FANDOM


Um adendo à página Carreira Cientista Natural, esta página apresenta todos os cartões de oportunidade recebidos na carreira Cientista Natural, adicionada a The Sims 2 pelo pacote de expansão Vida de Universitário. Estão separados por português brasileiro (PT-BR) e português europeu (PT-PT) e em suas aparições para Sims do sexo masculino e feminino.

Na carreira Cientista Natural, nem todos os níveis possuem um cartão de oportunidade, apenas os níveis 1, 5, 6, 7 e 9.

A chance de um cartão de oportunidade ser ativado varia em sua probabilidade de acontecer (incluída abaixo de cada nível) e o jogo, então, sorteará se o evento irá ou não ocorrer. Bons resultados podem gerar uma recompensa em dinheiro, pontos de habilidade ou uma promoção. Resultados ruins podem gerar uma perda de dinheiro, pontos de habilidade, rebaixamentos e até demissões.

Nível 1

Cartão de oportunidade — Nível 1: Tratador de Ratos
85% de chance de acontecer
[Sim] está responsável pela Dentinhos, a roedora muito inteligente e premiada do laboratório. Como a Dentinhos é muito inteligente e travessa, mas está lutando contra um forte vício por queijo, [Sim] tem ordens expressas para impedir qualquer confusão que ela possa armar. De repente, um entregador aparece na porta com um pedido de quatro pizzas de queijo, cobrado da conta do supervisor de [Sim]. [Sim] deve deixar a Dentinhos comer as pizzas e pagar por elas ou chamar um supervisor, irritando a Dentinhos, mas economizando dinheiro?
Deixá-la Comer Chamar Supervisor

Apesar da surpresa de ver o entregador, [Sim] decide deixar a Dentinhos comer a pizza mesmo assim. A Dentinhos fica tão estimulada com todo o queijo, que corre pelo seu trabalho de pesquisa com o dobro da velocidade. Depois de muita explicação, os cientistas parabenizam [Sim] por seus instintos e raciocínio rápido, o que lhe vale 1 ponto de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.

Enquanto a Dentinhos está comendo feliz, ela começa a ficar tonta, perdendo o ar e cambaleando. De repente, o chefe de [Sim] e os outros cientistas entram correndo na sala. A Dentinhos cai no chão; ela sofreu um ataque cardíaco e é levada à enfermaria de ratos. Mesmo que [Sim] só estivesse tentando manter a rata feliz, o técnico-chefe explica a [Sim], calmamente e bastante alto, que o laboratório pode ter perdido uma de suas cobaias de pesquisa premiadas. Sem muita discussão, [Sim] recebe o convite para sair do prédio e de seu cargo no laboratório.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

[Sim] aperta o botão de pânico e espera que os cientistas cheguem a tempo, antes que a Dentinhos enlouqueça pela falta de pizza. Os cientistas eventualmente entram correndo, bem quando o pior da cena já tinha passado. Impressionados com a coragem de [Sim], os técnicos explicam que a rata premiada é mais importante do que qualquer coisa e que qualquer tentativa de intervenção poderia ter traumatizado a Dentinhos além de sua capacidade de recuperação. [Sim] recebe os parabéns por sua calma sob pressão e ganha 1 ponto de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.

[Sim] decide esperar os técnicos e supervisores chegarem, sabendo que foi dito para não interagir com a Dentinhos de maneira alguma. A técnica-chefe chega e grita horrorizada ao examinar a Dentinhos, caída em coma alimentar e incapaz de participar de qualquer pesquisa. A técnica-chefe informa a [Sim] que a saúde da Dentinhos vale mais do que a sua felicidade momentânea. No final de tudo, a Dentinhos precisa ir para uma gaiola maior e [Sim] perde o emprego.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 1: Tratadora de Ratos
85% de chance de acontecer
[Sim] está responsável pela Dentinhos, a roedora muito inteligente e premiada do laboratório. Como a Dentinhos é muito inteligente e travessa, mas está lutando contra um forte vício por queijo, [Sim] tem ordens expressas para impedir qualquer confusão que ela possa armar. De repente, um entregador aparece na porta com um pedido de quatro pizzas de queijo, cobrado da conta do supervisor de [Sim]. [Sim] deve deixar a Dentinhos comer as pizzas e pagar por elas ou chamar um supervisor, irritando a Dentinhos, mas economizando dinheiro?
Deixá-la Comer Chamar Supervisor

Apesar da surpresa de ver o entregador, [Sim] decide deixar a Dentinhos comer a pizza mesmo assim. A Dentinhos fica tão estimulada com todo o queijo, que corre pelo seu trabalho de pesquisa com o dobro da velocidade. Depois de muita explicação, os cientistas parabenizam [Sim] por seus instintos e raciocínio rápido, o que lhe vale 1 ponto de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.

Enquanto a Dentinhos está comendo feliz, ela começa a ficar tonta, perdendo o ar e cambaleando. De repente, o chefe de [Sim] e os outros cientistas entram correndo na sala. A Dentinhos cai no chão; ela sofreu um ataque cardíaco e é levada à enfermaria de ratos. Mesmo que [Sim] só estivesse tentando manter a rata feliz, o técnico-chefe explica a [Sim], calmamente e bastante alto, que o laboratório pode ter perdido uma de suas cobaias de pesquisa premiadas. Sem muita discussão, [Sim] recebe o convite para do prédio e de seu cargo no laboratório.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

[Sim] aperta o botão de pânico e espera que os cientistas cheguem a tempo antes que a Dentinhos enlouqueça pela falta de pizza. Os cientistas eventualmente entram correndo, bem quando o pior da cena já tinha passado. Impressionados com a coragem de [Sim], os técnicos explicam que a rata premiada é mais importante do que qualquer coisa e que qualquer tentativa de intervenção poderia ter traumatizado a Dentinhos além de sua capacidade de recuperação. [Sim] recebe os parabéns por sua calma sob pressão e ganha 1 ponto em Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.

[Sim] decide esperar os técnicos e supervisores chegarem, sabendo que foi dito a ela para não interagir com a Dentinhos de maneira alguma. A técnica-chefe chega e grita horrorizada ao examinar a Dentinhos, caída em coma alimentar e incapaz de participar de qualquer pesquisa. A técnica-chefe informa a [Sim] que a saúde da Dentinhos vale mais do que a sua felicidade momentânea. No final de tudo, a Dentinhos precisa ir para uma gaiola maior e [Sim] perde o emprego.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 1: Tratador de Ratos
85% de chance de acontecer
[Sim] ficou a tomar conta da Dona Fosquinhas, a premiada e muito inteligente ratazana do laboratório. Como a Dona Fosquinhas é muito inteligente e brincalhona, mas está a combater uma enorme dependência por queijo, o [Sim] tem instruções precisas para impedir que ela faça qualquer partida. De repente, aparece à porta uma pessoa a entregar quatro pizzas com extra queijo, a cobrar à conta de supervisor do [Sim]. O [Sim] deve deixar a Dona Fosquinhas comer as pizzas e pagar ele, ou chamar um supervisor, irritando a Dona Fosquinhas, mas poupando o seu dinheiro?
Deixá-la Comer Telefonar e Esperar

Embora ele fique muito surpreendido por ver o distribuidor, o [Sim] decide deixar a Dona Fosquinhas comer as pizzas. A Dona Fosquinhas fica com tanta energia por causa de tanto queijo que cumpre todas as suas tarefas de investigação ao dobro da velocidade.
Depois de muitas explicações os cientistas dão os parabéns ao [Sim] pelo seu instinto e pensamento rápido, dando ao [Sim] 1 ponto de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.

Enquanto a Dona Fosquinhas está feliz da vida a comer as pizzas, ela começa a ficar pálida, sem fôlego e a cambalear. De repente, o chefe do [Sim] e os outros cientistas entram a correr na sala.
A Dona Fosquinhas cai no chão, teve um ataque cardíaco e é levada para a enfermaria dos ratos. Apesar de o [Sim] estar apenas a tentar manter a ratazana feliz, o técnico chefe explica ao [Sim], calmamente e num tom muito elevado, que o laboratório poderá ter perdido uma das suas cobaias mais importantes e premiadas.
Sem grandes argumentos, é pedido ao [Sim] que abandone o edifício e a sua posição no laboratório.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

[Sim] prime o botão de pânico e espera que os cientistas cheguem a tempo, antes que a Dona Fosquinhas enlouqueça por falta de pizza.
Os cientistas acabam por chegar a correr, mesmo a tempo de verem a crise passar. Impressionados com a sua capacidade de lidar com a situação, os cientistas explicam que a ratazana premiada é mais importante do que qualquer outra coisa e que qualquer tentativa para intervir poderia ter traumatizado a Dona Fosquinhas para além de qualquer recuperação.
[Sim] é louvado pela sua calma sob pressão e ganha 1 ponto de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.

[Sim] decide esperar que cheguem os técnicos e supervisores, sabendo que lhe foi dito que não interagisse com a Dona Fosquinhas de qualquer maneira, forma ou modo.
O técnico principal chega e grita horrorizado ao ver a Dona Fosquinhas, combalida num coma provocado pela pizza, incapaz de participar nas investigações. O técnico principal informa o [Sim] de que a saúde da Dona Fosquinhas vale mais do que a sua felicidade pontual.
Depois de tudo dito e feito, é preciso passar a Dona Fosquinhas para uma gaiola maior e o [Sim] perdeu o emprego.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 1: Tratadora de Ratos
85% de chance de acontecer
[Sim] ficou a tomar conta da Dona Fosquinhas, a premiada e muito inteligente ratazana do laboratório. Como a Dona Fosquinhas é muito inteligente e brincalhona, mas está a combater uma enorme dependência por queijo, a [Sim] tem instruções precisas para impedir que ela faça qualquer partida.

De repente, aparece à porta uma pessoa a entregar quatro pizzas com extra queijo, a cobrar à conta de supervisor da [Sim]. A [Sim] deve deixar a Dona Fosquinhas comer as pizzas e pagar ela, ou chamar um supervisor, irritando a Dona Fosquinhas, mas poupando o seu dinheiro?

Deixá-la Comer Telefonar e Esperar

Embora ela fique muito surpreendida por ver o distribuidor, a [Sim] decide deixar a Dona Fosquinhas comer as pizzas. A Dona Fosquinhas fica com tanta energia por causa de tanto queijo que cumpre todas as suas tarefas de investigação ao dobro da velocidade.
Depois de muitas explicações os cientistas dão os parabéns à [Sim] pelo seu instinto e pensamento rápido, dando à [Sim] 1 ponto de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.

Enquanto a Dona Fosquinhas está feliz da vida a comer as pizzas, ela começa a ficar pálida, sem fôlego e a cambalear. De repente, o chefe da [Sim] e os outros cientistas entram a correr na sala.
A Dona Fosquinhas cai no chão, teve um ataque cardíaco e é levada para a enfermaria dos ratos. Apesar de a [Sim] estar apenas a tentar manter a ratazana feliz, o técnico chefe explica à [Sim], calmamente e num tom muito elevado, que o laboratório poderá ter perdido uma das suas cobaias mais importantes e premiadas.
Sem grandes argumentos, é pedido à [Sim] que abandone o edifício e a sua posição no laboratório.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

[Sim] prime o botão de pânico e espera que os cientistas cheguem a tempo, antes que a Dona Fosquinhas enlouqueça por falta de pizza.
Os cientistas acabam por chegar a correr, mesmo a tempo de verem a crise passar. Impressionados com a sua capacidade de lidar com a situação, os cientistas explicam que a ratazana premiada é mais importante do que qualquer outra coisa e que qualquer tentativa para intervir poderia ter traumatizado a Dona Fosquinhas para além de qualquer recuperação.
[Sim] é louvada pela sua calma sob pressão e ganha 1 ponto de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+1 ponto de habilidade em Lógica.

[Sim] decide esperar que cheguem os técnicos e supervisores, sabendo que lhe foi dito que não interagisse com a Dona Fosquinhas de qualquer maneira, forma ou modo.
O técnico principal chega e grita horrorizado ao ver a Dona Fosquinhas, combalida num coma provocado pela pizza, incapaz de participar nas investigações. O técnico principal informa a [Sim] de que a saúde da Dona Fosquinhas vale mais do que a sua felicidade pontual.
Depois de tudo dito e feito, é preciso passar a Dona Fosquinhas para uma gaiola maior e a [Sim] perdeu o emprego.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Nível 5

Cartão de oportunidade — Nível 5: Identificador de Solos
15% de chance de acontecer
Na qualidade de especialista em solos, a Sociedade Mesozóica[sic] de SimCity pediu que [Sim] fosse até o local de uma construção para resolver uma disputa sobre a significância histórica dos Poços de Piche da Quero-Tudo-Que-É-Seu, prestes a ser demolidos. A construção está marcada para começar hoje e, com base nas amostras de solo examinadas até agora, parece que não há nenhum traço pré-histórico significativo. Mais testes devem ser feitos e, portanto, a construção deve ser atrasada ou ela pode continuar sem problemas?
Deixar Continuar Fazer Mais Testes

[Sim] informa à Sociedade Mesozóica[sic] de SimCity, para seu desânimo, que o local não parece ter sido o lar de criaturas pré-históricas de qualquer importância. Os membros da Sociedade, derrotados, abaixam suas cabeças gigantes de fantasia de dinossauro e vão para o campo de beisebol local disputar uma boa partida de dinobol. [Sim] volta ao seu escritório e encontra um bilhete anônimo de agradecimento, junto com §15.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §15.000.

[Sim] permite que a construção comece sem atrasos, julgando que não há razão para checar com um arqueólogo, ou qualquer um com relativo conhecimento científico específico do assunto. Porém, mais tarde é determinado que o local fora um dos últimos habitats do lhama de dentes-de-sabre. A comunidade científica boicota [Sim] por permitir que um local tão importante seja destruído e força a sua demissão.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Arriscando-se a atrasar um contrato de construção multimilionário, [Sim] leva algumas amostras do solo a um arqueólogo na universidade. Acontece que os poços de piche continham raros esqueletos fossilizados da era Mesozóica[sic]. Quem poderia imaginar? [Sim] anuncia a descoberta a ambas as partes e torna-se membro honorário vitalício da Sociedade Mesozóica[sic] de SimCity. [Sim] ganha 2 pontos de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+2 pontos de habilidade em Lógica.

[Sim] decide não se arriscar e manda algumas amostras para o departamento de arqueologia da universidade. Mais tarde é determinado que o local tem pouca ou nenhuma importância arqueológica. No entanto, centenas de moradias populares têm sua construção atrasada e a empreiteira processa a firma de [Sim] pelo custo do atraso. E a demissão de [Sim] faz parte do acordo.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 5: Identificadora de Solos
15% de chance de acontecer
Na qualidade de especialista em solos, a Sociedade Mesozóica[sic] de SimCity pediu que [Sim] fosse até o local de uma construção para resolver uma disputa sobre a significância histórica dos Poços de Piche da Quero-Tudo-Que-É-Seu, prestes a ser demolidos. A construção está marcada para começar hoje e, com base nas amostras de solo examinadas até agora, parece que não há nenhum traço pré-histórico significativo. Mais testes devem ser feitos e, portanto, a construção deve ser atrasada ou ela pode continuar sem problemas?
Deixar Continuar Fazer Mais Testes

[Sim] informa à Sociedade Mesozóica de SimCity, para seu desânimo, que o local não parece ter sido o lar de criaturas pré-históricas de qualquer importância. Os membros da Sociedade, derrotados, abaixam suas cabeças gigantes de fantasia de dinossauro e vão para o campo de beisebol local disputar uma boa partida de dinobol. [Sim] volta ao seu escritório e encontra um bilhete anônimo de agradecimento, junto com §15.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §15.000.

[Sim] permite que a construção comece sem atrasos, julgando que não há razão para checar com um arqueólogo, ou qualquer um com relativo conhecimento científico específico do assunto. Porém, mais tarde é determinado que o local fora um dos últimos habitats do lhama de dentes-de-sabre. A comunidade científica boicota [Sim] por permitir que um local tão importante seja destruído e força a sua demissão.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Arriscando-se a atrasar um contrato de construção multimilionário, [Sim] leva algumas amostras do solo a um arqueólogo na universidade. Acontece que os poços de piche continham raros esqueletos fossilizados da era Mesozóica. Quem poderia imaginar? [Sim] anuncia a descoberta a ambas as partes e torna-se membro honorário vitalício da Sociedade Mesozóica de SimCity. [Sim] ganha 2 pontos de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+2 pontos de habilidade em Lógica.

[Sim] decide não se arriscar e manda algumas amostras para o departamento de arqueologia da universidade. Mais tarde é determinado que o local tem pouca ou nenhuma importância arqueológica. No entanto, centenas de moradias populares têm sua construção atrasada e a empreiteira processa a firma de [Sim] pelo custo do atraso. E a demissão de [Sim] faz parte do acordo.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 5: Identificador de Solos
15% de chance de acontecer
Como especialista residente em solos, o [Sim] foi chamado a umas obras da Sociedade de Reconstituição do Mesozóico[sic] de SimCity para resolver uma discussão sobre a importância histórica dos Poços de Alcatrão Terranossa, que estão prestes a ser demolidos.
A construção deverá começar hoje, e com base nas amostras de solo que examinou até agora não parece haver vestígios de importância histórica.
Ele deve atrasar a construção para fazer ainda mais testes, ou permitir que a construção comece sem obstáculos?
Deixar Continuar Fazer Mais Testes

[Sim] informa a Sociedade de Reconstituição Mesozóica[sic] de SimCity, para sua grande tristeza, de que o local não parece ter sido o lar de criaturas pré-históricas de qualquer importância.
Derrotada, a SRMSC pendura as cabeças gigantes dos fatos de dinossauro e parte para o campo de futebol local para uma partida de dino-bola.
[Sim] volta para o seu gabinete e encontra uma nota anónima de agradecimento, juntamente com §15.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §15.000.

[Sim] permite que a construção comece sem mais delongas, achando que não há razões para aborrecer um arqueólogo, ou qualquer outra pessoa com conhecimentos específicos sobre o assunto.
No entanto, descobre-se mais tarde que o local fora um dos últimos ninhos do lama de dentes de sabre.
[Sim] é apupado pela comunidade científica por ter permitido que um local de tal importância fosse destruído e é obrigado a demitir-se do cargo.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Correndo um grande risco por fazer parar um contrato de construção de vários milhões de simoleões, o [Sim] leva algumas amostras de solo ao arqueólogo residente da Universidade.
Ao que parece, afinal os poços de alcatrão continham esqueletos fossilizados raros da era Mesozóica[sic]. Quem diria?
[Sim] anuncia a descoberta a ambas as partes, e a Sociedade de Reconstituição Mesozóica[sic] de SimCity torna-o membro honorário vitalício. [Sim] ganha 2 pontos de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+2 pontos de habilidade em Lógica.

[Sim] decide ser especialmente cuidadoso e envia algumas amostras para o departamento de arqueologia da Universidade.
Descobre-se mais tarde que o local não tem grande importância arqueológica. No entanto, foi interrompida a construção de centenas de fogos sociais, e a empresa de construção processa a firma do [Sim] pelo custo do atraso.
Como parte do acordo, [Sim] é obrigado a demitir-se.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Cartão de oportunidade — Nível 5: Identificadora de Solos
15% de chance de acontecer
Como especialista residente em solos, a [Sim] foi chamada a umas obras da Sociedade de Reconstituição do Mesozóico de SimCity para resolver uma discussão sobre a importância histórica dos Poços de Alcatrão Terranossa, que estão prestes a ser demolidos.
A construção deverá começar hoje, e com base nas amostras de solo que examinou até agora não parece haver vestígios de importância histórica.
Ela deve atrasar a construção para fazer ainda mais testes, ou permitir que a construção comece sem obstáculos?
Deixar Continuar Fazer Mais Testes

[Sim] informa a Sociedade de Reconstituição Mesozóica de SimCity, para sua grande tristeza, de que o local não parece ter sido o lar de criaturas pré-históricas de qualquer importância.
Derrotada, a SRMSC pendura as cabeças gigantes dos fatos de dinossauro e parte para o campo de futebol local para uma partida de dino-bola.
[Sim] volta para o seu gabinete e encontra uma nota anónima de agradecimento, juntamente com §15.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §15.000.

[Sim] permite que a construção comece sem mais delongas, achando que não há razões para aborrecer um arqueólogo, ou qualquer outra pessoa com conhecimentos específicos sobre o assunto.
No entanto, descobre-se mais tarde que o local fora um dos últimos ninhos do lama de dentes de sabre.
[Sim] é apupada pela comunidade científica por ter permitido que um local de tal importância fosse destruído e é obrigada a demitir-se do cargo.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Correndo um grande risco por fazer parar um contrato de construção de vários milhões de simoleões, a [Sim] leva algumas amostras de solo ao arqueólogo residente da Universidade.
Ao que parece, afinal os poços de alcatrão continham esqueletos fossilizados raros da era Mesozóica[sic]. Quem diria?
[Sim] anuncia a descoberta a ambas as partes, e a Sociedade de Reconstituição Mesozóica[sic] de SimCity torna-a membro honorário vitalício. [Sim] ganha 2 pontos de Lógica.

Recompensas:
Habilidade Lógica+2 pontos de habilidade em Lógica.

[Sim] decide ser especialmente cuidadosa e envia algumas amostras para o departamento de arqueologia da Universidade.
Descobre-se mais tarde que o local não tem grande importância arqueológica. No entanto, foi interrompida a construção de centenas de fogos sociais, e a empresa de construção processa a firma da [Sim] pelo custo do atraso.
Como parte do acordo, [Sim] é obrigada a demitir-se.

Penalidade:
Lembrança - DemissãoDemissão.

Nível 6

Cartão de oportunidade — Nível 6: Especialista em Botânica
15% de chance de acontecer
[Sim], ainda sem entender por que a Universidade deu-lhe o título de especialista em botânica, decide assumir o papel e se aventurar nos desertos inexplorados de Estranhópolis (contra o conselho de seus superiores). Lá descobre o local de um acidente, ainda quente, com os destroços do que só se pode deduzir que seja uma nave alienígena. Ao redor da nave, pequenas plantas iridescentes começam a brotar. [Sim] deve colher algumas delas para examinar ou chamar uma equipe de pesquisa?
Colher Pedir Equipe de Pesquisa

[Sim] recolhe as plantas e as leva ao laboratório e, usando a seiva de seus caules, consegue sintetizar um polímero mais elástico e livre de rugas do que o melhor poliéster. [Sim] vende a patente do processo para uma grande corporação química por §15.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §15.000.

[Sim] pega algumas plantas e as leva ao laboratório. Enquanto disseca as raízes de um pequeno espécime, observa algo se retorcendo dentro de uma das folhas. Em segundos a folha explode e atira um esporo que se aloja no nariz de [Sim]. O que [Sim] não sabe é que o esporo é um organismo simbiótico que se alimenta de ondas cerebrais. [Sim] ainda terá uma vida feliz e produtiva, mas perde 2 pontos de Lógica devido à drenagem cerebral.

Penalidade:
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

[Sim] chama a equipe de pesquisa, que descobre que as plantas na verdade são mudas de um esporo carregado pela espaçonave. Além disso, se as plantas tivessem se propagado, logo teriam liberado um pólen tóxico que poderia ter matado toda a população de Estranhópolis e, possivelmente, do planeta inteiro. Todos os Sims ficam agradecidos a [Sim], que ganha uma promoção e agora é Guru da Ecologia.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Guru da Ecologia.

[Sim] chama a equipe de pesquisa química da universidade, que por sua vez toma posse do local e descobre a primeira prova inegável de vida fora de SimCity. A equipe ganha o Prêmio Nobel e cada membro entra para a história como pioneiro de uma nova era na tecnologia científica. [Sim] fica a ver navios.

Penalidade:
Nenhuma.

Cartão de oportunidade — Nível 6: Especialista em Botânica
15% de chance de acontecer
[Sim], ainda sem entender por que a Universidade deu-lhe o título de especialista em botânica, decide assumir o papel e se aventurar nos desertos inexplorados de Estranhópolis (contra o conselho de seus superiores). Lá descobre o local de um acidente, ainda quente, com os destroços do que só se pode deduzir que seja uma nave alienígena. Ao redor da nave, pequenas plantas iridescentes começam a brotar. [Sim] deve colher algumas delas para examinar ou chamar uma equipe de pesquisa?
Colher Pedir Equipe de Pesquisa

[Sim] recolhe as plantas e as leva ao laboratório e, usando a seiva de seus caules, consegue sintetizar um polímero mais elástico e livre de rugas do que o melhor poliéster. [Sim] vende a patente do processo para uma grande corporação química por §15.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §15.000.

[Sim] pega algumas plantas e as leva ao laboratório. Enquanto disseca as raízes de um pequeno espécime, observa algo se retorcendo dentro de uma das folhas. Em segundos a folha explode e atira um esporo que se aloja no nariz de [Sim]. O que [Sim] não sabe é que o esporo é um organismo simbiótico que se alimenta de ondas cerebrais. [Sim] ainda terá uma vida feliz e produtiva, mas perde 2 pontos de Lógica devido à drenagem cerebral.

Penalidade:
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

[Sim] chama a equipe de pesquisa, que descobre que as plantas na verdade são mudas de um esporo carregado pela espaçonave. Além disso, se as plantas tivessem se propagado, logo teriam liberado um pólen tóxico que poderia ter matado toda a população de Estranhópolis e, possivelmente, do planeta inteiro. Todos os Sims ficam agradecidos a [Sim], que ganha uma promoção e agora é Guru da Ecologia.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Guru da Ecologia.

[Sim] chama a equipe de pesquisa química da universidade, que por sua vez toma posse do local e descobre a primeira prova inegável de vida fora de SimCity. A equipe ganha o Prêmio Nobel e cada membro entra para a história como pioneiro de uma nova era na tecnologia científica. [Sim] fica a ver navios.

Penalidade:
Nenhuma.

Cartão de oportunidade — Nível 6: Botânico Radical
15% de chance de acontecer
[Sim], ainda sem perceber muito bem porque razão a Universidade escolheu chamar-lhe botânico "radical", decidiu assumir o papel e partir para os desertos inexplorados de Vilastranha (contra todos os conselhos dos seus superiores).
Durante a estadia, descobre o local de um acidente, ainda fumegante com os destroços do que ele pode apenas deduzir ser uma nave extraterrestre. Em volta da nave começaram a nascer pequenas plantas luminosas.

Deve o [Sim] recolher algumas amostras, ou chamar uma equipa de investigação?

Recolher Pedir Ajuda

[Sim] colhe as plantas, leva-as para o laboratório e, utilizando um soro dos caules, consegue sintetizar um polímero sem vincos e mais resistente que o mais fino poliéster.
[Sim] vende a patente do processo a uma gigantesca empresa química por §15.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §15.000.

[Sim] apanha algumas plantas e leva-as para o laboratório. Enquanto disseca as raízes de um espécime pequeno, ele vê algo a remexer dentro de uma das vagens.
Segundos depois, a vagem explode e dispara um esporo que se aloja no nariz do [Sim]. Sem o [Sim] saber, o esporo é um organismo simbiótico que se alimenta de ondas cerebrais.
[Sim] continuará a ter uma vida feliz e produtiva, mas perde 2 pontos de Lógica devido ao desgaste cerebral.

Penalidade:
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

[Sim] chama a equipa de investigação que determina que as plantas são, na verdade, rebentos de um esporo transportado pela nave.
Mais ainda, se tivessem permitido que as plantas se propagassem sem controlo, elas teriam libertado um pólen tóxico para os lençóis freáticos, que teria morto toda a população de Vilastranha e, a seu tempo, todo o planeta.
[Sim] é louvado como salvador de todos os Sims, e promovido a Guru Ecológico.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Guru Ecológico.

[Sim] chama a equipa de investigação química da Universidade que, por sua vez, assume o controlo do local e descobre a primeira prova irrefutável de que existe vida para além de SimCity.
A equipa de investigação química ganha o Prémio Nobel e todos os membros ficam na história como pioneiros de uma nova era de investigação científica.

Penalidade:
Nenhuma.

Cartão de oportunidade — Nível 6: Botânica Radical
15% de chance de acontecer
[Sim], ainda sem perceber muito bem porque razão a Universidade escolheu chamar-lhe botânica "radical", decidiu assumir o papel e partir para os desertos inexplorados de Vilastranha (contra todos os conselhos dos seus superiores).
Durante a estadia, descobre o local de um acidente, ainda fumegante com os destroços do que ela pode apenas deduzir ser uma nave extraterrestre. Em volta da nave começaram a nascer pequenas plantas luminosas.

Deve a [Sim] recolher algumas amostras, ou chamar uma equipa de investigação?

Recolher Pedir Ajuda

[Sim] colhe as plantas, leva-as para o laboratório e, utilizando um soro dos caules, consegue sintetizar um polímero sem vincos e mais resistente que o mais fino poliéster.
[Sim] vende a patente do processo a uma gigantesca empresa química por §15.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §15.000.

[Sim] apanha algumas plantas e leva-as para o laboratório. Enquanto disseca as raízes de um espécime pequeno, ela vê algo a remexer dentro de uma das vagens.
Segundos depois, a vagem explode e dispara um esporo que se aloja no nariz da [Sim]. Sem a [Sim] saber, o esporo é um organismo simbiótico que se alimenta de ondas cerebrais.
[Sim] continuará a ter uma vida feliz e produtiva, mas perde 2 pontos de Lógica devido ao desgaste cerebral.

Penalidade:
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

[Sim] chama a equipa de investigação que determina que as plantas são, na verdade, rebentos de um esporo transportado pela nave.
Mais ainda, se tivessem permitido que as plantas se propagassem sem controlo, elas teriam libertado um pólen tóxico para os lençóis freáticos, que teria morto toda a população de Vilastranha e, a seu tempo, todo o planeta.
[Sim] é louvada como salvadora de todos os Sims, e promovida a Guru Ecológica.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Guru Ecológica.

[Sim] chama a equipa de investigação química da Universidade que, por sua vez, assume o controlo do local e descobre a primeira prova irrefutável de que existe vida para além de SimCity.
A equipa de investigação química ganha o Prémio Nobel e todos os membros ficam na história como pioneiros de uma nova era de investigação científica.

Penalidade:
Nenhuma.

Nível 7

Cartão de oportunidade — Nível 7: Lingüista de Animais[sic]
85% de chance de acontecer
[Sim] acredita que, finalmente, conseguiu uma distinção entre a fala do papagaio e as verdadeiras capacidades lingüísticas[sic] da Arara-de-Bico-Vermelho. Sua pesquisa certamente não é incontestável, mas, considerando que alguns de seus colegas estão próximos de um achado similar, é preciso decidir entre publicar suas descobertas agora ou arriscar esperar até poder provar suas teorias de uma forma mais definitiva.
Esperar Publicar

[Sim] decide continuar sua pesquisa e, pasmem, um de seus colegas, o Dr. Sab I. Chão, publica um artigo similar no mesmo dia. O artigo, porém, contém afirmações infundadas não só sobre as capacidades lingüísticas[sic] dos papagaios, mas também sobre suas habilidades retóricas. Num parágrafo de arruinar qualquer carreira, o cientista chega a sugerir que os papagaios possam ter um entendimento inato para fazer o papel de advogado do diabo. Com a carreira do cientista rival encerrada, [Sim] assume uma posição privilegiada na comunidade científica e ganha uma promoção no mesmo instante.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Agente de Criação Artificial.

[Sim] decide esperar e pesquisar suas descobertas mais a fundo. Infelizmente, dentro de uma hora uma de suas colegas publica suas descobertas num artigo intitulado "Sabiá: Ele Pode Não Cantar, mas Certamente Provoca". [Sim] fica inconsolável, pois toda a sua pesquisa anterior foi tornada inútil. E decide que é muito mais fácil falar com as plantas e se rebaixa a Especialista em Botânica.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Especialista em Botânica.

[Sim] dá os toques finais em seu artigo e envia uma versão eletrônica para a comunidade. Embora algumas de suas afirmações sejam claramente infundadas, o trabalho é imediatamente visto como inovador. Uma hora depois, por telefone, o Dr. Ado convida [Sim] para fazer parte de sua instalação de pesquisa como membro permanente. [Sim] aceita o cargo e a promoção para Agente de Criações Artificiais.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Agente de Criação Artificial.

[Sim] organiza sua pesquisa e coloca as notas finais em seu artigo, intitulado "Se Eu Pudesse Falar com os Animais: Adivinhe Só, Eu Posso!" Depois, envia o artigo para uma respeitável publicação científica, mas dentro de uma hora torna-se motivo de riso na comunidade. [Sim] perde o respeito dos colegas e 2 pontos de Lógica.

Penalidade:
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

Cartão de oportunidade — Nível 7: Lingüista de Animais[sic]
85% de chance de acontecer
[Sim] acredita que, finalmente, conseguiu uma distinção entre a fala do papagaio e as verdadeiras capacidades lingüísticas[sic] da Arara-de-Bico-Vermelho. Sua pesquisa certamente não está incontestável, mas, considerando que alguns de seus colegas estão perto de um achado similar, é preciso decidir entre publicar suas descobertas agora ou arriscar esperar até poder provar suas teorias de uma forma mais definitiva.
Esperar Publicar

[Sim] decide continuar sua pesquisa e, pasmem, um de seus colegas, o Dr. Sab I. Chão, publica um artigo similar no mesmo dia. O artigo, porém, contém afirmações infundadas não só sobre as capacidades lingüísticas[sic] dos papagaios, mas também sobre suas habilidades retóricas. Num parágrafo de arruinar qualquer carreira, o cientista chega a sugerir que os papagaios possam ter um entendimento inato para fazer o papel de advogado do diabo. Com a carreira do cientista rival encerrada, [Sim] assume uma posição privilegiada na comunidade científica e ganha uma promoção no mesmo instante.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Agente de Criação Artificial.

[Sim] decide esperar e pesquisar suas descobertas mais a fundo. Infelizmente, dentro de uma hora um de seus colegas publica suas descobertas num artigo intitulado "Sabiá: Ele Pode Não Cantar, mas Certamente Provoca". [Sim] fica inconsolável, pois toda a sua pesquisa anterior foi tornada inútil. E decide que é muito mais fácil falar com as plantas e se rebaixa a Especialista em Botânica.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Especialista em Botânica.

[Sim] dá os toques finais em seu artigo e envia uma versão eletrônica para a comunidade. Embora algumas de suas afirmações sejam claramente infundadas, o trabalho é imediatamente visto como inovador. Uma hora depois, por telefone, o Dr. Ado convida [Sim] para fazer parte de sua instalação de pesquisa como membro permanente. [Sim] aceita o cargo e a promoção para Agente de Criação Artificial.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Agente de Criação Artificial.

[Sim] organiza sua pesquisa e coloca as notas finais em seu artigo, intitulado "Se Eu Pudesse Falar com os Animais: Adivinhe Só, Eu Posso!" Depois, envia o artigo para uma respeitável publicação científica, mas dentro de uma hora torna-se motivo de riso na comunidade. [Sim] perde o respeito dos colegas e 2 pontos de Lógica.

Penalidade:
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

Cartão de oportunidade — Nível 7: Linguista de Animais
85% de chance de acontecer
[Sim] acredita que finalmente descobriu a diferença entre o papaguear e as verdadeiras capacidades linguísticas do Papagaio de Bico Vermelho.
A sua investigação não é à prova de tudo, mas tendo em conta que ouviu dizer que alguns colegas seus estão à beira de uma descoberta semelhante, ele tem que decidir se publica agora as suas descobertas ou se arrisca a esperar até provar as suas teorias com maior certeza.
Esperar Publicar

[Sim] decide continuar a sua investigação e, espanto dos espantos, um dos seus colegas, um tal Dr. Faznada, publica um artigo semelhante nesse mesmo dia.
No entanto, o artigo faz enormes afirmações sem fundamento, não só sobre as capacidades linguísticas dos papagaios, mas também sobre as suas capacidades de retórica.
Num parágrafo capaz de acabar com uma carreira, o cientista sugere até que os papagaios poderão ter uma capacidade inata de fazer de advogados do diabo. Com a carreira do cientista rival nos seus últimos estertores, [Sim] assume uma posição de proeminência na comunidade científica e é promovido em menos de uma hora.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Criador Desnaturado.

[Sim] decide esperar e investigar os seus dados mais a fundo.
Infelizmente, em menos de uma hora uma colega sua publica as suas descobertas num artigo de título "Papagaios: Podem Não Cantar, Mas Provocam Que Se Fartam".
[Sim] fica arrasado, pois toda a sua investigação é agora totalmente inútil. Decide que é muito mais fácil falar com as plantas e despromove-se a Botânico Radical.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Botânico Radical.

[Sim] dá os toques finais no seu artigo e envia uma versão electrónica[sic] para a comunidade.
Embora algumas das suas afirmações não estejam fundamentadas, o trabalho é imediatamente reconhecido como sendo inovador. Uma hora depois recebe um telefonema de um Dr. Domani que convida o [Sim] a vir para as suas instalações de investigação como membro permanente do pessoal.
[Sim] aceita a posição e a promoção a Criador Desnaturado.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Criador Desnaturado.

[Sim] reúne a sua investigação e dá os toques finais no seu artigo, de título "Se Eu Pudesse Falar com os Animais: Imaginem Só! Eu Posso!"
Ele envia o artigo para uma revista científica electrónica[sic] respeitada e em menos de uma hora torna-se a chacota da comunidade científica. [Sim] perde o respeito dos colegas e 2 pontos de Lógica.

Penalidade:
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

Cartão de oportunidade — Nível 7: Linguista de Animais
85% de chance de acontecer
[Sim] acredita que finalmente descobriu a diferença entre o papaguear e as verdadeiras capacidades linguísticas do Papagaio de Bico Vermelho.
A sua investigação não é à prova de tudo, mas tendo em conta que ouviu dizer que alguns colegas seus estão à beira de uma descoberta semelhante, ela tem que decidir se publica agora as suas descobertas ou se arrisca a esperar até provar as suas teorias com maior certeza.
Esperar Publicar

[Sim] decide continuar a sua investigação e, espanto dos espantos, um dos seus colegas, um tal Dr. Faznada, publica um artigo semelhante nesse mesmo dia.
No entanto, o artigo faz enormes afirmações sem fundamento, não só sobre as capacidades linguísticas dos papagaios, mas também sobre as suas capacidades de retórica.
Num parágrafo capaz de acabar com uma carreira, o cientista sugere até que os papagaios poderão ter uma capacidade inata de fazer de advogados do diabo. Com a carreira do cientista rival nos seus últimos estertores, [Sim] assume uma posição de proeminência na comunidade científica e é promovida em menos de uma hora.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Criadora Desnaturada.

[Sim] decide esperar e investigar os seus dados mais a fundo.
Infelizmente, em menos de uma hora uma colega sua publica as suas descobertas num artigo de título "Papagaios: Podem Não Cantar, Mas Provocam Que Se Fartam".
[Sim] fica arrasada, pois toda a sua investigação é agora totalmente inútil. Decide que é muito mais fácil falar com as plantas e despromove-se a Botânica Radical.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Botânica Radical.

[Sim] dá os toques finais no seu artigo e envia uma versão electrónica[sic] para a comunidade.
Embora algumas das suas afirmações não estejam fundamentadas, o trabalho é imediatamente reconhecido como sendo inovador. Uma hora depois recebe um telefonema de um Dr. Domani que convida a [Sim] a vir para as suas instalações de investigação como membro permanente do pessoal.
[Sim] aceita a posição e a promoção a Criadora Desnaturada.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Criadora Desnaturada.

[Sim] reúne a sua investigação e dá os toques finais no seu artigo, de título "Se Eu Pudesse Falar com os Animais: Imaginem Só! Eu Posso!"
Ela envia o artigo para uma revista científica electrónica[sic] respeitada e em menos de uma hora torna-se a chacota da comunidade científica. [Sim] perde o respeito dos colegas e 2 pontos de Lógica.

Penalidade:
Habilidade Lógica-2 pontos de habilidade em Lógica.

Nível 9

Cartão de oportunidade — Nível 9: Clonador de Dinossauros
85% de chance de acontecer
Nas profundezas do instituto de pesquisa biomecânica mais secreto da Universidade, [Sim] descobriu um processo pelo qual a primeira reconstrução total de um Tyrannosaurus Rex, sem a ajuda da cibernética, pode finalmente ser possível. Porém, o processo vai exigir todo o âmbar fossilizado que resta no cofre do laboratório ou, numa alternativa mais perigosa, um núcleo de reanimação sintetizado por computador. [Sim] deve ressuscitar o Rei dos Lagartos usando o âmbar bruto, reservado para pesquisa, ou o material sintético instável?
Usar Âmbar Material Sintético

[Sim] tira todo o âmbar restante do cofre do laboratório, ajusta a matriz de reanimação, calcula os padrões de crescimento viral (devido à taxa de deterioração do âmbar no vórtice-padrão de 7 g), cruza os dedos e eletrifica o DNA petrificado. As moléculas antigas criam vida, girando e se combinando, seguindo o padrão definido para elas, primeiro pela natureza e agora pelo próprio [Sim]. [Sim] depara-se com um novo horizonte de uma era científica. A Universidade concorda e dá a [Sim] uma verba de §50.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §50.000.

[Sim] obtém sucesso e, depois de algumas horas, consegue um Tyrannosaurus Rex pequeno, mas muito forte. O bebê lagarto-rei, porém, não só está muito nervoso, mas também geneticamente instável e as coisas fogem do controle rapidamente. Antes de, eventualmente, se desintegrar de volta no âmbar de onde veio, o dinossauro destrói o laboratório de [Sim] e boa parte da instalação de pesquisa. [Sim] desperdiçou todo o suprimento de âmbar raro da Universidade e, por isso, perde a sua verba, no valor de §25.000.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §25.000 dos fundos familiares.

[Sim] decide que é melhor deixar o âmbar para outras pesquisas. E passa o resto do dia preparando a amostra sintética, mas o tempo de espera permite pensar melhor na matriz genética necessária para que o aglomerado tome forma sob pressão. [Sim] percebe que um ambiente ideal para o seu experimento ainda está anos além da tecnologia atual e, o mais importante, que o meio ambiente não está pronto para suportar dinossauros selvagens. [Sim] decide fazer algo sobre isso e torna-se Guru da Ecologia.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Guru da Ecologia.

A matriz para o processo de síntese não apenas torna-se altamente instável, mas também extremamente inflamável. Uma única faísca elétrica do Reator de Reanimação incendeia toda a fila de pratos Petri e em poucos minutos o laboratório é engolido pelas chamas. Com o laboratório totalmente queimado, e embora não queira demitir [Sim], a instalação o rebaixa a Agente de Criação Artificial.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Agente de Criação Artificial.

Cartão de oportunidade — Nível 9: Clonadora de Dinossauros
85% de chance de acontecer
Nas profundezas do instituto de pesquisa biomecânica mais secreto da Universidade, [Sim] descobriu um processo pelo qual a primeira reconstrução total de um Tyrannosaurus Rex, sem a ajuda da cibernética, pode finalmente ser possível. Porém, o processo vai exigir todo o âmbar fossilizado que resta no cofre do laboratório ou, numa alternativa mais perigosa, um núcleo de reanimação sintetizado por computador. [Sim] deve ressuscitar o Rei dos Lagartos usando o âmbar bruto, reservado para pesquisa, ou o material sintético instável?
Usar Âmbar Material Sintético

[Sim] tira todo o âmbar restante do cofre do laboratório, ajusta a matriz de reanimação, calcula os padrões de crescimento viral (devido à taxa de deterioração do âmbar no vórtice-padrão de 7 g), cruza os dedos e eletrifica o DNA petrificado. As moléculas antigas criam vida, girando e se combinando, seguindo o padrão definido para elas, primeiro pela natureza e agora pela própria [Sim]. [Sim] depara-se com um novo horizonte de uma era científica. A Universidade concorda e dá a [Sim] uma verba de §50.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §50.000.

[Sim] obtém sucesso e, depois de algumas horas consegue um Tyrannosaurus Rex pequeno, mas muito forte. O bebê-lagarto-rei, porém, não só está muito nervoso, mas também geneticamente instável e as coisas fogem do controle rapidamente. Antes de, eventualmente, se desintegrar de volta no âmbar de onde veio, o dinossauro destrói o laboratório de [Sim] e boa parte da instalação de pesquisa. [Sim] desperdiçou todo o suprimento de âmbar raro da Universidade e, por isso, perde a sua verba, no valor de §25.000.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §25.000 dos fundos familiares.

[Sim] decide que é melhor deixar o âmbar para outras pesquisas. E passa o resto do dia preparando a amostra sintética, mas o tempo de espera permite pensar melhor na matriz genética necessária para que o aglomerado tome forma sob pressão. [Sim] percebe que um ambiente ideal para o seu experimento ainda está anos além da tecnologia atual e, o mais importante, que o meio ambiente não está pronto para suportar dinossauros selvagens. [Sim] decide fazer algo sobre isso e torna-se Guru da Ecologia.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Guru da Ecologia.

A matriz para o processo de síntese não apenas torna-se altamente instável, mas também extremamente inflamável. Uma única faísca elétrica do Reator de Reanimação incendeia toda a fila de pratos Petri e em poucos minutos o laboratório é engolido pelas chamas. Com o laboratório totalmente queimado, e embora não queira demitir [Sim], a instalação a rebaixa a Agente de Criação Artificial.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Agente de Criação Artificial.

Cartão de oportunidade — Nível 9: Clonador de Dinossauros
85% de chance de acontecer
Nas profundezas do mais secreto instituto de investigação bio-mecânica da Universidade, [Sim] descobriu um processo através do qual poderá ser finalmente possível, sem a ajuda da cibernética, reconstruir um Tyrannosaurus Rex.
No entanto, o processo necessita de todos os pedaços de âmbar fossilizado que ainda restam no cofre do laboratório ou, como alternativa mas muito mais perigoso, um núcleo sintético de reanimação informática.
Deve o [Sim] ressuscitar o Rei Lagarto com âmbar puro, reservado para investigação, ou com o material sintético instável?
Usar Âmbar Materiais Sintéticos

[Sim] faz uma incursão ao que resta de âmbar no cofre, define a matriz de reanimação, calcula os padrões de crescimento viral (tendo em conta a taxa de decomposição do âmbar no vértice-padrão de 7g), cruza os dedos e electrifica o ADN petrificado.
As moléculas pré-históricas ganham vida, girando e combinando-se, seguindo um padrão definido primeiro pela natureza e agora pelo próprio [Sim].
[Sim] dá por si a contemplar um novo horizonte na investigação científica. A Universidade concorda e dá ao [Sim] um subsídio de §50.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §50.000.

[Sim] tem êxito e, poucas horas depois, tem um muito pequeno mas muito forte Tyrannosaurus Rex.
No entanto, o Rei Lagarto bebé não só está muito zangado como também é geneticamente instável, e as coisas rapidamente fogem ao controlo. O dinossauro não só destrói o laboratório do [Sim] como também uma grande parte das instalações antes de, por fim, se desintegrar novamente no monte de ágar-ágar de onde viera.
[Sim] gastou todo o suprimento de âmbar raro da Universidade, graças ao qual perde o seu subsídio, no valor de §25.000.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §25.000 dos fundos familiares.

[Sim] decide que provavelmente é melhor deixar o âmbar para outras investigações. Passa o resto do dia a preparar a amostra sintética, mas o tempo de espera permite-lhe repensar a matriz genética necessária para o preparado manter a forma sob pressão.
[Sim] chega à conclusão de que o ambiente correcto para a sua experiência ainda se encontra a alguns anos de distância mas, mais importante, que o ambiente não está pronto para suportar a vida dos dinossauros.
[Sim] decide fazer qualquer coisa a esse respeito e torna-se Guru Ecológico.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Guru Ecológico.

A matriz do processo de síntese é, afinal, não só muito instável como também muito inflamável.
Uma única faísca do Reactor de Reanimação incendeia uma fila de pratos de Petri e em minutos o laboratório é engolido pelas chamas.
O laboratório arde completamente e embora a Universidade não esteja disposta a perder o [Sim] por completo, ele é despromovido a Criador Desnaturado.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Criador Desnaturado.

Cartão de oportunidade — Nível 9: Clonadora de Dinossauros
85% de chance de acontecer
Nas profundezas do mais secreto instituto de investigação bio-mecânica da Universidade, [Sim] descobriu um processo através do qual poderá ser finalmente possível, sem a ajuda da cibernética, reconstruir um Tyrannosaurus Rex.
No entanto, o processo necessita de todos os pedaços de âmbar fossilizado que ainda restam no cofre do laboratório ou, como alternativa mas muito mais perigoso, um núcleo sintético de reanimação informática.

Deve a [Sim] ressuscitar o Rei Lagarto com âmbar puro, reservado para investigação, ou com o material sintético instável?

Usar Âmbar Material Sintético

[Sim] faz uma incursão ao que resta de âmbar no cofre, define a matriz de reanimação, calcula os padrões de crescimento viral (tendo em conta a taxa de decomposição do âmbar no vértice-padrão de 7g), cruza os dedos e electrifica o ADN petrificado.
As moléculas pré-históricas ganham vida, girando e combinando-se, seguindo um padrão definido primeiro pela natureza e agora pela própria [Sim].
[Sim] dá por si a contemplar um novo horizonte na investigação científica. A Universidade concorda e dá à [Sim] um subsídio de §50.000.

Recompensas:
Lembrança - DinheiroBônus de §50.000.

[Sim] tem êxito e, poucas horas depois, tem um muito pequeno mas muito forte Tyrannosaurus Rex.
No entanto, o Rei Lagarto bebé não só está muito zangado como também é geneticamente instável, e as coisas rapidamente fogem ao controlo. O dinossauro não só destrói o laboratório da [Sim] como também uma grande parte das instalações antes de, por fim, se desintegrar novamente no monte de ágar-ágar de onde viera.
[Sim] gastou todo o suprimento de âmbar raro da Universidade, graças ao qual perde o seu subsídio, no valor de §25.000.

Penalidade:
Lembrança - CobradorDedução de §25.000 dos fundos familiares.

[Sim] decide que provavelmente é melhor deixar o âmbar para outras investigações. Passa o resto do dia a preparar a amostra sintética, mas o tempo de espera permite-lhe repensar a matriz genética necessária para o preparado manter a forma sob pressão.
[Sim] chega à conclusão de que o ambiente correcto para a sua experiência ainda se encontra a alguns anos de distância mas, mais importante, que o ambiente não está pronto para suportar a vida dos dinossauros.
[Sim] decide fazer qualquer coisa a esse respeito e torna-se Guru Ecológica.

Recompensas:
Lembrança - PromoçãoPromoção a Guru Ecológica.

A matriz do processo de síntese é, afinal, não só muito instável como também muito inflamável.
Uma única faísca do Reactor de Reanimação incendeia uma fila de pratos de Petri e em minutos o laboratório é engolido pelas chamas.
O laboratório arde completamente e embora a Universidade não esteja disposta a perder a [Sim] por completo, ela é despromovida a Criadora Desnaturada.

Penalidade:
Lembrança - RebaixamentoRebaixamento a Agente de Criadora Desnaturada.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.