito isso a ninguém. Portanto, sair correndo no meio da noite para comprar uma garrafinha de água para ela seria um prazer.
Para sua felicidade, não há fila na loja de bebidas, então ele consegue voltar ao restaurante em apenas 15 minutos. Lucciana imediatamente percebe o ocorrido, já que [Sim] é o único garçom vermelho e esbaforido no restaurante, e pisca para ele por trás de seus cabelos incrivelmente negros.
No fim da noite, Lucciana pára[sic] para conversar um pouco com [Sim] e, quando descobre que ele está tentando uma oportunidade no mundo da culinária, ela generosamente lhe oferece uma vaga em um de seus novos restaurantes na cidade.
[Sim] acaba de ser promovido a Cozinheiro!

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Cozinheiro.

Sonhando com uma gorjeta astronômica, [Sim] entrega suas mesas a outro garçom e sai correndo pela noite como um alucinado.
Para sua infelicidade, a loja de bebidas está lotada e ele tem de esperar mais do que gostaria por sua compra. Impaciente, assim que pega o troco das mãos da caixa, [Sim] agarra uma das sacolas sobre o balcão e sai em disparada, sem perceber que está levando a sacola errada!
Ao chegar ao restaurante, [Sim] finalmente se dá conta do ocorrido enquanto olha incrédulo para a garrafa de água barata que trouxe por engano. Ele decide tentar servir a água errada assim mesmo em vez de admitir o seu erro. Lucciana, porém, nota a diferença facilmente e fica furiosa por [Sim] ter tentado enganá-la. Ela se recusa a pagar pela água e vai embora sem deixar gorjeta.
[Sim] têm um prejuízo de §300, já que pagou pela água com seu próprio dinheiro.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §300 do patrimônio familiar.

[Sim] entra na cozinha e pergunta se alguém já experimentou a tal água caríssima que Lucciana está exigindo. "Vaporis Dell'acqua? Já bebi. Pra mim, tem o mesmo gosto de água da torneira com um pouquinho de suco de maçã." diz um dos cozinheiros.
[Sim] levanta uma sobrancelha e divaga por alguns segundos sobre o porque de algo com esse gosto custar tão caro, ou ser tão especial, antes de sair em disparada para a despensa. Ele volta rapidamente com uma garrafa de suco de maçã e enche algumas taças com água da torneira. Antes de levar as taças até a mesa, ele completa cada uma com um pouco do suco.
[Sim] prende a respiração enquanto Lucciana toma um gole. Contra todas as expectativas, ela sorri, sem perceber que acaba de ser enganada! Ela joga seu cabelo faceiramente e agradece a [Sim] pelo esforço em atender seu pedido.
Quando a estrela e seu séqüito[sic] de 30 pessoas finalmente vai embora, [Sim] descobre que Lucciana deixou para ele um guardanapo autografado... e uma gorjeta positivamente astronômica de §500!

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §500.

[Sim] decide que ele tem coisas mais importantes a fazer para se preocupar com os caprichos esquizofrênicos de uma estrela de novelas. Depois de cuidar das suas outras mesas, ele coloca água da torneira em algumas taças elegantes, espreme uma gota de suco de limão em cada uma, e as leva com cerimônia até a mesa.
Lucciana pega sua taça, toma um gole... e cospe, molhando todos em sua mesa. Ficando vermelha, Lucciana gagueja "Têm limão nessa água? Eu sou ALÉRGICA a limão!"
Enquanto Lucciana começa a respirar com dificuldade, seus acompanhantes partem rapidamente para seguir sua líder até o hospital, deixando para trás o caos e a conta sem ser paga.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 5: Garçonete
85% de chance de acontecer
Aquela fila de garotas desmaiadas lá fora só pode significar uma coisa... O galã arrasador de corações Roberto Simtoro[4] resolveu jantar no restaurante de [Sim]!
[Sim] acaba tendo a honra, ainda que ingrata, de servir Roberto e ele, com certeza, está fazendo um bom trabalho em mantê-la ocupada. Mas os problemas de [Sim] realmente começam quando ele pede por um copo d'água. Obviamente, não poderia ser qualquer água. Ele exige uma marca caríssima, 'Vaporis Della'acqua', que só é vendida em uma única e mísera loja em toda SimCity.
Como os outros funcionários parecem estar muito ocupados com todos os clientes e jornalistas que apareceram para jantar perto do astro, parece que é [Sim] quem vai ter de resolver a situação.
Ela deve cumprir os caprichos de Roberto e perder as gorjetas das outras mesas que estava atendendo ou enganar o astro com um copo de água de torneira?
Hora de ir às compras. Vai de torneira mesmo

[Sim] tem uma quedinha por Roberto, embora nunca tenha dito isso a ninguém. Portanto, sair correndo no meio da noite para comprar uma garrafinha de água para ele seria um prazer.
Para sua felicidade, não há fila na loja de bebidas, então ela consegue voltar ao restaurante em apenas 15 minutos. Roberto imediatamente percebe o ocorrido, já que [Sim] é a única garçonete vermelha e esbaforida no restaurante, e pisca para ela por trás de seus cabelos longos, loiros e incrivelmente afeminados.
No fim da noite, Roberto pára para conversar um pouco com [Sim] e, quando descobre que ela está tentando uma oportunidade no mundo da culinária, ele generosamente lhe oferece uma vaga em um de seus novos restaurantes na cidade.
[Sim] acaba de ser promovida a Cozinheira!

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Cozinheiro.

Sonhando com uma gorjeta astronômica, [Sim] entrega suas mesas a outro garçom e sai correndo pela noite como uma alucinada.
Para sua infelicidade, a loja de bebidas está lotada e ela tem de esperar mais do que gostaria por sua compra. Impaciente, assim que pega o troco das mãos da caixa, [Sim] agarra uma das sacolas sobre o balcão e sai em disparada, sem perceber que está levando a sacola errada!
Ao chegar ao restaurante, [Sim] finalmente se dá conta do ocorrido enquanto olha incrédula para a garrafa de água barata que trouxe por engano. Ela decide tentar servir a água errada assim mesmo em vez de admitir o seu erro. Roberto, porém, nota a diferença facilmente e fica furioso por [Sim] ter tentado enganá-lo. Ele se recusa a pagar pela água e vai embora sem deixar gorjeta.
[Sim] têm um prejuízo de §300, já que pagou pela água com seu próprio dinheiro.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §300 do patrimônio familiar.

[Sim] entra na cozinha e pergunta se alguém já experimentou a tal água caríssima que Roberto está exigindo. "Vaporis Dell'acqua? Já bebi. Pra mim, tem o mesmo gosto de água da torneira com um pouquinho de suco de maçã." diz um dos cozinheiros.
[Sim] levanta uma sobrancelha e divaga por alguns segundos sobre o porque de algo com esse gosto custar tão caro, ou ser tão especial, antes de sair em disparada para a despensa. Ela volta rapidamente com uma garrafa de suco de maçã e enche algumas taças com água da torneira. Antes de levar as taças até a mesa, ela completa cada uma com um pouco do suco.
[Sim] prende a respiração enquanto Roberto toma um gole. Contra todas as expectativas, ele sorri, sem perceber que acaba de ser enganado! Ele usa seu famoso sorriso registrado e agradece a [Sim] pelo esforço em atender seu pedido.
Quando o astro e seu séqüito[sic] de 30 pessoas finalmente vai embora, [Sim] descobre que Roberto deixou para ela um guardanapo autografado... e uma gorjeta positivamente astronômica de §500!

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §500.

[Sim] decide que ela tem coisas mais importantes a fazer para se preocupar com os caprichos esquizofrênicos de um astro de novelas. Depois de cuidar das suas outras mesas, ela coloca água da torneira em algumas taças elegantes, espreme uma gota de suco de limão em cada uma, e as leva com cerimônia até a mesa.
Roberto pega sua taça, toma um gole... e cospe, molhando todos em sua mesa. Ficando vermelho, Roberto gagueja "Têm limão nessa água? Eu sou ALÉRGICO a limão!"
Enquanto Roberto começa a respirar com dificuldade, seus acompanhantes partem rapidamente para seguir seu líder até o hospital, deixando para trás o caos e a conta sem ser paga.
Estarrecido com a atitude de [Sim] seu chefe a demite na hora.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 5: Empregado de Mesa
85% de chance de acontecer
Aquele grupo de homens apaixonados lá fora só pode significar uma coisa, a sereia encantadora Paula Plumbbob chegou ao restaurante do [Sim]! [Sim] tem a honra dúbia de servir a Paula, e ela sem dúvida que o mantém ocupado. Ela agora está a pedir uma marca muito cara de água, "Vapour", que se vende apenas num único lugar de toda a SimCity. Como os cozinheiros estão ocupados, cabe ao [Sim] ir buscar a água. Ele deve ir buscar a água a correr e abandonar todas as gratificações das mesas que tem estado a servir, ou deve secretamente substituir a água especial da Paula por água da torneira?
Ir Buscar Dar-lhe Água da Torneira

[Sim] está um pouco caído pela Paula, embora nunca o admitisse a ninguém, e não se importa de correr pela noite por ela. Não há fila na loja de bebidas, por isso ele está de volta ao restaurante em 15 minutos. A Paula consegue dar imediatamente pela diferença e pisca o olho ao [Sim] por entre o seu cabelo incrivelmente moreno. No final da noite, a Paula pára[sic] para conversar um pouco com o [Sim], e quando ela descobre que ele está a tentar ser cozinheiro, oferece-se generosamente para lhe dar emprego num dos seus novos restaurantes. [Sim] é promovido a Ajudante de Cozinha!

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Ajudante de Cozinha.

Na esperança de uma gratificação monstruosa, [Sim] entrega as suas mesas a um colega e corre pela noite fora. A loja de bebidas está cheia de gente e ele tem de esperar mais do que contava para comprar a água. Assim que tem os sacos na mão, parte a correr sem confirmar o pedido, não percebendo que, sem querer, pediu a marca errada! No restaurante, [Sim] decide servir a água errada, preferindo não admitir o seu erro. No entanto, a Paula sabe ver facilmente a diferença, e fica furiosa por o [Sim] a tentar enganar. Ela recusa-se a pagar a água ou a deixar uma gratificação, e o [Sim] dá por si com 300 Simoleões a menos.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §300 do patrimônio familiar.

Na cozinha, um colega dá um conselho ao [Sim]: "Vapour? Já bebi disso. Parece água da torneira com um bocadinho de sumo de maçã." Eles olham um para o outro e depois correm para a despensa, voltando com uma garrafa de sumo de maçã na mão. [Sim] enche alguns copos com água da torneira e deita um pouco de sumo em cada copo antes de os levar à Paula. Ele sustém a respiração enquanto a Paula bebe um golo e, maravilha das maravilhas, ela não percebe! Ela atira o cabelo para trás e agradece ao [Sim] por ter feito aquela viagem especialmente para ela. Quando o grupo de 30 pessoas se vai embora, [Sim] descobre que a Paula lhe deixou um guardanapo autografado. . . e uma gratificação absolutamente astronómica de 500 Simoleões!

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §500.

[Sim] tem demasiadas coisas para preocupar, sem ter de lhes juntar as exigências irrazoáveis da Paula. Depois de tratar das outras mesas, ele enche um copo com água da torneira e junta-lhe umas gotas de limão e leva-o, sem cerimónias, aos VIPs. Paula pega no copo, bebe um pouco. . . e cospe a água, borrifando toda a gente da mesa. Vermelha, Paula balbucia, "Há limões nesta água? Eu sou ALÉRGICA a limão!" Quando a Paula começa a ter dificuldades em respirar, o grupo leva-a imediatamente para o hospital, deixando atrás de si o caos e uma conta por pagar. Desolada, a chefe do [Sim] despede-o imediatamente.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 5: Empregado de Mesa
85% de chance de acontecer
Aquele grupo de mulheres apaixonadas lá fora só pode significar uma coisa, o quebra-corações adolescente Simão Simmy chegou ao restaurante da [Sim]! [Sim] tem a honra dúbia de servir o Simão, e ele sem dúvida que a mantém ocupada. Ele agora está a pedir uma marca muito cara de água, "Vapour", que se vende apenas num único lugar de toda a SimCity. Como os cozinheiros estão ocupados, cabe à [Sim] ir buscar a água. Ela deve ir buscar a água a correr e abandonar todas as gratificações das mesas que tem estado a servir, ou deve secretamente substituir a água especial do Simão por água da torneira?
Ir Buscar Dar-lhe Água da Torneira

[Sim] está um pouco caída pelo Simão, embora nunca o admitisse a ninguém, e não se importa de correr pela noite por ele. Não há fila na loja de bebidas, por isso ela está de volta ao restaurante em 15 minutos. O Simão consegue dar imediatamente pela diferença e pisca o olho à [Sim] por entre o seu longo cabelo louro (e bastante efeminado). No final da noite, o Simão pára[sic] para conversar um pouco com a [Sim], e quando ele descobre que ela está a tentar ser cozinheira, oferece-se generosamente para lhe dar emprego num dos seus novos restaurantes. [Sim] é promovida a Ajudante de Cozinha!

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Ajudante de Cozinha.

Na esperança de uma gratificação monstruosa, [Sim] entrega as suas mesas a uma colega e corre pela noite fora. A loja de bebidas está cheia de gente e ela tem de esperar mais do que contava para comprar a água. Assim que tem os sacos na mão, parte a correr sem confirmar o pedido, não percebendo que, sem querer, pediu a marca errada! No restaurante, [Sim] decide servir a água errada, preferindo não admitir o seu erro. No entanto, o Simão sabe ver facilmente a diferença, e fica furioso por a [Sim] o tentar enganar. Ele recusa-se a pagar a água ou a deixar uma gratificação, e a [Sim] dá por si com 300 Simoleões a menos.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §300 do patrimônio familiar.

Na cozinha, uma colega dá um conselho à [Sim]: "Vapour? Já bebi disso. Parece água da torneira com um bocadinho de sumo de maçã." Elas olham uma para a outra e depois correm para a despensa, voltando com uma garrafa de sumo de maçã na mão. [Sim] enche alguns copos com água da torneira e deita um pouco de sumo em cada copo antes de os levar ao Simão. Ela sustém a respiração enquanto o Simão bebe um golo e, maravilha das maravilhas, ele não percebe! Ele lança-lhe o seu sorriso marca-registada e agradece à [Sim] por ter feito aquela viagem especialmente para ele. Quando o grupo de 30 pessoas se vai embora, a [Sim] descobre que o Simão lhe deixou um guardanapo autografado. . . e uma gratificação absolutamente astronómica de 500 Simoleões!

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §500.

[Sim] tem demasiadas coisas para preocupar, sem ter de lhes juntar as exigências irrazoáveis do Simão. Depois de tratar das outras mesas, ela enche um copo com água da torneira e junta-lhe umas gotas de limão e leva-o, sem cerimónias, aos VIPs. Simão pega no copo, bebe um pouco. . . e cospe a água, borrifando toda a gente da mesa. Vermelho, Simão balbucia, "Há limões nesta água? Eu sou ALÉRGICO a limão!" Quando o Simão começa a ter dificuldades em respirar, o grupo leva-o imediatamente para o hospital, deixando atrás de si o caos e uma conta por pagar. Desolado, o chefe da [Sim] despede-a imediatamente.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Nível 6

Cartão de oportunidade — Nível 6: Cozinheiro
85% de chance de acontecer
Uma socialite local contratou o restaurante em que [Sim] trabalha para cuidar do buffet do casamento de sua filha com um rico executivo estrangeiro.

Mas logo que as primeiras exigências do tipo "Ai, vocês podem fazer, assim, uns 500 cisnes em miniatura com pasta de coco?" ou "Eu acho que ia ficar o máximo se vocês conseguissem umas folhas de alface fúcsia para as saladas." começam a chegar, o pânico se espalha entre todos os funcionários. O gerente está tão ocupado tentando convencer os clientes de que alfaces fúcsia não existem que, quando [Sim] pergunta sobre qual sopa preparar, ele responde lacônico "Surpreenda-me...". Escolhas, escolhas... [Sim] decide que as melhores sopas em seu cardápio são a Sopa de Casamento Italiana e a menos tradicional Sopa de Hibisco da Louisiana. E agora, qual das duas sopas ele deve preparar?

Sopa de Casamento Italiana Hibisco da Louisiana

Já que até hoje só teve a oportunidade de servir sua Sopa de Casamento Italiana em bar mitzvahs e formaturas, [Sim] decide corrigir essa ironia. Mas assim que os convidados chegam, [Sim] nota que o noivo e toda a sua família são italianos e teme que sua criação não seja 'italiana' o bastante para o gosto deles.

[Sim] ansiosamente torce o avental enquanto espia por trás de uma coluna, esperando para ver a reação dos convidados... e a sopa é um sucesso absoluto. "Fantástica!" exclama o pai do noivo, que em seguida insiste em conhecer o chefe responsável pela sopa. [Sim] é muito elogiado, e o patriarca da família informa que faz questão de ter os seus serviços em todas as reuniões de sua empresa a partir de agora. Eufóricos com os novos negócios, os patrões de [Sim] lhe dão uma boa porcentagem nos lucros do novo contrato. Ele ganha §2.000 e 1 ponto de Culinária por sua excelente criação.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §2.000.
Habilidade Culinária+1 ponto de habilidade em Culinária.

Escolhendo a opção mais segura, [Sim] decide que é melhor ficar com a Sopa de Casamento Italiana. Não é uma opção muito criativa, mas é uma tradição. Ele prepara a sopa com primor e está tão orgulhoso do resultado que insiste em levá-la pessoalmente para servir aos convidados.

Enquanto caminha carregando o enorme caldeirão fumegante, [Sim] vê a noiva... e para seu espanto, ela não é ninguém menos que sua antiga paixão da escola! Distraído com a coincidência, [Sim] acidentalmente vira o caldeirão, fazendo com que a quase fervente sopa escorra pela mesa de sobremesas, transformando num instante 500 cisnes de coco numa papa branca e nada apetitosa. Aterrorizado e envergonhado, [Sim] sai correndo do salão. Seu chefe não o demite, mas [Sim] concorda em pagar §1.000 como reembolso aos clientes por sua falta de cuidado.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §1.000 dos fundos familiares.

Servir a Sopa de Casamento Italiana em um casamento é tão... Óbvio! [Sim] prefere surpreender a todos com um pouco de criatividade. Ele seleciona peixes e frutos do mar bem fresquinhos e se prepara para criar uma sinfonia culinária.

Mas antes que possa começar, ele é interrompido pelo desesperado organizador do casamento. "Algum de vocês sabe fazer sushi? Eu estraguei tudo e agora os clientes estão furiosos!" [Sim] é conhecido por fazer um sushi Godzilla excelente, então ele resolve aceitar o desafio. Ele pega os peixes e os frutos do mar que havia separado para a sopa, uma grande panela de arroz, uma faca afiada e se instala no salão principal, preparando sushis e sashimis a pedidos. Os sushis de [Sim] fazem muito sucesso e a demanda é tão grande que ele acaba impressionando um dos convidados, que por acaso tem planos para abrir um restaurante oriental na cidade nos próximos meses. O homem de negócios oferece a ele a posição de Cozinheiro-Chefe em seu novo estabelecimento. E [Sim] aceita a oferta com prazer!

Recompensas:
Lembrança - Promoção Promoção a Subchef.

A comida típica do sul dos Estados Unidos tem um lugar especial no coração de [Sim], então ele decide favorecer o seu próprio gosto e preparar um grande caldeirão de sopa de Hibisco da Louisiana.

Ele coloca tudo o que consegue encontrar na sopa... há mais frutos do mar no caldeirão do que em um aquário ornamental! Mas em sua empolgação culinária, [Sim] se esquece dos recentes problemas de intoxicação alimentar que os restaurantes de frutos do mar da cidade têm enfrentado. Quando a Sopa de Hibisco da Louisiana é finalmente servida à multidão faminta de convidados do casamento, ela parece simplesmente desaparecer em segundos. E não demora muito mais do que isto para que o noivo vomite no vestido da noiva. O problema de intoxicação se propaga rapidamente entre todos os convidados, que são levados às pressas para o hospital mais próximo. [Sim] acaba levando a culpa pela sopa e por todos os problemas, perdendo o emprego e 1 ponto de Culinária.

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.
Habilidade Culinária-1 ponto de habilidade em Culinária.

Cartão de oportunidade — Nível 6: Cozinheira
85% de chance de acontecer
Uma socialite local contratou o restaurante em que [Sim] trabalha para cuidar do buffet do casamento de sua filha com um rico executivo estrangeiro.

Mas logo que as primeiras exigências do tipo "Ai, vocês podem fazer, assim, uns 500 cisnes em miniatura com pasta de coco?" ou "Eu acho que ia ficar o máximo se vocês conseguissem umas folhas de alface fúcsia para as saladas." começam a chegar, o pânico se espalha entre todos os funcionários. O gerente está tão ocupado tentando convencer os clientes de que alfaces fúcsia não existem que, quando [Sim] pergunta sobre qual sopa preparar, ele responde lacônico "Surpreenda-me...". Escolhas, escolhas... [Sim] decide que as melhores sopas em seu cardápio são a Sopa de Casamento Italiana e a menos tradicional Sopa de Hibisco da Louisiana. E agora, qual das duas sopas ela deve preparar?

Sopa de Casamento Italiana Hibisco da Louisiana

Já que até hoje só teve a oportunidade de servir sua Sopa de Casamento Italiana em bar mitzvahs e formaturas, [Sim] decide corrigir essa ironia. Mas assim que os convidados chegam, [Sim] nota que o noivo e toda a sua família são italianos e teme que sua criação não seja 'italiana' o bastante para o gosto deles.

[Sim] ansiosamente torce o avental enquanto espia por trás de uma coluna, esperando para ver a reação dos convidados... e a sopa é um sucesso absoluto. "Fantástica!" exclama o pai do noivo, que em seguida insiste em conhecer o chefe responsável pela sopa. [Sim] é muito elogiada, e o patriarca da família informa que faz questão de ter seus serviços em todas as reuniões de sua empresa a partir de agora. Eufóricos com os novos negócios, os patrões de [Sim] lhe dão uma boa porcentagem nos lucros do novo contrato. Ela ganha §2.000 e 1 ponto de Culinária por sua excelente criação.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §2.000.
Habilidade Culinária+1 ponto de habilidade em Culinária.

Escolhendo a opção mais segura, [Sim] decide que é melhor ficar com a Sopa de Casamento Italiana. Não é uma opção muito criativa, mas é uma tradição. Ela prepara a sopa com primor e está tão orgulhosa do resultado que insiste em levá-la pessoalmente para servir aos convidados.

Enquanto caminha carregando o enorme caldeirão fumegante, [Sim] vê o noivo... e para seu espanto, ele não é ninguém menos que sua antiga paixão da escola! Distraída com a coincidência, [Sim] acidentalmente vira o caldeirão, fazendo com que a quase fervente sopa escorra pela mesa de sobremesas, transformando num instante 500 cisnes de coco numa papa branca e nada apetitosa. Aterrorizada e envergonhada, [Sim] sai correndo do salão. Seu chefe não a demite, mas [Sim] concorda em pagar §1.000 como reembolso aos clientes por sua falta de cuidado.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §1.000 dos fundos familiares.

Servir a Sopa de Casamento Italiana em um casamento é tão... Óbvio! [Sim] prefere surpreender a todos com um pouco de criatividade. Ela seleciona peixes e frutos do mar bem fresquinhos e se prepara para criar uma sinfonia culinária.

Mas antes que possa começar, ela é interrompida pelo desesperado organizador do casamento. "Algum de vocês sabe fazer sushi? Eu estraguei tudo e agora os clientes estão furiosos!" [Sim] é conhecida por fazer um sushi Godzilla excelente, então ela resolve aceitar o desafio. Ela pega os peixes e os frutos do mar que havia separado para a sopa, uma grande panela de arroz, uma faca afiada e se instala no salão principal, preparando sushis e sashimis a pedidos. Os sushis de [Sim] fazem muito sucesso e a demanda é tão grande que ela acaba impressionando um dos convidados, que por acaso tem planos para abrir um restaurante oriental na cidade nos próximos meses. O homem de negócios oferece a ela a posição de Cozinheiro-Chefe em seu novo estabelecimento. E [Sim] aceita a oferta com prazer!

Recompensas:
Lembrança - Promoção Promoção a Subchef.

A comida típica do sul dos Estados Unidos tem um lugar especial no coração de [Sim], então ela decide favorecer o seu próprio gosto e preparar um grande caldeirão de sopa de Hibisco da Louisiana.

Ela coloca tudo o que consegue encontrar na sopa... há mais frutos do mar no caldeirão do que em um aquário ornamental! Mas em sua empolgação culinária, [Sim] se esquece dos recentes problemas de intoxicação alimentar que os restaurantes de frutos do mar da cidade têm enfrentado. Quando a Sopa de Hibisco da Louisiana é finalmente servida à multidão faminta de convidados do casamento, ela parece simplesmente desaparecer em segundos. E não demora muito mais do que isto para que o noivo vomite no vestido da noiva. O problema de intoxicação se propaga rapidamente entre todos os convidados, que são levados às pressas para o hospital mais próximo. [Sim] acaba levando a culpa pela sopa e por todos os problemas, perdendo o emprego e 1 ponto de Culinária.

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.
Habilidade Culinária-1 ponto de habilidade em Culinária.

Cartão de oportunidade — Nível 6: Ajudante de Cozinha
85% de chance de acontecer
Uma senhora da sociedade local contratou o seu restaurante para fazer o catering do casamento da filha com um comerciante rico da zona.

Este evento extravagante dá imediatamente dores de cabeça a todo o pessoal, as exigências vão desde o ridículo (500 cisnes em miniatura feitos de pasta de côco[sic]) ao impossível ("Consegue encontrar verduras azuis claras para as saladas?"). A chefe de cozinha está tão ocupada a satisfazer estas exigências que deixa a decisão sobre a sopa ("Surpreenda-nos!") nas mãos do [Sim]. Ele deve fazer uma Sopa Casamento à Italiana ou um exótico Gumbo da Luisiana?

Casamento à Italiana Gumbo do Luisiana

Como ele ainda só serviu a sua sopa Casamento à Italiana em bar mitzvahs e festas de formatura, [Sim] decide corrigir esta situação irónica.

Quando chega o grupo do casamento, [Sim] repara que a família é Italiana e, por momentos, teme que a sua criação não esteja à altura dos paladares da família. Ele torce o avental enquanto espreita de trás de uma coluna, à espera da reacção[sic]. . . e é um sucesso estrondoso. "Buonissima!" grita o pai da noiva, e insiste em conhecer o cozinheiro responsável pela sopa. [Sim] é muito louvado e o patriarca informa-o de que vai insistir nos serviços do [Sim] para todas as reuniões da sua empresa. Felicíssimos pelo negócio, os chefes do [Sim] dão-lhe uma boa fatia dos lucros desses novos eventos, ele ganha § 2.000 e 1 ponto de Cozinha pela sua deliciosa criação.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §2.000.
Habilidade Culinária+1 ponto de habilidade em Culinária.

Escolhendo a opção mais segura, [Sim] decide que prefere avançar com a sopa Casamento à Italiana. Pouco criativa, mas tradicional.

Ele prepara a sopa cuidadosamente e tem tanto orgulho nela que insiste em servi-la pessoalmente aos convidados. Quando ele está a trazer a grande terrina fumegante, [Sim] vê a noiva e percebe que é a sua antiga paixão dos tempos do liceu! Distraído, [Sim] inclina a terrina e a sopa quase a ferver cai sobre a mesa de sobremesas ao seu lado, transformando imediatamente os 500 cisnes de côco[sic] numa horrível pasta branca. Desolado e envergonhado, [Sim] sai a correr da sala. A sua chefe não o despede, mas [Sim] concorda em pagar § 1.000 do reembolso aos clientes pelo seu descuido.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §1.000 dos fundos familiares.

O Casamento à Italiana é tão. . . óbvio! [Sim] prefere surpreender a sua chefe com um pouco de criatividade.

Ele consegue encontrar algum marisco de primeira e começa a preparar a sua sinfonia culinária. No entanto, antes de começar, é interrompido pela desesperada organizadora do casamento. "Algum de vocês sabe fazer sushi? Eu cometi um erro terrível e os meus clientes estão furiosos!" Ora o [Sim] já fez alguns excelentes Rolos Godzilla e assim, com alguma apreensão, decide experimentar. Ele pega no marisco e instala-se na sala de jantar, a preparar sushi a pedido. Os serviços do [Sim] são um sucesso e há tanta procura que ele impressiona um dos convidados, que por acaso vai abrir um restaurante japonês de fusão nos próximos meses. O empresário oferece uma promoção ao [Sim] a Sub-chefe de Cozinha no seu novo restaurante e ele aceita de boa vontade!

Recompensas:
Lembrança - Promoção Promoção a Sub-chefe de Cozinha.

A cozinha Cajun tem um lugar especial no coração do [Sim], por isso ele decide agraciar o seu próprio paladar e confeccionar uma grande panela de Gumbo da Luisiana.

Ele atira tudo para dentro da panela, há mais vida aquática na sopa que num aquário! Mas o [Sim] está tão ocupado com as preparações que não se lembra dos problemas que as marisqueiras da zona estão a ter com clientes doentes. Quando o gumbo é apresentado aos convidados esfomeados, eles comem-no todo com prazer e pouco tempo depois o noivo vomita nos sapatos da noiva durante a primeira dança. É um desastre de proporções épicas e vários convidados vão parar ao hospital. [Sim] acaba por ficar com as culpas, graças ao seu maldito gumbo, perdendo o emprego e um ponto de Cozinha.

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.
Habilidade Culinária-1 ponto de habilidade em Culinária.

Cartão de oportunidade — Nível 6: Ajudante de Cozinha
85% de chance de acontecer
Uma senhora da sociedade local contratou o seu restaurante para fazer o catering do casamento da filha com um comerciante rico da zona.

Este evento extravagante dá imediatamente dores de cabeça a todo o pessoal, as exigências vão desde o ridículo (500 cisnes em miniatura feitos de pasta de côco) ao impossível ("Consegue encontrar verduras azuis claras para as saladas?"). O chefe de cozinha está tão ocupado a satisfazer estas exigências que deixa a decisão sobre a sopa ("Surpreenda-nos!") nas mãos da [Sim]. Ela deve fazer uma Sopa Casamento à Italiana ou um exótico Gumbo da Luisiana?

Casamento à Italiana Gumbo do Luisiana

Como ela ainda só serviu a sua sopa Casamento à Italiana em bar mitzvahs e festas de formatura, [Sim] decide corrigir esta situação irónica.

Quando chega o grupo do casamento, [Sim] repara que a família é Italiana e, por momentos, teme que a sua criação não esteja à altura dos paladares da família. Ela torce o avental enquanto espreita de trás de uma coluna, à espera da reacção[sic]. . . e é um sucesso estrondoso. "Buonissima!" grita o pai da noiva, e insiste em conhecer a cozinheira responsável pela sopa. [Sim] é muito louvada e o patriarca informa-a de que vai insistir nos serviços da [Sim] para todas as reuniões da sua empresa. Felicíssimos pelo negócio, os chefes da [Sim] dão-lhe uma boa fatia dos lucros desses novos eventos, ela ganha § 2.000 e 1 ponto de Cozinha pela sua deliciosa criação.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §2.000.
Habilidade Culinária+1 ponto de habilidade em Culinária.

Escolhendo a opção mais segura, [Sim] decide que prefere avançar com a sopa Casamento à Italiana. Pouco criativa, mas tradicional.

Ela prepara a sopa cuidadosamente e tem tanto orgulho nela que insiste em servi-la pessoalmente aos convidados. Quando ela está a trazer a grande terrina fumegante, [Sim] vê o noivo e percebe que é a sua antiga paixão dos tempos do liceu! Distraída, [Sim] inclina a terrina e a sopa quase a ferver cai sobre a mesa de sobremesas ao seu lado, transformando imediatamente os 500 cisnes de côco[sic] numa horrível pasta branca. Desolada e envergonhada, [Sim] sai a correr da sala. O seu chefe não a despede, mas [Sim] concorda em pagar § 1.000 do reembolso aos clientes pelo seu descuido.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §1.000 dos fundos familiares.

O Casamento à Italiana é tão. . . óbvio! [Sim] prefere surpreender o seu chefe com um pouco de criatividade.

Ela consegue encontrar algum marisco de primeira e começa a preparar a sua sinfonia culinária. No entanto, antes de começar, é interrompida pela desesperada organizadora do casamento. "Algum de vocês sabe fazer sushi? Eu cometi um erro terrível e os meus clientes estão furiosos!" Ora a [Sim] já fez alguns excelentes Rolos Godzilla e assim, com alguma apreensão, decide experimentar. Ela pega no marisco e instala-se na sala de jantar, a preparar sushi a pedido. Os serviços da [Sim] são um sucesso e há tanta procura que ela impressiona um dos convidados, que por acaso vai abrir um restaurante japonês de fusão nos próximos meses. O empresário oferece uma promoção à [Sim] a Sub-chefe de Cozinha no seu novo restaurante e ela aceita de boa vontade!

Recompensas:
Lembrança - Promoção Promoção a Sub-chefe de Cozinha.

A cozinha Cajun tem um lugar especial no coração da [Sim], por isso ela decide agraciar o seu próprio paladar e confeccionar uma grande panela de Gumbo da Luisiana.

Ela atira tudo para dentro da panela, há mais vida aquática na sopa que num aquário! Mas a [Sim] está tão ocupada com as preparações que não se lembra dos problemas que as marisqueiras da zona estão a ter com clientes doentes. Quando o gumbo é apresentado aos convidados esfomeados, eles comem-no todo com prazer e pouco tempo depois o noivo vomita nos sapatos da noiva durante a primeira dança. É um desastre de proporções épicas e vários convidados vão parar ao hospital. [Sim] acaba por ficar com as culpas, graças ao seu maldito gumbo, perdendo o emprego e um ponto de Cozinha.

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.
Habilidade Culinária-1 ponto de habilidade em Culinária.

Nível 7

Cartão de oportunidade — Nível 7: Subchef
85% de chance de acontecer
À medida que [Sim] ganha mais perícia em seu trabalho, ele também começa a organizar festas e jantares que lhe valem o respeito de seus amigos.

E um desses amigos, que trabalha na indústria editorial, sugere que [Sim] publique um livro de receitas para tornar seu nome conhecido do grande público. Ele até se compromete a conseguir um bom contrato junto a uma grande editora. Diante de tanta insistência, só resta a [Sim] escolher o tema das receitas contidas no livro. Ele pode se concentrar na cozinha oriental, uma de suas paixões, ou tentar algo no mercado de livros de receitas sem carboidratos, sem sódio e sem gosto. Qual o título do livro que [Sim] escreverá?

Delícias do Oriente Culinária sem Calorias

Recusando-se a "se vender" à moda das dietas, [Sim] compila um livro com algumas de suas receitas de inspiração oriental favoritas, simplesmente esperando pagar pelos custos do livro escrevendo sobre a sua paixão pela comida.

Ele investe o seu coração e sua alma no livro, entrelaçando anedotas e histórias curiosas que vivenciou desde que entrou no ramo da culinária com as receitas em si, dando ao texto muito mais personalidade. Livro lançado, [Sim] sente que cumpriu sua missão, mesmo não tendo criado um best seller. Mas, por um daqueles felizes acasos da vida, uma semana depois do lançamento do livro são publicados estudos científicos que mostram os benefícios da cozinha oriental para uma vida saudável e como ela pode ajudar Sims obesos a perder peso. Os Sims enfrentam filas nas livrarias para conseguir um exemplar do bem trabalhado livro de [Sim], transformando o livro em um sucesso esmagador. E [Sim] recebe 10.000 Simoleons referentes aos direitos autorais.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §10.000.

[Sim] recusa-se a descer ao nível daqueles livros de "dieta" que tentam se passar por culinária VERDADEIRA. Ele usa seu livro como uma espécie de tribuna, onde defende o sabor de um prato contra as poucas calorias, a qualidade da refeição contra a rapidez de preparo.

E provavelmente ele teria tido sucesso em sua empreitada, não fosse o descuido de revelar algumas das receitas "secretas" de seu restaurante na pressa de terminar o livro. [Sim] é processado pelo dono do restaurante, que vence a causa e força os editores a remover os livros das prateleiras. E mais do que o arranhão no orgulho, o episódio também faz com que ele ganhe uma fama de "pouco confiável" entre os donos de restaurante de SimCity. Levará algum tempo até que [Sim] consiga a chefia de uma cozinha novamente. [Sim] perde §5.000 em despesas legais e é rebaixado a Cozinheiro.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §5.000 dos fundos familiares.
Lembrança - Rebaixamento Rebaixado a Cozinheiro.

[Sim] é muito apegado às suas receitas pessoais para revelá-las ao grande público assim tão facilmente, então ele decide tentar criar novas receitas para um desses livros de cozinha sem calorias que vendem tão bem hoje em dia.

Para se dedicar ao livro, ele acaba tendo de parar de trabalhar por algum tempo, gastando parte de suas economias para viver. Mas durante este período, [Sim] descobre um lado inventivo de sua culinária que nunca havia percebido antes. Ele trabalha incessantemente em sua cozinha, do nascer até o pôr-do-sol, e ao final de cada dia dorme um sono satisfeito e agradável. Animado e inspirado, [Sim] compila um livro de receitas que mostra uma ousada variedade de gostos e estilos culinários. O livro obtém um sucesso modesto, mas o crescimento criativo de [Sim] durante suas breves férias foi substancial. [Sim] ganha §3.000 Simoleons de direitos autorais e 2 pontos de Criatividade.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §3.000.
Habilidade Criatividade+2 pontos de habilidade em Criatividade.

Preferindo um caminho mais fácil ao sucesso, e não tendo tempo para avaliar a besteira que estava fazendo, [Sim] opta pela praticidade e começa a trabalhar na obra de sua vida: "Culinária sem Calorias."

Infelizmente, por mais coloridas que sejam as fotos e ilustrações, não dá para atrair o público com receitas de macarrão instantâneo. Ao mesmo tempo em que seu livro é considerado um fracasso, uma publicação concorrente que prega o retorno à cozinha rica e aos gostos refinados está vendendo como água. Quem poderia imaginar que os Sims procuravam por pratos que tivessem algum gosto afinal? Por sorte, o livro de [Sim] consegue pagar seus custos e ele consegue sair desta aventura sem nenhum prejuízo financeiro. Por azar, todo o tempo em que passou promovendo o livro fez com que suas habilidades culinárias diminuíssem, e [Sim] perde 1 ponto de Culinária.

Penalidade:
Habilidade Criatividade-1 pontos de habilidade em Culinária.

Cartão de oportunidade — Nível 7: Subchef
85% de chance de acontecer
À medida que [Sim] ganha mais perícia em seu trabalho, ela também começa a organizar festas e jantares que lhe valem o respeito de seus amigos.

E um desses amigos, que trabalha na indústria editorial, sugere que [Sim] publique um livro de receitas para tornar seu nome conhecido do grande público. Ele até se compromete a conseguir um bom contrato junto a uma grande editora. Diante de tanta insistência, só resta a [Sim] escolher o tema das receitas contidas no livro. Ela pode se concentrar na cozinha oriental, uma de suas paixões, ou tentar algo no mercado de livros de receitas sem carboidratos, sem sódio e sem gosto. Qual o título do livro que [Sim] escreverá?

Delícias do Oriente Culinária sem Calorias

Recusando-se a "se vender" à moda das dietas, [Sim] compila um livro com algumas de suas receitas de inspiração oriental favoritas, simplesmente esperando pagar pelos custos do livro escrevendo sobre a sua paixão pela comida.

Ela investe o seu coração e sua alma no livro, entrelaçando anedotas e histórias curiosas que vivenciou desde que entrou no ramo da culinária com as receitas em si, dando ao texto muito mais personalidade. Livro lançado, [Sim] sente que cumpriu sua missão, mesmo não tendo criado um best seller. Mas, por um daqueles felizes acasos da vida, uma semana depois do lançamento do livro são publicados estudos científicos que mostram os benefícios da cozinha oriental para uma vida saudável e como ela pode ajudar Sims obesos a perder peso. Os Sims enfrentam filas nas livrarias para conseguir um exemplar do bem trabalhado livro de [Sim], transformando o livro em um sucesso esmagador. E [Sim] recebe 10.000 Simoleons referentes aos direitos autorais.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §10.000.

[Sim] recusa-se a descer ao nível daqueles livros de "dieta" que tentam se passar por culinária VERDADEIRA. Ela usa seu livro como uma espécie de tribuna, onde defende o sabor de um prato contra as poucas calorias, a qualidade da refeição contra a rapidez de preparo.

E provavelmente ela teria tido sucesso em sua empreitada, não fosse o descuido de revelar algumas das receitas "secretas" de seu restaurante na pressa de terminar o livro. [Sim] é processada pelo dono do restaurante, que vence a causa e força os editores a remover os livros das prateleiras. E mais do que o arranhão no orgulho, o episódio também faz com que ela ganhe uma fama de "pouco confiável" entre os donos de restaurante de SimCity. Levará algum tempo até que [Sim] consiga a chefia de uma cozinha novamente. [Sim] perde §5.000 em despesas legais e é rebaixada a Cozinheira.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §5.000 dos fundos familiares.
Lembrança - Rebaixamento Rebaixado a Cozinheiro.

[Sim] é muito apegada às suas receitas pessoais para revelá-las ao grande público assim tão facilmente, então ela decide tentar criar novas receitas para um desses livros de cozinha sem calorias que vendem tão bem hoje em dia.

Para se dedicar ao livro, ela acaba tendo de parar de trabalhar por algum tempo, gastando parte de suas economias para viver. Mas durante este período, [Sim] descobre um lado inventivo de sua culinária que nunca havia percebido antes. Ela trabalha incessantemente em sua cozinha, do nascer até o pôr-do-sol, e ao final de cada dia dorme um sono satisfeito e agradável. Animada e inspirada, [Sim] compila um livro de receitas que mostra uma ousada variedade de gostos e estilos culinários. O livro obtém um sucesso modesto, mas o crescimento criativo de [Sim] durante suas breves férias foi substancial. [Sim] ganha §3.000 Simoleons de direitos autorais e 2 pontos de Criatividade.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §3.000.
Habilidade Criatividade+2 pontos de habilidade em Criatividade.

Preferindo um caminho mais fácil ao sucesso, e não tendo tempo para avaliar a besteira que estava fazendo, [Sim] opta pela praticidade e começa a trabalhar na obra de sua vida: "Culinária sem Calorias."

Infelizmente, por mais coloridas que sejam as fotos e ilustrações, não dá para atrair o público com receitas de macarrão instantâneo. Ao mesmo tempo em que seu livro é considerado um fracasso, uma publicação concorrente que prega o retorno à cozinha rica e aos gostos refinados está vendendo como água. Quem poderia imaginar que os Sims procuravam por pratos que tivessem algum gosto afinal? Por sorte, o livro de [Sim] consegue pagar seus custos e ela consegue sair desta aventura sem nenhum prejuízo financeiro. Por azar, todo o tempo em que passou promovendo o livro fez com que suas habilidades culinárias diminuíssem, e [Sim] perde 1 ponto de Culinária.

Penalidade:
Habilidade Criatividade-1 pontos de habilidade em Culinária.

Cartão de oportunidade — Nível 7: Sub-chefe de Cozinha
85% de chance de acontecer
À medida que o [Sim] vai ganhando experiência, ele começa também a oferecer jantares que lhe dão o respeito dos amigos.

Um desses amigos, que é um editor, sugere que o [Sim] edite um livro de cozinha para tornar o seu nome mais conhecido, chegando a oferecer-lhe um bom contrato. Agora o [Sim] só tem de decidir qual o tipo de cozinha sobre a qual vai escrever o livro. Deverá concentrar-se nos pratos Asiáticos, uma das suas paixões, ou deve tentar entrar no mercado de cozinha sem carbonos, sem sódios e sem substância? Que livro deve ele escrever?

Delícias do Oriente Culinária sem Calorias

Recusando-se a "vender-se" às dietas da moda, [Sim] compila um livro com as suas receitas Asiáticas favoritas, esperando conseguir ter sucesso graças à sua paixão.

Ele põe corpo e alma naquele livro, espalhando histórias engraçadas pelo livro para lhe dar mais personalidade. Por coincidência, uma semana antes do lançamento do livro, são publicados estudos científicos que demonstram que a cozinha Asiática pode melhorar a saúde e ajudar os Sims a perder peso. O público adopta[sic] o delicioso volume do [Sim] aos molhos, e o trabalho é um êxito estrondoso. [Sim] ganha uns belos 10.000 Simoleões com o seu primeiro cheque de direitos de autor.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §10.000.

[Sim] recusa-se a descer ao nível daqueles livros de cozinha de "dieta" que são uma afronta à VERDADEIRA cozinha. Ele usa o livro como se fosse uma bancada de orador, onde louva o sabor sobre as calorias, a qualidade sobre a preparação rápida.

E teria sido um enorme sucesso, excepto[sic] que o [Sim], com a pressa de editar o livro, revelou acidentalmente alguns dos "segredos" do seu restaurante. Os seus empregadores processam-no e ganham, obrigando o editor a tirar o livro dos escaparates. Agora visto como não sendo de confiança, antes de voltar a ter uma posição de poder, o [Sim] tem de voltar a ganhar a confiança dos outros. [Sim] perde § 5.000 em custas de tribunal e é despromovido a Ajudante de Cozinha.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §5.000 dos fundos familiares.
Lembrança - Rebaixamento Rebaixado a Cozinheiro.

[Sim] gosta demasiado das suas receitas para as divulgar, por isso experimenta criar novas receitas na categoria de livros de cozinha sem confusões nem gordura que hoje em dia se vendem tão bem.

Ele acaba por precisar de algum tempo para experimentar e tem de usar as suas poupanças para se sustentar durante uns tempos. Durante esse período, descobre um lado criativo da sua cozinha que não sabia existir. Ele trabalha de manhã à noite na sua cozinha e cada dia dorme um sono feliz e satisfeito. Excitado e inspirado, [Sim] termina o livro de cozinha que apresenta uma ousada variedade de sabores e estilos de cozinhar. O livro é um êxito modesto, mas o desenvolvimento criativo do [Sim] durante estas curtas férias tem sido substancial. [Sim] ganha 3.000 Simoleões e 2 pontos de Criatividade.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §3.000.
Habilidade Criatividade+2 pontos de habilidade em Criatividade.

Preferindo uma estrada mais fácil para o sucesso, e sem tempo para pensar numa abordagem criativa, [Sim] faz uma escolha simples e começa a trabalhar no seu magnum opus, "Cozinha sem Calorias".

Infelizmente, a massa com esparguete não entusiasma o público, não importa como é apresentada. Entretanto, um livro de cozinha concorrente advoga um regresso à cozinha rica e aos sabores refinados, e vende como pãezinhos quentes. Quem adivinhava que os Sims queriam bons sabores? Por sorte, [Sim] consegue não perder dinheiro com o livro. Infelizmente, o tempo que passa a promover o livro fá-lo perder capacidades de cozinha, e ele perde 1 ponto de Cozinha.

Penalidade:
Habilidade Criatividade-1 pontos de habilidade em Culinária.

Cartão de oportunidade — Nível 7: Sub-chefe de Cozinha
85% de chance de acontecer
À medida que a [Sim] vai ganhando experiência, ela começa também a oferecer jantares que lhe dão o respeito dos amigos.

Um desses amigos, que é um editor, sugere que a [Sim] edite um livro de cozinha para tornar o seu nome mais conhecido, chegando a oferecer-lhe um bom contrato. Agora a [Sim] só tem de decidir qual o tipo de cozinha sobre a qual vai escrever o livro. Deverá concentrar-se nos pratos Asiáticos, uma das suas paixões, ou deve tentar entrar no mercado de cozinha sem carbonos, sem sódios e sem substância? Que livro deve ela escrever?

Delícias do Oriente Culinária sem Calorias

Recusando-se a "vender-se" às dietas da moda, [Sim] compila um livro com as suas receitas Asiáticas favoritas, esperando conseguir ter sucesso graças à sua paixão.

Ela põe corpo e alma naquele livro, espalhando histórias engraçadas pelo livro para lhe dar mais personalidade. Por coincidência, uma semana antes do lançamento do livro, são publicados estudos científicos que demonstram que a cozinha Asiática pode melhorar a saúde e ajudar os Sims a perder peso. O público adopta[sic] o delicioso volume da [Sim] aos molhos, e o trabalho é um êxito estrondoso. [Sim] ganha uns belos 10.000 Simoleões com o seu primeiro cheque de direitos de autor.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §10.000.

[Sim] recusa-se a descer ao nível daqueles livros de cozinha de "dieta" que são uma afronta à VERDADEIRA cozinha. Ela usa o livro como se fosse uma bancada de orador, onde louva o sabor sobre as calorias, a qualidade sobre a preparação rápida.

E teria sido um enorme sucesso, excepto que a [Sim], com a pressa de editar o livro, revelou acidentalmente alguns dos "segredos" do seu restaurante. Os seus empregadores processam-no e ganham, obrigando o editor a tirar o livro dos escaparates. Agora vista como não sendo de confiança, antes de voltar a ter uma posição de poder, a [Sim] tem de voltar a ganhar a confiança dos outros. [Sim] perde § 5.000 em custas de tribunal e é despromovida a Ajudante de Cozinha.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §5.000 dos fundos familiares.
Lembrança - Rebaixamento Rebaixado a Cozinheiro.

[Sim] gosta demasiado das suas receitas para as divulgar, por isso experimenta criar novas receitas na categoria de livros de cozinha sem confusões nem gordura que hoje em dia se vendem tão bem.

Ela acaba por precisar de algum tempo para experimentar e tem de usar as suas poupanças para se sustentar durante uns tempos. Durante esse período, descobre um lado criativo da sua cozinha que não sabia existir. Ela trabalha de manhã à noite na sua cozinha e cada dia dorme um sono feliz e satisfeito. Excitada e inspirada, [Sim] termina o livro de cozinha que apresenta uma ousada variedade de sabores e estilos de cozinhar. O livro é um êxito modesto, mas o desenvolvimento criativo do [Sim] durante estas curtas férias tem sido substancial. [Sim] ganha 3.000 Simoleões e 2 pontos de Criatividade.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §3.000.
Habilidade Criatividade+2 pontos de habilidade em Criatividade.

Preferindo uma estrada mais fácil para o sucesso, e sem tempo para pensar numa abordagem criativa, [Sim] faz uma escolha simples e começa a trabalhar no seu magnum opus, "Cozinha sem Calorias".

Infelizmente, a massa com esparguete não entusiasma o público, não importa como é apresentada. Entretanto, um livro de cozinha concorrente advoga um regresso à cozinha rica e aos sabores refinados, e vende como pãezinhos quentes. Quem adivinhava que os Sims queriam bons sabores? Por sorte, [Sim] consegue não perder dinheiro com o livro. Infelizmente, o tempo que passa a promover o livro fá-la perder capacidades de cozinha, e ela perde 1 ponto de Cozinha.

Penalidade:
Habilidade Criatividade-1 pontos de habilidade em Culinária.

Nível 8

Cartão de oportunidade — Nível 8: Chef
50% de chance de acontecer
[Sim] tornou-se o assunto da vez na cidade. Seu cardápio vem recebendo elogios como "um presente dos deuses" e "um deleite miraculoso" da crítica especializada.

Desta forma, não demora muito até que espíritos empreendedores comecem a se aproximar de [Sim] com acordos de patrocínio aparentemente lucrativos. Dois deles se destacam no momento. O primeiro promete colocar o nome de [Sim] em uma nova marca de garfolheres indestrutíveis, enquanto o segundo propõe uma nova linha de produtos para famílias ocupadas que combina processadores de alimentos com máquinas de fax. [Sim] coça a cabeça enquanto tenta decidir qual dos utensílios de cozinha absurdos promover...

As Garfolheres de Aço! O LiquiFax!

[Sim] tem um fraco por garfolheres desde seus saudosos recreios na época do ensino fundamental, então sua escolha é óbvia. Ele só começa a pensar que esta talvez não tenha sido uma boa idéia durante a gravação do comercial...

"Quer dizer que posso tomar sopa E comer um espaguete com o MESMO utensílio? É INCRÍVEL!" Mas o contrato já está assinado e a multa por rescisão é muito alta, então ele cruza os dedos e torce pelo melhor. No final das contas, o sorriso vencedor e a voz suave de [Sim] são tudo o que o público precisa para desejar as garfolheres. Em pouco tempo, as "Garfolheres de Aço" começam a substituir colheres e garfos num ritmo... respeitável! Embora a mídia especializada faça graça de seu pequeno império, [Sim] está muito feliz em reinar como "Rei das Garfolheres" e consegue lucrar §20.000 com seu negócio de sucesso.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §20.000.

Quando [Sim] lê o prospecto sobre as Garfolheres de Aço, quase dá para ouvir as engrenagens girando em sua cabeça. Esse produto será um sucesso, com certeza!

Entusiasmado, [Sim] dedica-se por inteiro à campanha, deixando a cozinha do restaurante largada aos ajudantes durante as coletivas de imprensa e faltando ao trabalho para descansar quando as gravações dos comerciais se estendem noite adentro. Mas tudo vai por água abaixo quando a revista Consumo Sim publica uma matéria sobre as Garfolheres de Aço, revelando sua tendência de se quebrar quando colocadas em lava-louças. Um problema muito sério para um produto com "inquebrável" como slogan. [Sim] tem sorte de não ter prejuízo no fim da empreitada, mas ele volta ao trabalho apenas para descobrir que foi substituído sem qualquer cerimônia. [Sim] foi despedido!

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.

Enquanto pensa no assunto, [Sim] se lembra que já teve uma experiência traumática com uma garfolher e acaba se decidindo em favor do revolucionário "LiquiFax."

A princípio, as vendas não vão muito bem, mas tudo muda quando [Sim] tem uma idéia REALMENTE inspirada. "Se você ligar agora, incluiremos este fantástico ralador de queijo sem nenhum custo adicional! Isto mesmo, um fantástico ralador de queijo totalmente GRÁTIS!" Esta oferta "incrivelmente estupenda" anima o público e, de repente, o "LiquiFax" vira um sucesso absoluto em todo o país! Logo, outras maravilhas tecnológicas são incorporadas a linha de sucesso do "LiquiFax", como o "CompuForno" e a "TeleTorradeira." O "LiquiFax" e a linha de produtos que se seguem garantem a [Sim] um lucro total de §50.000!

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §50.000.

[Sim] assina na linha pontilhada e coloca seu nome no revolucionário "LiquiFax." Ele tem tanta certeza do sucesso do produto que investe §20.000 Simoleons do próprio bolso no negócio.

Infelizmente, alguém se esqueceu de dizer a [Sim] que máquinas de fax e processadores de alimentos pertencem a espaços completamente diferentes. O mercado se desconcerta diante de tamanha amostra de incompetência em marketing e os consumidores ignoram completamente o produto. Desanimado e envergonhado, [Sim] exige que a companhia remova o seu nome do produto. [Sim] perde seu investimento de §20.000 e 2 pontos de Lógica por sua falta de perspicácia.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §20.000 dos fundos familiares.
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

Cartão de oportunidade — Nível 8: Chef
50% de chance de acontecer
[Sim] tornou-se o assunto da vez na cidade. Seu cardápio vem recebendo elogios como "um presente dos deuses" e "um deleite miraculoso" da crítica especializada.

Desta forma, não demora muito até que espíritos empreendedores comecem a se aproximar de [Sim] com acordos de patrocínio aparentemente lucrativos. Dois deles se destacam no momento. O primeiro promete colocar o nome de [Sim] em uma nova marca de garfolheres indestrutíveis, enquanto o segundo propõe uma nova linha de produtos para famílias ocupadas que combina processadores de alimentos com máquinas de fax. [Sim] coça a cabeça enquanto tenta decidir qual dos utensílios de cozinha absurdos promover...

As Garfolheres de Aço! O LiquiFax!

[Sim] tem um fraco por garfolheres desde seus saudosos recreios na época do ensino fundamental, então sua escolha é óbvia. Ela só começa a pensar que esta talvez não tenha sido uma boa idéia durante a gravação do comercial...

"Quer dizer que posso tomar sopa E comer um espaguete com o MESMO utensílio? É INCRÍVEL!" Mas o contrato já está assinado e a multa por rescisão é muito alta, então ela cruza os dedos e torce pelo melhor. No final das contas, o sorriso vencedor e a voz suave de [Sim] são tudo o que o público precisa para desejar as garfolheres. Em pouco tempo, as "Garfolheres de Aço" começam a substituir colheres e garfos num ritmo... respeitável! Embora a mídia especializada faça graça de seu pequeno império, [Sim] está muito feliz em reinar como "Rainha das Garfolheres" e consegue lucrar §20.000 com seu negócio de sucesso.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §20.000.

Quando [Sim] lê o prospecto sobre as Garfolheres de Aço, quase dá para ouvir as engrenagens girando em sua cabeça. Esse produto será um sucesso, com certeza!

Entusiasmada, [Sim] dedica-se por inteiro à campanha, deixando a cozinha do restaurante largada aos ajudantes durante as coletivas de imprensa e faltando ao trabalho para descansar quando as gravações dos comerciais se estendem noite adentro. Mas tudo vai por água abaixo quando a revista Consumo Sim publica uma matéria sobre as Garfolheres de Aço, revelando sua tendência de se quebrar quando colocadas na lava-louças. Um problema muito sério para um produto com "inquebrável" como slogan. [Sim] tem sorte em não ter prejuízos financeiros com a empreitada. Mas depois de uma semana trancada em casa para evitar a imprensa, ela volta ao trabalho apenas para descobrir que foi substituída sem qualquer cerimônia. [Sim] foi despedida!

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.

Enquanto pensa no assunto, [Sim] se lembra que já teve uma experiência traumática com uma garfolher e acaba se decidindo em favor do revolucionário "LiquiFax."

A princípio, as vendas não vão muito bem, mas tudo muda quando [Sim] tem uma idéia REALMENTE inspirada. "Se você ligar agora, incluiremos este fantástico ralador de queijo sem nenhum custo adicional! Isto mesmo, um fantástico ralador de queijo totalmente GRÁTIS!" Esta oferta "incrivelmente estupenda" anima o público e, de repente, o "LiquiFax" vira um sucesso absoluto em todo o país! Logo, outras maravilhas tecnológicas são incorporadas a linha de sucesso do "LiquiFax", como o "CompuForno" e a "TeleTorradeira." O "LiquiFax" e a linha de produtos que se seguem garantem a [Sim] um lucro total de §50.000!

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §50.000.

[Sim] assina na linha pontilhada e coloca seu nome no revolucionário "LiquiFax." Ela tem tanta certeza do sucesso do produto que investe §20.000 Simoleons do próprio bolso no negócio.

Infelizmente, alguém se esqueceu de dizer a [Sim] que máquinas de fax e processadores de alimentos pertencem a espaços completamente diferentes. O mercado se desconcerta diante de tamanha amostra de incompetência em marketing e os consumidores ignoram completamente o produto. Desanimada e envergonhada, [Sim] exige que a companhia remova o seu nome do produto. [Sim] perde seu investimento de §20.000 e 2 pontos de Lógica por sua falta de perspicácia.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §20.000 dos fundos familiares.
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

Cartão de oportunidade — Nível 8: Chefe de Cozinha
50% de chance de acontecer
Ultimamente o [Sim] anda na boca do mundo e o seu último menu é considerado "uma dádiva dos deuses" e "uma delícia milagrosa".

Pouco depois os espíritos empreendedores começam a abordá-lo com lucrativas ofertas de patrocínio. Dois destacam-se do resto, um dos investidores oferece-se para colocar o nome do [Sim] numa nova marca de combinações colher/garfo indestrutíveis, e outro propõe uma linha de misturadora/máquina de fax para o lar dinâmico. Que aparelho absurdo de cozinha vai o [Sim] patrocinar?

Colherfos de Aço LiquiFax

Desde os seus tempos de escola que o [Sim] tem uma paixão especial pelos colherfos. Ele começa a ter reservas durante a gravação do anúncio:

"Queres dizer que posso comer sopa E AINDA comer carne com O MESMO utensílio? Isso é ESPANTOSO!" mas cruza os dedos e reza para que tudo corra bem. Afinal, basta o sorriso simpático e voz sedutora do [Sim] para que o público adopte[sic] o produto. Os Colherfos de Aço substituem as colheres e os garfos a uma velocidade respeitável! Embora os meios de comunicação gozem com o seu pequeno império, o [Sim] está muito feliz por ser o Rei dos Colherfos e consegue ganhar § 20.000 com este patrocínio de sucesso.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §20.000.

Quando o [Sim] lê a proposta dos Colherfos de Aço, quase que se conseguem ouvir os neurónios a saltitar na sua cabeça. Isto é um produto que pode ter sucesso!

Entusiasmado e excitado, [Sim] apoia este produto sem reservas, faltando ao trabalho para aparecer nos meios de comunicação e para recuperar do seu extenuante ritmo de gravação de anúncios. Mas tudo desaba quando a revista SimTeste publica um artigo sobre os Colherfos de Aço, revelando a sua tendência para se partir quando são colocados na máquina de lavar louça. [Sim] tem a sorte de não perder dinheiro com este projecto, mas quando volta ao emprego descobre que foi substituído sem cerimónias. [Sim] foi despedido!

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.

Durante as suas deliberações, [Sim] lembra-se de uma experiência traumatizante que teve com um colherfo e, por isso, decide a favor da revolucionária LiquiFax.

De início, as vendas não são grande coisa. . . Até o [Sim] ter uma ideia MUITO inspirada. "Se comprar agora, oferecemos um cortador de queijo!" Esta "incrivelmente estupenda" mais-valia excita o público e, de repente, a LiquiFax esgota em todo o país! A linha de produtos expande-se para incluir maravilhas tecnológicas como o "InfoCozinheiro" e a "TeleTorradeira". A linha de produtos LiquiFax dá a ganhar ao [Sim] uns surpreendentes § 50.000 em puro lucro.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §50.000.

[Sim] assina o contrato e associa o seu nome à "revolucionária" LiquiFax. Ele está tão certo do seu êxito que investe 20.000 Simoleões no projecto.

Infelizmente, alguém se esqueceu de dizer ao [Sim] que as máquinas de fax e as misturadoras devem estar em duas divisões completamente diferentes da casa. A indústria fica perplexa com esta gritante demonstração de incompetência de marketing e os consumidores ficam completamente indiferentes ao produto. Deprimido e envergonhado, o [Sim] exige que a empresa retire o seu nome do produto. [Sim] perde o seu investimento de § 20.000 e 2 pontos de Lógica pela incapacidade de ver o óbvio.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §20.000 dos fundos familiares.
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

Cartão de oportunidade — Nível 8: Chefe de Cozinha
50% de chance de acontecer
Ultimamente a [Sim] anda na boca do mundo e o seu último menu é considerado "uma dádiva dos deuses" e "uma delícia milagrosa".

Pouco depois os espíritos empreendedores começam a abordá-la com lucrativas ofertas de patrocínio. Dois destacam-se do resto, um dos investidores oferece-se para colocar o nome da [Sim] numa nova marca de combinações colher/garfo indestrutíveis, e outro propõe uma linha de misturadora/máquina de fax para o lar dinâmico. Que aparelho absurdo de cozinha vai a [Sim] patrocinar?

Colherfos de Aço LiquiFax

Desde os seus tempos de escola que a [Sim] tem uma paixão especial pelos colherfos. Ela começa a ter reservas durante a gravação do anúncio:

"Queres dizer que posso comer sopa E AINDA comer carne com O MESMO utensílio? Isso é ESPANTOSO!" mas cruza os dedos e reza para que tudo corra bem. Afinal, basta o sorriso simpático e voz sedutora da [Sim] para que o público adopte[sic] o produto. Os Colherfos de Aço substituem as colheres e os garfos a uma velocidade respeitável! Embora os meios de comunicação gozem com o seu pequeno império, a [Sim] está muito feliz por ser a Rainha dos Colherfos e consegue ganhar § 20.000 com este patrocínio de sucesso.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §20.000.

Quando a [Sim] lê a proposta dos Colherfos de Aço, quase que se conseguem ouvir os neurónios a saltitar na sua cabeça. Isto é um produto que pode ter sucesso!

Entusiasmada e excitada, [Sim] apoia este produto sem reservas, faltando ao trabalho para aparecer nos meios de comunicação e para recuperar do seu extenuante ritmo de gravação de anúncios. Mas tudo desaba quando a revista SimTeste publica um artigo sobre os Colherfos de Aço, revelando a sua tendência para se partir quando são colocados na máquina de lavar louça. [Sim] tem a sorte de não perder dinheiro com este projecto, mas quando volta ao emprego descobre que foi substituída sem cerimónias. [Sim] foi despedida!

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.

Durante as suas deliberações, [Sim] lembra-se de uma experiência traumatizante que teve com um colherfo e, por isso, decide a favor da revolucionária LiquiFax.

De início, as vendas não são grande coisa. . . Até a [Sim] ter uma ideia MUITO inspirada. "Se comprar agora, oferecemos um cortador de queijo!" Esta "incrivelmente estupenda" mais-valia excita o público e, de repente, a LiquiFax esgota em todo o país! A linha de produtos expande-se para incluir maravilhas tecnológicas como o "InfoCozinheiro" e a "TeleTorradeira". A linha de produtos LiquiFax dá a ganhar à [Sim] uns surpreendentes § 50.000 em puro lucro.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §50.000.

[Sim] assina o contrato e associa o seu nome à "revolucionária" LiquiFax. Ela está tão certa do seu êxito que investe 20.000 Simoleões no projecto.

Infelizmente, alguém se esqueceu de dizer à [Sim] que as máquinas de fax e as misturadoras devem estar em duas divisões completamente diferentes da casa. A indústria fica perplexa com esta gritante demonstração de incompetência de marketing e os consumidores ficam completamente indiferentes ao produto. Deprimida e envergonhada, a [Sim] exige que a empresa retire o seu nome do produto. [Sim] perde o seu investimento de § 20.000 e 2 pontos de Lógica pela incapacidade de ver o óbvio.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §20.000 dos fundos familiares.
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

Nível 9

Cartão de oportunidade — Nível 9: Restaurateur
15% de chance de acontecer
A franquia de restaurantes de [Sim] está indo muito bem... na verdade, tão bem que já saturou a maioria das áreas metropolitanas. E se ele quiser manter o ritmo de crescimento assustador dos últimos tempos, chegou a hora de começar a expandir os negócios em outra, e criativa, direção.

Depois de falar com seus consultores financeiros, [Sim] restringiu suas opções a dois planos de expansão que mostram grandes chances de sucesso. Ele pode estabelecer uma parceria com algumas grandes cadeias de parques temáticos ou abrir novas filiais de seu restaurante nos aeroportos pelo país. Em qual plano [Sim] deve investir?

Parques Temáticos! Aeroportos!

Após ler um estudo comprovando que famílias de uma forma geral estão sempre dispostas a não poupar despesas durante suas férias, [Sim] se decide e assina um contrato para instalar praças de alimentação refinada em parques temáticos e balneários por todo o país.

O retorno é surpreendente. Parece que bolinhos de ovo no espeto eram mesmo a nova mania culinária esperando para acontecer! A visibilidade de [Sim] dispara e logo ele se torna um nome conhecido entre o grande público. Os lucros agradaram tanto aos grupos que controlam os parques que não demora muito até que um deles entre em contato com uma grande rede de TV e [Sim] receba uma ligação oferecendo a ele seu próprio programa culinário! [Sim] é promovido a Celebridade Culinária!

Recompensas:
Lembrança - Promoção Promoção a Celebridade Culinária.

Lembrando de dias mais alegres, quando passear na montanha-russa e se esbaldar com sorvetes de preços absurdos eram sua única preocupação, [Sim] decide expandir seu império junto a indústria de parques temáticos.

Para financiar o empreendimento, [Sim] investe §30.000 do próprio bolso, com toda a certeza que o retorno seria rápido. O retorno é realmente rápido, mas não da maneira que ele esperava. A maioria das crianças é enjoada demais para apreciar doces como o "Polvo Caramelizado", e a maioria dos Sims em férias nestes parques prefere um simples cachorro-quente a perder seu tempo precioso com uma refeição completa. Afinal, são tantos brinquedos e passeios diferentes... Os restaurantes de [Sim] fecham rapidamente e ele perde todo o seu investimento de §30.000 neste desfecho deprimente.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §30.000 dos fundos familiares.

[Sim] decide lucrar com os constantes atrasos dos vôos[sic] e a recente ausência de refeições durante as viagens e abre franquias de seu restaurante em uma dúzia de aeroportos importantes.

A atmosfera badalada e os aperitivos caros são um grande sucesso entre os executivos loucos tão comuns nas pontes-aéreas e a idéia[sic] de dar acesso gratuito à Internet aos fregueses foi simplesmente brilhante.

Ironicamente, as próprias companhias aéreas começam a pagar para servir refeições do restaurante de [Sim] em seus vôos[sic], descobrindo que seu nome reconhecido também ajuda na hora de vender passagens.

O engenhoso [Sim] ganha §55.000 e 1 ponto de Lógica por seu investimento bem pensado.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §55.000.
Habilidade Lógica+1 pontos de habilidade em Lógica.

Sendo ele mesmo um Sim que viaja com freqüência[sic], [Sim] decide que quer ver seu rosto em cada cidade do país e prontamente expande seu império gastronômico inaugurando franquias de seu restaurante em alguns aeroportos importantes.

Por algumas semanas, os negócios vão muito bem. Isto é, até que a maior companhia aérea do país declara falência, lançando o mercado no caos. Aeroportos fecham, vôos[sic] são cancelados e o público decide ficar longe dos aviões até que a situação seja resolvida. A recuperação, alguns meses depois, vem tarde demais para [Sim]... seus restaurantes fecham depois de perder dinheiro o bastante para que toda a cadeia vá à falência. [Sim] perde todos os seus restaurantes, juntamente com 1 ponto de Criatividade e é rebaixado a Cozinheiro-Executivo.

Penalidade:
Lembrança - Rebaixamento Rebaixado a Chef.

Cartão de oportunidade — Nível 9: Restaurateur
15% de chance de acontecer
A franquia de restaurantes de [Sim] está indo muito bem... na verdade, tão bem que já saturou a maioria das áreas metropolitanas. E se ela quiser manter o ritmo de crescimento assustador dos últimos tempos, chegou a hora de começar a expandir os negócios em outra, e criativa, direção.

Depois de falar com seus consultores financeiros, [Sim] restringiu suas opções a dois planos de expansão que mostram grandes chances de sucesso. Ela pode estabelecer uma parceria com algumas grandes cadeias de parques temáticos ou abrir novas filiais de seu restaurante nos aeroportos pelo país. Em qual plano [Sim] deve investir?

Parques Temáticos! Aeroportos!

Após ler um estudo comprovando que famílias de uma forma geral estão sempre dispostas a não poupar despesas durante suas férias, [Sim] se decide e assina um contrato para instalar praças de alimentação refinada em parques temáticos e balneários por todo o país.

O retorno é surpreendente. Parece que bolinhos de ovo no espeto eram mesmo a nova mania culinária esperando para acontecer! A visibilidade de [Sim] dispara e logo ela se torna um nome conhecido entre o grande público. Os lucros agradaram tanto aos grupos que controlam os parques que não demora muito até que um deles entre em contato com uma grande rede de TV e [Sim] receba uma ligação oferecendo a ela seu próprio programa culinário! [Sim] é promovida a Celebridade Culinária!

Recompensas:
25px Promoção a Celebridade Culinária.

Lembrando de dias mais alegres, quando passear na montanha-russa e se esbaldar com sorvetes de preços absurdos eram sua única preocupação, [Sim] decide expandir seu império junto a indústria de parques temáticos.

Para financiar o empreendimento, [Sim] investe §30.000 do próprio bolso, com toda a certeza que o retorno seria rápido. O retorno é realmente rápido, mas não da maneira que ela esperava. Crianças são enjoadas demais para apreciar doces como o "Polvo Caramelizado", e a maioria dos Sims em férias nestes parques prefere um simples cachorro-quente a perder seu tempo precioso com uma refeição completa. Afinal, são tantos brinquedos e passeios diferentes... Os restaurantes de [Sim] fecham rapidamente e ela perde todo o seu investimento de §30.000 neste desfecho deprimente.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §30.000 dos fundos familiares.

[Sim] decide lucrar com os constantes atrasos dos vôos[sic] e a recente ausência de refeições durante as viagens e abre franquias de seu restaurante em uma dúzia de aeroportos importantes.

A atmosfera badalada e os aperitivos caros são um grande sucesso entre os executivos loucos tão comuns nas pontes-aéreas e a idéia[sic] de dar acesso gratuito à Internet aos fregueses foi simplesmente brilhante. Ironicamente, as próprias companhias aéreas começam a pagar para servir refeições do restaurante de [Sim] em seus vôos[sic], descobrindo que seu nome reconhecido também ajuda na hora de vender passagens. A engenhosa [Sim] ganha §55.000 e 1 ponto de Lógica por seu investimento bem pensado.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §55.000.
Habilidade Lógica+1 pontos de habilidade em Lógica.

Sendo ela mesmo uma Sim que viaja com freqüência, [Sim] decide que quer ver seu rosto em cada cidade do país e prontamente expande seu império gastronômico inaugurando franquias de seu restaurante em alguns aeroportos importantes.

Por algumas semanas, os negócios vão muito bem. Isto é, até que a maior companhia aérea do país declara falência, lançando o mercado no caos. Aeroportos fecham, vôos são cancelados e o público decide ficar longe dos aviões até que a situação seja resolvida. A recuperação, alguns meses depois, vem tarde demais para [Sim]... seus restaurantes fecham depois de perder dinheiro o bastante para que toda a cadeia vá à falência. [Sim] perde todos os seus restaurantes, juntamente com 1 ponto de Criatividade e é rebaixada a Chef.

Penalidade:
Lembrança - Rebaixamento Rebaixado a Chef.


Cartão de oportunidade — Nível 9: Restaurateur
15% de chance de acontecer
A cadeia de restaurantes do [Sim] está a ter algum sucesso, tanto que saturou a maior parte das zonas metropolitanas. Se ele quer manter o negócio em movimento, é altura de partir numa outra direcção[sic] criativa.

Depois de consultar alguns conselheiros financeiros, o [Sim] reduziu as possibilidades a duas expansões potenciais, fazer uma parceria com várias redes de parques temáticos ou expandir-se para os aeroportos de todo o país. Onde deve ele fazer o investimento?

Parques Temáticos Aeroportos

Ao ver que as famílias estão dispostas a não poupar enquanto visitam os parques temáticos, o [Sim] toma uma decisão e assina um contrato para instalar uma dúzia de restaurantes gourmet em parques temáticos e estâncias de férias por todo o país.

Os lucros são espantosos, parece que os crepes em palitos eram um êxito à espera de acontecer! A visibilidade do [Sim] dispara e ele em breve torna-se um nome conhecido em todos os lares. Os lucros deixam os donos dos parques tão satisfeitos que o [Sim] recebe uma chamada de um executivo que lhe oferece o seu próprio programa de culinária na televisão! [Sim] é promovido a Cozinheiro Famoso.

Recompensas:
25px Promoção a Cozinheiro Famoso.

Lembrando-se dos dias felizes de montanhas russas e algodão doce demasiado caro, [Sim] escolhe expandir o seu império para a indústria dos parques temáticos.

Para financiar o investimento, ele avança § 30.000 das suas próprias poupanças. No entanto, parece que as crianças são demasiado esquisitas para comer pratos como "Robalo Rebuçado" e os outros turistas preferem simples cachorros quentes ou gelados, em vez de uma refeição completa. Os novos restaurantes do [Sim] fecham rapidamente e ele perde todo o seu investimento de § 30.000 no deprimente desenvolvimento da situação.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §30.000 dos fundos familiares.

[Sim] decide capitalizar nos atrasos dos voos e na recente ausência de refeições durante o voo, e expande os seus restaurantes para uma dúzia de grandes aeroportos.

A atmosfera elegante e as entradas demasiado caras são um enorme sucesso junto dos eternamente vestidos de negro guerreiros da estrada, e a brilhante ideia do [Sim] de fornecer acesso sem fios à Internet também ajudou. Ironicamente, as companhias aéreas começam a pagar para servir a comida do [Sim] nos seus voos, pois sabem que os nomes conhecidos também ajudam as suas vendas. O empreendedor [Sim] ganha § 55.000 e 1 ponto de Lógica pelo seu investimento em restaurantes.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §55.000.
Habilidade Lógica+1 pontos de habilidade em Lógica.

Também ele um viajante frequente, [Sim] decide que quer ver a sua cara em todas as cidades e imediatamente expande a sua cadeia de restaurantes para uma quantidade de aeroportos importantes.

Durante algumas semanas, o negócio prospera. . . quer dizer, até a maior companhia aérea do país falir, lançando a indústria no caos. Os aeroportos são fechados, os voos são cancelados e o público decide manter distância até a situação acalmar. A recuperação alguns meses mais tarde é demasiado tardia para o [Sim], os seus restaurantes fecham depois de perderem dinheiro suficiente para levar a cadeia inteira à falência. [Sim] perde os seus restaurantes, assim como 1 ponto de Criatividade e é despromovido a Chefe de Cozinha.

Penalidade:
Lembrança - Rebaixamento Rebaixado a Chef.

Cartão de oportunidade — Nível 9: Restaurateur
15% de chance de acontecer
A cadeia de restaurantes da [Sim] está a ter algum sucesso, tanto que saturou a maior parte das zonas metropolitanas. Se ela quer manter o negócio em movimento, é altura de partir numa outra direcção[sic] criativa.

Depois de consultar alguns conselheiros financeiros, a [Sim] reduziu as possibilidades a duas expansões potenciais, fazer uma parceria com várias redes de parques temáticos ou expandir-se para os aeroportos de todo o país. Onde deve ela fazer o investimento?

Parques Temáticos Aeroportos

Ao ver que as famílias estão dispostas a não poupar enquanto visitam os parques temáticos, a [Sim] toma uma decisão e assina um contrato para instalar uma dúzia de restaurantes gourmet em parques temáticos e estâncias de férias por todo o país.

Os lucros são espantosos, parece que os crepes em palitos eram um êxito à espera de acontecer! A visibilidade da [Sim] dispara e ela em breve torna-se um nome conhecido em todos os lares. Os lucros deixam os donos dos parques tão satisfeitos que a [Sim] recebe uma chamada de um executivo que lhe oferece o seu próprio programa de culinária na televisão! [Sim] é promovida a Cozinheira Famosa.

Recompensas:
25px Promoção a Celebridade Culinária.

Lembrando-se dos dias felizes de montanhas russas e algodão doce demasiado caro, [Sim] escolhe expandir o seu império para a indústria dos parques temáticos.

Para financiar o investimento, ela avança § 30.000 das suas próprias poupanças. No entanto, parece que as crianças são demasiado esquisitas para comer pratos como "Robalo Rebuçado" e os outros turistas preferem simples cachorros quentes ou gelados, em vez de uma refeição completa. Os novos restaurantes da [Sim] fecham rapidamente e ela perde todo o seu investimento de § 30.000 no deprimente desenvolvimento da situação.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §30.000 dos fundos familiares.

[Sim] decide capitalizar nos atrasos dos voos e na recente ausência de refeições durante o voo, e expande os seus restaurantes para uma dúzia de grandes aeroportos.

A atmosfera elegante e as entradas demasiado caras são um enorme sucesso junto dos eternamente vestidos de negro guerreiros da estrada, e a brilhante ideia da [Sim] de fornecer acesso sem fios à Internet também ajudou. Ironicamente, as companhias aéreas começam a pagar para servir a comida da [Sim] nos seus voos, pois sabem que os nomes conhecidos também ajudam as suas vendas. A empreendedora [Sim] ganha § 55.000 e 1 ponto de Lógica pelo seu investimento em restaurantes.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §55.000.
Habilidade Lógica+1 pontos de habilidade em Lógica.

Também ela uma viajante frequente, [Sim] decide que quer ver a sua cara em todas as cidades e imediatamente expande a sua cadeia de restaurantes para uma quantidade de aeroportos importantes.

Durante algumas semanas, o negócio prospera. . . quer dizer, até a maior companhia aérea do país falir, lançando a indústria no caos. Os aeroportos são fechados, os voos são cancelados e o público decide manter distância até a situação acalmar. A recuperação alguns meses mais tarde é demasiado tardia para a [Sim], os seus restaurantes fecham depois de perderem dinheiro suficiente para levar a cadeia inteira à falência. [Sim] perde os seus restaurantes, assim como 1 ponto de Criatividade e é despromovida a Chefe de Cozinha.

Penalidade:
Lembrança - Rebaixamento Rebaixado a Chef.

Nível 10

Cartão de oportunidade — Nível 10: Celebridade Culinária
85% de chance de acontecer
O que celebridades culinárias ricas e entediadas fazem para garantir o seu lugar no topo da cadeia alimentar? Elas competem em complicados programas de disputas gastronômicas na TV, é claro!

[Sim] recebe um convite para participar do mais importante reality show entre cozinheiros famosos da NaçãoSim, o "Cozinha de Ferro." Seu adversário será simplesmente um dos mais renomados chefes do mundo gastronômico da cidade, Pierre Lefromage. Lefromage... [Sim] acha o nome um tanto familiar, mas não se lembra exatamente onde o ouviu. Uma semana antes do confronto histórico, [Sim] recebe um misterioso telefonema. A voz do outro lado da linha diz que sabe qual o ingrediente secreto que será usado no programa, e está disposto a falar pela soma de §50.000. Será que a vitória de [Sim] vale o risco, e a vergonha, de trapacear?

Honestidade, sempre. Pague logo o cara!

[Sim] não suportaria viver com a consciência pesada caso sua vitória fosse maculada por uma trapaça. Ele desliga o telefone na cara do homem misterioso e dedica-se a estudar o histórico do oponente, aprendendo os pontos fortes e fracos de Lefromage.

Então, de repente, a memória de [Sim] funciona e ele se lembra que Lefromage é o chefe do restaurante onde trabalhou como lavador de pratos há muito tempo atrás! Ele sorri e aguarda ansiosamente o dia do confronto. Armado com suas vívidas lembranças de seu antigo chefe e de muitas sobras congeladas, [Sim] entra bravamente na cozinha para a disputa. O ingrediente secreto? Enguia. Enquanto Lefromage tenta desesperadamente manusear as criaturas escorregadias, [Sim] encara o desafio e prepara uma refeição de 5 pratos, completa, com direito a sorvete de enguia para sobremesa. No final do programa ele é considerado o campeão e leva o lucrativo prêmio de §25.000, além da satisfação de derrotar o seu antigo chefe.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §25.000.

[Sim] pensa bem e educadamente recusa a ajuda extra. Ele sabe que é um grande chefe, que não precisa trapacear para ganhar um concurso culinário. Além disso, já imaginou se alguém descobre?

Porém, à medida que a competição se aproxima, [Sim] fica tão envolvido com entrevistas para a TV e outras aparições na mídia que não encontra tempo algum para se preparar para o confronto. Ele chega à cozinha para a disputa com uma boa dose de nervosismo e espera ansiosamente pela revelação do ingrediente secreto, que é... Pargo Vermelho?!? Em toda a sua vida, em todo o seu tempo de cozinha, ele nunca preparou um prato com pargo! [Sim] realmente se esforça para criar algo interessante, mas não tem chances diante da habilidade e postura superiores de Lefromage. [Sim] sofre uma vergonhosa derrota nas mãos de Lefromage, que custam a ele 2 pontos de Culinária, e a conseqüente[sic] queda na clientela de seus restaurantes faz com que ele perca mais §35.000.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §35.000 dos fundos familiares.

Vale tudo na comida e na guerra, e [Sim] está decidido a não fazer prisioneiros desta vez. Tendo a garantia de segredo total na transação, [Sim] aceita se encontrar com a figura misteriosa em uma obscura loja de temperos naturais.

No local, após o pagamento, o informante finalmente revela o ingrediente secreto em um sussurro... "bananas." [Sim] agradece a informação e volta para casa, onde passa as 72 horas seguintes planejando o cardápio perfeito inspirado em bananas. Ele chega para o confronto calmo e controlado, mas a situação tudo muda quando o apresentador informa qual o ingrediente secreto da noite. "Baiacu?!?!" [Sim] não acredita no que está acontecendo. Ansioso, e indignado, [Sim] deve repensar toda a sua estratégia. Notavelmente, sua raiva e constrangimento fazem com que ele trabalhe de forma mais eficiente. Ele VAI vencer essa batalha, não importa como. Ao final do programa ele consegue se redimir com um trio de refinados pratos de Baiacu. [Sim] ganha uma vitória honesta, por pequena vantagem, e leva para casa o prêmio de §110.000, embora só lucre §60.000 devido a sua transação clandestina.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §60.000.

Em um momento de fraqueza e medo, [Sim] aceita a proposta da misteriosa voz ao telefone e troca §50.000 pela preciosa informação. Com o ingrediente secreto revelado, [Sim] tem tempo de sobra para preparar um incrível cardápio com antecedência.

Ao final do programa, [Sim] surge como o óbvio vencedor. Seus pratos acabam com qualquer chance de vitória de Lefromage, que não desconfia de nada. Como é doce a vitória... Mas a alegria dura pouco. Depois de uma noite de celebração e glória, [Sim] descobre o seu nome na capa do jornal mais importante de SimCity! O informante foi a público e ele é exposto como uma fraude. [Sim] é forçado a devolver o prêmio e o interesse das massas nele desaparece por completo, apesar de suas muitas desculpas públicas. O império culinário de [Sim] desmorona, enquanto ele perde os §25.000 que pagou ao informante vira-casacas e sua posição como Celebridade Culinária.

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.
Lembrança - Cobrador Dedução de §25.000 dos fundos familiares

Cartão de oportunidade — Nível 10: Celebridade Culinária
85% de chance de acontecer
O que celebridades culinárias ricas e entediadas fazem para garantir o seu lugar no topo da cadeia alimentar? Elas competem em complicados programas de disputas gastronômicas na TV, é claro!

[Sim] recebe um convite para participar do mais importante reality show entre cozinheiros famosos da NaçãoSim, o "Cozinha de Ferro." Seu adversário será simplesmente um dos mais renomados chefes do mundo gastronômico da cidade, Pierre Lefromage. Lefromage... [Sim] acha o nome um tanto familiar, mas não se lembra exatamente onde o ouviu. Uma semana antes do confronto histórico, [Sim] recebe um misterioso telefonema. A voz do outro lado da linha diz que sabe qual o ingrediente secreto que será usado no programa, e está disposto a falar pela soma de §50.000. Será que a vitória de [Sim] vale o risco, e a vergonha, de trapacear?

Honestidade, sempre. Pague logo o cara!

[Sim] não suportaria viver com a consciência pesada caso sua vitória fosse maculada por uma trapaça. Ela desliga o telefone na cara do homem misterioso e dedica-se a estudar o histórico do oponente, aprendendo os pontos fortes e fracos de Lefromage.

Então, de repente, a memória de [Sim] funciona e ela se lembra que Lefromage é o chefe do restaurante onde trabalhou como lavadora de pratos há muito tempo atrás! Ela sorri e aguarda ansiosamente o dia do confronto. Armada com suas vívidas lembranças de seu antigo chefe e de muitas sobras congeladas, [Sim] entra bravamente na cozinha para a disputa. O ingrediente secreto? Enguia. Enquanto Lefromage tenta desesperadamente manusear as criaturas escorregadias, [Sim] encara o desafio e prepara uma refeição de 5 pratos, completa, com direito a sorvete de enguia para sobremesa. No final do programa ela é considerada a campeã e leva o lucrativo prêmio de §25.000, além da satisfação de derrotar o seu antigo chefe. No final do programa ele é considerado o campeão e leva o lucrativo prêmio de §25.000, além da satisfação de derrotar o seu antigo chefe.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §25.000.

[Sim] pensa bem e educadamente recusa a ajuda extra. Ela sabe que é uma grande chefe, que não precisa trapacear para ganhar um concurso culinário. Além disso, já imaginou se alguém descobre?

Porém, à medida que a competição se aproxima, [Sim] fica tão envolvida com entrevistas para a TV e outras aparições na mídia que não encontra tempo algum para se preparar para o confronto. Ela chega à cozinha para a disputa com uma boa dose de nervosismo e espera ansiosamente pela revelação do ingrediente secreto, que é... Pargo Vermelho?!? Em toda a sua vida, em todo o seu tempo de cozinha, ela nunca preparou um prato com pargo! [Sim] realmente se esforça para criar algo interessante, mas não tem chances diante da habilidade e postura superiores de Lefromage. [Sim] sofre uma vergonhosa derrota nas mãos de Lefromage, que custam a ela 2 pontos de Culinária, e a conseqüente queda na clientela de seus restaurantes faz com que ela perca mais §35.000.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §35.000 dos fundos familiares.

Vale tudo na comida e na guerra, e [Sim] está decidida a não fazer prisioneiros desta vez. Tendo a garantia de segredo total na transação, [Sim] aceita se encontrar com a figura misteriosa em uma obscura loja de temperos naturais.

No local, após o pagamento, o informante finalmente revela o ingrediente secreto em um sussurro... "bananas." [Sim] agradece a informação e volta para casa, onde passa as 72 horas seguintes planejando o cardápio perfeito inspirado em bananas. Ela chega para o confronto calmo e controlado, mas a situação muda quando o apresentador informa qual o ingrediente secreto da noite. "Baiacu?!?!" [Sim] não acredita no que está acontecendo. Ansiosa, e indignada, [Sim] deve repensar toda a sua estratégia. Notavelmente, sua raiva e constrangimento fazem com que ela trabalhe de forma mais eficiente. Ela VAI vencer essa batalha, não importa como. Ao final do programa ela consegue se redimir com um trio de refinados pratos de Baiacu. [Sim] ganha uma vitória honesta, por pequena vantagem, e leva para casa o prêmio de §150.000, embora só lucre §60.000 devido a sua transação clandestina.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §60.000.

Em um momento de fraqueza e medo, [Sim] aceita a proposta da misteriosa voz ao telefone e troca §50.000 pela preciosa informação. Com o ingrediente secreto revelado, [Sim] tem tempo de sobra para preparar um incrível cardápio com antecedência.

Ao final do programa, [Sim] surge como a óbvia vencedora. Seus pratos acabam com qualquer chance de vitória de Lefromage, que não desconfia de nada. Como é doce a vitória... Mas a alegria dura pouco. Depois de uma noite de celebração e glória, [Sim] descobre o seu nome na capa do jornal mais importante de SimCity! O informante foi a público e ela é exposta como uma fraude. [Sim] é forçada a devolver o prêmio e o interesse das massas nela desaparece por completo, apesar de suas muitas desculpas públicas. O império culinário de [Sim] desmorona, enquanto ela perde os §25.000 que pagou ao informante vira-casacas e sua posição como Celebridade Culinária.

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.
Lembrança - Cobrador Dedução de §25.000 dos fundos familiares

Cartão de oportunidade — Nível 10: Cozinheiro Famoso
85% de chance de acontecer
O que fazem os cozinheiros famosos para garantir que se mantêm no topo? Ora, competem em batalhas gastronómicas demasiado complicadas na televisão, é claro!

[Sim] tem a honra de receber um convite do mais visto "reality show" de culinária, a "Cozinha de Aço". Ele vai enfrentar o mais famoso chefe de cozinha da indústria, Pierre Lefromage. (O nome é estranhamente familiar. . .) Na semana anterior à competição histórica, [Sim] recebe um telefonema misterioso, alguém lhe diz o ingrediente secreto que deve ser usado contra o pagamento de § 25.000. Valerá a vitória do [Sim] o risco de passar uma vergonha por fazer batota?

Manter-se Honesto Pagar ao homem!

[Sim] não conseguiria suportar se a sua vitória fosse manchada pelo conhecimento de que fizera batota. Ele desliga o telefonema misterioso e, em vez disso, dedica-se a estudar a história do Lefromage, as suas forças e as suas fraquezas.

De repente, [Sim] percebe que este é o mesmo chefe de cozinha que trabalhara no restaurante onde ele fora lavador de pratos há tanto tempo! Armado com esta informação e com as suas lembranças de restos a apodrecer, [Sim] entra com valentia nas cozinhas de combate. O ingrediente secreto? Enguia. Enquanto Lefromage tenta desesperadamente agarrar as criaturas escorregadias, [Sim] responde ao desafio e cria uma refeição de 5 pratos, incluindo um sorvete com sabor a enguia para sobremesa. Ele ganha o campeonato e o grande prémio em dinheiro de § 25.000, além da satisfação de derrotar o seu antigo chefe.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §25.000.

[Sim] educadamente recusa a ajuda. Imagine-se o que aconteceria se alguém descobrisse! No entanto, à medida que a competição se aproxima, [Sim] está tão ocupado com entrevistas para a televisão e outras aparições nos meios de comunicação que não tem tempo para se preparar para o que vem a seguir.

Ele chega às cozinhas de combate com bastante apreensão e espera ansiosamente a revelação do ingrediente secreto. . . Lagosta?!? Em todo o seu trabalho, em todos os cozinhados, ele jamais trabalhou com lagosta! O [Sim] faz um belo esforço, mas é derrotado pelas capacidades superiores de Lefromage e pela sua enorme compostura. [Sim] sofre uma embaraçante derrota às mãos de Lefromage, custando-lhe 2 pontos de Cozinha e a resultante quebra na clientela dos seus restaurantes custa-lhe § 35.000.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §35.000 dos fundos familiares.

Na comida e na guerra vale tudo, e o [Sim] não faz prisioneiros. Depois de garantir o segredo da transacção[sic], [Sim] encontra-se com a sombria figura num bar vazio onde ele lhe diz, num sussurro, o ingrediente secreto: "Bananas".

[Sim] agradece ao seu informador e volta para casa, onde passa as 72 horas seguintes a conceber o menu perfeito inspirado nas bananas. Ele aparece no programa muito calmo e composto, mas tudo muda quando o ingrediente é revelado: "Peixe-balão?!?!" Indignado e ansioso, [Sim] tem de repensar toda a sua estratégia. Incrivelmente, a sua fúria e o seu embaraço fazem-no trabalhar com mais eficiência, ele VAI vencer esta batalha, não importa o custo, e consegue redimir-se com um trio de deliciosos pratos com base no peixe-balão. [Sim] ganha uma vitória honesta (por uma pequena margem) e leva para casa o prémio de § 85.000, embora só ganhe § 60.000 devido ao seu pagamento clandestino.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §60.000.

Num momento de fraqueza e medo, [Sim] aceita a proposta do desconhecido e troca § 25.000 pela informação de que precisa.

Esta informação permite ao [Sim] preparar um menu deslumbrante, e quando a competição se aproxima do fim, [Sim] sai um claro vencedor. Mas depois de uma noite de comemoração e glória, [Sim] lê o jornal e descobre que está na primeira página! O informador contou o que sabia, e o [Sim] é considerado uma fraude. [Sim] é obrigado a devolver o prémio e o interesse do público no [Sim] desaparece completamente, apesar dos seus muitos e sinceros pedidos de desculpa. O império culinário do [Sim] desmorona-se quando ele perde os § 25.000 que pagou ao seu informador vira-casacas e o seu emprego como Cozinheiro Famoso.

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.
Lembrança - Cobrador Dedução de §25.000 dos fundos familiares

Cartão de oportunidade — Nível 10: Cozinheira Famosa
85% de chance de acontecer
O que fazem os cozinheiros famosos para garantir que se mantêm no topo? Ora, competem em batalhas gastronómicas demasiado complicadas na televisão, é claro!

[Sim] tem a honra de receber um convite do mais visto "reality show" de culinária, a "Cozinha de Aço". Ela vai enfrentar o mais famoso chefe de cozinha da indústria, Pierre Lefromage. (O nome é estranhamente familiar. . .) Na semana anterior à competição histórica, [Sim] recebe um telefonema misterioso, alguém lhe diz o ingrediente secreto que deve ser usado contra o pagamento de § 25.000. Valerá a vitória da [Sim] o risco de passar uma vergonha por fazer batota?

Manter-se Honesto Pagar ao homem!

[Sim] não conseguiria suportar se a sua vitória fosse manchada pelo conhecimento de que fizera batota. Ela desliga o telefonema misterioso e, em vez disso, dedica-se a estudar a história do Lefromage, as suas forças e as suas fraquezas.

De repente, [Sim] percebe que este é o mesmo chefe de cozinha que trabalhara no restaurante onde ela fora lavadora de pratos há tanto tempo! Armada com esta informação e com as suas lembranças de restos a apodrecer, [Sim] entra com valentia nas cozinhas de combate. O ingrediente secreto? Enguia. Enquanto Lefromage tenta desesperadamente agarrar as criaturas escorregadias, [Sim] responde ao desafio e cria uma refeição de 5 pratos, incluindo um sorvete com sabor a enguia para sobremesa. Ela ganha o campeonato e o grande prémio em dinheiro de § 25.000, além da satisfação de derrotar o seu antigo chefe.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §25.000.

[Sim] educadamente recusa a ajuda. Imagine-se o que aconteceria se alguém descobrisse! No entanto, à medida que a competição se aproxima, [Sim] está tão ocupada com entrevistas para a televisão e outras aparições nos meios de comunicação que não tem tempo para se preparar para o que vem a seguir.

Ela chega às cozinhas de combate com bastante apreensão e espera ansiosamente a revelação do ingrediente secreto. . . Lagosta?!? Em todo o seu trabalho, em todos os cozinhados, ela jamais trabalhou com lagosta! A [Sim] faz um belo esforço, mas é derrotada pelas capacidades superiores de Lefromage e pela sua enorme compostura. [Sim] sofre uma embaraçante derrota às mãos de Lefromage, custando-lhe 2 pontos de Cozinha e a resultante quebra na clientela dos seus restaurantes custa-lhe § 35.000.

Penalidade:
Lembrança - Cobrador Dedução de §35.000 dos fundos familiares.

Na comida e na guerra vale tudo, e a [Sim] não faz prisioneiros. Depois de garantir o segredo da transacção[sic], [Sim] encontra-se com a sombria figura num bar vazio onde ele lhe diz, num sussurro, o ingrediente secreto: "Bananas".

[Sim] agradece ao seu informador e volta para casa, onde passa as 72 horas seguintes a conceber o menu perfeito inspirado nas bananas. Ela aparece no programa muito calma e composta, mas tudo muda quando o ingrediente é revelado: "Amêndoas?!?!" Indignada e ansiosa, [Sim] tem de repensar toda a sua estratégia. Incrivelmente, a sua fúria e o seu embaraço fazem-na trabalhar com mais eficiência, ela VAI vencer esta batalha, não importa o custo, e consegue redimir-se com um trio de deliciosos pratos com base nas amêndoas. [Sim] ganha uma vitória honesta (por uma pequena margem) e leva para casa o prémio de § 85.000, embora só ganhe § 60.000 devido ao seu pagamento clandestino.

Recompensas:
Lembrança - Dinheiro Bônus de §60.000.

Num momento de fraqueza e medo, [Sim] aceita a proposta do desconhecido e troca § 25.000 pela informação de que precisa.

Esta informação permite à [Sim] preparar um menu deslumbrante, e quando a competição se aproxima do fim, [Sim] sai um claro vencedor. Mas depois de uma noite de comemoração e glória, [Sim] lê o jornal e descobre que está na primeira página! O informador contou o que sabia, e a [Sim] é considerada uma fraude. [Sim] é obrigada a devolver o prémio e o interesse do público na [Sim] desaparece completamente, apesar dos seus muitos e sinceros pedidos de desculpa. O império culinário da [Sim] desmorona-se quando ela perde os § 25.000 que pagou ao seu informador vira-casacas e o seu emprego como Cozinheira Famosa.

Penalidade:
Lembrança - Demissão Demissão.
Lembrança - Cobrador Dedução de §25.000 dos fundos familiares

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 Expressão francesa equivalente a "Droga!".
  2. Na versão original, é registrado como Mimi Landgraab, que já apareceu em The Sims (consoles) e The Sims Bustin' Out (console).
  3. 3,0 3,1 Na versão original, é registrado como Dudley Landgraab, que já apareceu em The Sims (consoles) e The Sims Bustin' Out (console).
  4. Provavelmente um trocadilho com o nome do ator brasileiro Rodrigo Santoro.